sexta-feira, março 18, 2011

Vistoria do Detran



Rodrigo Constantino, para o Instituto Liberal

Começou a época do ano em que os cariocas são obrigados a passar por um verdadeiro inferno apenas para ter seus carros “vistoriados” pelo Detran. Trata-se de uma excrescência fluminense, uma vez que outros estados não realizam esta medida absurda. A vistoria anual do Detran é ridícula por inúmeros motivos.

Em primeiro lugar, o pagador de impostos já financia um serviço de polícia que teria como uma das funções justamente a fiscalização dos automóveis nas ruas. Caso algum veículo apresente condições inadequadas de uso, cabe à polícia retirá-lo de circulação. A vistoria do Detran representa, portanto, uma redundância desnecessária.

Para piorar, carros novos, com poucos quilômetros rodados, também são obrigados a enfrentar esta maratona enfadonha, sabe-se lá por qual motivo. E, naturalmente, os carros mais velhos, sem condições para trafegar, pululam as ruas do estado, a despeito das vistorias e da polícia. Haja incompetência! Ou será porque esses motoristas não têm condições de pagar “cervejinhas” às autoridades?

De fato, as regras do Detran parecem tão sem sentido que só podemos concluir que se trata da velha máxima burocrática, de criar dificuldades legais para vender facilidades ilegais em seguida. É possível obter informações abertamente no próprio Detran sobre esquemas com despachantes, que custariam cerca de R$ 200 para livrar o motorista do processo, que pode durar horas. Talvez os governantes e burocratas pensem que todos são desocupados e parasitas. Freud chamaria isso de projeção.

Até quando os cariocas vão suportar tamanho descaso e abuso do governo? Quanto custa para o estado manter essa vistoria patética?

13 comentários:

VO disse...

Pois acho que você está se iludindo ao achar que é só para vender a facilidade ilegal.
A maior arrecadação é no próprio serviço desnecessário. Quantas pessoas e sistemas são necessários para fazer a vistoria anual ? Quantas concorrências são geradas a partir da "necessidade" deste serviço ?
Hoje o negócio "é mais em cima", surge com lobby para alguém aprovar uma lei que pede a vistoria. Neste momento já está tudo certo, quem vai fazer o que, em qual licitação, para quem, etc.
Não deve haver nenhuma ilusão de que o processo foi colocado lá para melhorar a qualidade dos veículos em circulação.
O processo foi colocado lá para alguém ganhar um dinheiro de quem paga impostos, e é só.

Adriano Oliveira disse...

Vai no Detran da presidente vargas resolver algum processo?! Eu fui três vezes e desisti de resolver o problema do carro que vendi. Depois o comprador do meu veículo me ligou dizendo para não me preocupar porque ele já tinha contratato um "bom" despachante e reslveu a pendência.

Tá explicado porque não consegui fazer o processo andar na sede do detran.

Vergilio disse...

Estamos no Brasil meus caros colegas. Aqui se cria maneiras para os amigos e apaniguados ganharem dinheiro na moleza e sem pagarem pelo direito de existirem e sem necessidade de terem competência para se estabelecerem.
Por exemplo, para que serve um extintor no carro? Quem já viajou para o exterior já viu algum carro com extintor? O numero de ocorrências de incendios em automóveis justifica a obrigatoriedade da traquitana? A traquitana consegue apagar algum fogo? Só se for incêndio em um palito de fósforo.
E os estepes? Porque por aqui se obriga a carregar aquele trambolhão ocupando espaço e lá fora é um estepe mesmo, um pneuzinho que permite você chegar ao borracheiro mais próximo para consertar o pneu de uso normal. Por quê será? Infelizmente é a facilidade de se formar cartéis que existe no Brasil apoiado pelo governo para proteger incompetentes dos quais somos as vítimas e pagamos pelo direito deles existirem.

Anônimo disse...

Constantino, se você ainda não conhece visite o site www.quantocustaobrasil.com.br voltado a mostrar e excesso de carga tributária visando a reforma da legislação pertinente.

Carlos Galileu disse...

Aqui em São Paulo esta palhaçada já dura mais de dois anos, temos que pagar anualmente quase R$ 60,00 para fazer a vistoria. O prefeito abandonou completamente a cidade e muitas empresas estão saindo de São Paulo por falta de incentivo. Pessoas como o Prefeito Kassab deveriam sumir da política. O IPTU aumentou a passagem de ônibus já está custando R$ 3,00, é o Estado mostrando suas garras.

fejuncor disse...

No Sul é a máfia dos "pardais”.

cessna disse...

A vistoria é necessária, mas creio que vistoriar carros com poucos anos de uso é ridículo. Entendo que a obrigatoriedade deveria valer para veículos com mais de cinco anos de uso, no mínimo.

Anônimo disse...

rodrigo,permita-me um comercial

sai o primeiro jornal DIREITO da net

traz seu artigo....vamos divulgar, precisamos que as pessoas entendam o que se passa neste país

Está pronto o nosso e-jornal!

Vale lembrar que é uma "edição beta" e com as sugestões de vocês iremos aperfeiçoá-lo.

Para acessá-lo entrem no "link" abaixo e boa leitura.


http://www.newsflip.com.br/pub/resistenciademocratica/

Anônimo disse...

Lembro-me que quando fui obrigado a levar meu carro novo para vistoria, ele tinha coisa de uns 300 km rodados apenas. Perdi um dia inteiro de trabalho no posto do Detran (Rio de Janeiro) com essa palhaçada, um negócio completamente inútil mesmo. Na minha frente havia um carro bem velho, pelo menos uns 20 anos nas costas, caindo aos pedaços, motor morrendo a cada 30 segundos e fazendo mais fumaça que incêndio em poço de petróleo... e foi aprovado do mesmo jeito! Vistoria em carro 0 km e indústria de multas, esse é o nosso governo!

sativ disse...

Tem quem chame os três edifícios-sede no centro do Rio,

da Petrobras, do Banco do Brasil e do BNDES, todos próximos, de Triângulo das Bermudas:

todo dinheiro que cai ali desaparece misteriosamente.

zoot disse...

Pior que a péssima qualidade do serviço público no Brasil, é o contribuínte bovino que temos aqui. Aceitamos situações, impostos e taxas, absolutamente impensáveis em outros países. Por exemplo: cobrar 4% do valor do veículo de IPVA é uma insanidade só vista no Brasil. Provem que um BMW gasta mais o asfalto inexistente do que um Fusca? E o que tem haver o valor do veículo com isso( coisa de socialista vagabundo)? Já não basta os impostos pagos pelo consumidor na hora da compra do veículo e que superam os 60%? A omissão e a passividade do povo brasileiro é assunto para psiquiatra.

Anônimo disse...

Não foram os cariocas que votaram em massa no PT e seus aliados? Agora tomem!

Anônimo disse...

Não foram todos os cariocas que votaram nesse partido. Eu sou carioca e não votei no PT.