sexta-feira, setembro 30, 2011

A calcinha de Gisele Bündchen


Rodrigo Constantino, para o Instituto Liberal

O que não faltam são temas importantes para este Comentário: o massacre corporativista que vem sofrendo a juíza Eliana Calmon, que teve a coragem de afirmar a existência de “bandidos de toga”; as ininterruptas lambanças do governo na área econômica; o lançamento do novo partido de Kassab, pregando, de forma um tanto irresponsável, uma nova Constituinte; e as mudanças na Polícia Militar carioca por conta dos escândalos de corrupção. Mas, como o meu Comentário do Dia é sempre em uma sexta-feira, prefiro escolher assunto mais leve. Vou falar da censura ao novo comercial da modelo Gisele Bündchen.

Ainda que o tema pareça ter menos relevância que os demais, creio que as pequenas coisas expõem até melhor os sintomas de uma sociedade doente. Quando chegamos ao ponto em que o governo se imiscui até em assuntos como este, censurando uma propaganda só porque retrata, de maneira irônica, uma ululante realidade – qual seja, o poder que a beleza feminina exerce sobre os homens desde sempre –, então é porque estamos perdidos mesmo!

A Secretaria de Políticas para as Mulheres resolveu brigar com o estereótipo da mulher gostosa que seduz o marido. No comercial, Gisele mostra que a forma “correta” para dar uma má notícia, como a batida do carro, deve ser com o corpo seminu. As feministas logo acusaram o golpe. Um absurdo! Machismo! O que elas nem sequer perceberam é que tal campanha denigre a imagem do homem, mais do que da mulher. Retrata o macho humano como pouco mais que um gorila babão, um ser autômato que canaliza toda a circulação sanguínea para a região pélvica do corpo. Como se tudo que importasse para nós fosse a forma física de Angelina Jolie, e não suas fantásticas idéias políticas...

O feminismo é uma chatice só. Geralmente, coisa de mulher mal amada, encalhada e invejosa, que detesta a beleza alheia. Eu estou com Vinícius, que pediu perdão às feias, mas defendeu que a beleza é fundamental. Deixem a Gisele em paz, desfilando suas lindas curvas na TV. Se tem algo que talvez devesse ser proibido, seria seu desfile do biquíni com a estampa do assassino Che Guevara. Algo análogo a desfilar com uma suástica nazista. Mas, mesmo neste caso extremo, sou pela tolerância. As belas e as néscias, muitas vezes uma só pessoa, têm total direito de mostrar ao mundo sua beleza e sua estultice. Não à censura!

14 comentários:

gustavosauer disse...

Deveríamos é entrar com uma ação pra acabar com essa Secretaria de aspones.

Anônimo disse...

como pode existir uma secretaria com funcionarios pagos com $ publico ocupando seu tempo com esse tipo de coisa?

Anônimo disse...

Rodrigo
O comentário do Augusto Nunes acertou na mosca: a secretaria deveria era protetar que menores de idade fossem drogadas e estupradas nas delegacias deste brasil.
Calam a boca que é uma beleza contra essa estupidez de juizes e que tais.

Anônimo disse...

este comercial na verdade DISCRIMINA O HOMEM!!! porque propoe como normais e divertidas situaçoes como a mulher ROUBAR o dinheiro do homem, coisa que acontece muito… vamos acabar com essa prostituiçao de massa legalizada! homem brasileiro: chega de ser OTARIO! a mulher nao deve ser bancada pelo homem: esta è PROSTITUIçAO! a mulher tem que TRABALHAR! tambem nos garimpos, tambem desintupindo esgoto. a mulher nao è melhor que o homem!
estatisticas da violencia: 98% dos assassinos e das vitimas sao homens, porquè? porque o homem tem que roubar para ter o dinheiro para depois ser roubado legalmente pelas mulheres, se nao MORRE VIRGEM.
a causa do crime è a mulher.
homem brasileiro… ACORDA!!!
lucio.

fogueira disse...

A crítica só pode ter partido de pessoas que estão de mal com o espelho.

Anônimo disse...

Fogueira, acertou na mosca, tai o blog da feminista que fez o drama todo
Nota: É uma aberração da natureza que, adivinhem? Vive de gastar o dinheiro dos pagadores de impostos, que surpresa!
ntsr

http://escrevalolaescreva.blogspot.com/

fogueira disse...

Anonymous said, vc me fez levar um susto. Mas realmente, constatei que minha intuição estava certa. Abração!

Anônimo disse...

De nada
Essa daí tb é uma socialista de plantão, de vez enquando vomita umas besteiras sobre a Suécia, coincidência?
Eu to ficando muito cético ultimamente quanto a coincidências.
ntsr

Anônimo disse...

Que mal há em fazer seu homem feliz ficando cheirosa e bonita para ele? Todo mundo sabe que homem gosta mesmo é de sexo! Homem satisfeito sexualmente = homem feliz.

fogueira disse...

A conclusão a que chego é que esse pessoal de esquerda é frustrado, são daqueles que empinavam papagaio no ventilador, jogavam bolinha de gude no carpete e ficavam paramentados com o uniforme do "parmera", ou de outros times, do lado de dentro do portão com a bola de “capotão” que ganhou da mamãe de natal, em baixo do braço. Ou seja, no bom português, aqueles caras que nós quando moleques de rua chamávamos de "bunda moles". Esses, no meu entendimento, são os hoje defensores dos “direitos humanos”. Direito humano deve ser destinado a seres humanos. Não para quem mata, estupra, invade recinto sagrado (Lar), etc....Quem gosta de bandido é bandido!

Galego disse...

Não precisa ir longe...

Será que o saudoso programa dos Trapalhões teria resistido à ditadura do politicamente correto?

Silas disse...

Caro Rodrigo,
Cheguei ao seu blog por meio de um comentário de um leitor do Reinaldo Azevedo. Excelente! Parabéns por resistir à Era da Mediocridade!
Quanto ao assunto do post... Esses e essas caras querem mudar a natureza e trocá-la por falidas idéias esquerdistas, idiotas mesmo.
Vendo fotos da ministra, digo o seguinte: 1. Deveria ser chamada de "sinistra" e não de ministra; 2. Se a dita cuja já atraiu algum homem (com H)só pode ter sido pelo jeito dela cuspir.

lingvo-shatanto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lingvo-shatanto disse...

Qualquer censura é intolerável. Mais ainda pretender censurar a Giselle e logo pela calcinha que ela veste?

Nem que ela quisesse desfilar de downless, a censura poderia ser justificada, tinha mesmo era que ser incentivado o desfile.

Quem não iria querer assistir?

Aliás, poderia mesmo ser um desfile em que a cada volta ela tiraria uma parte da roupa em verdadeiro strip-tease, terminando com aquela sobrepeliz linda de que foi dotada pelo Criador para o gaúdio de quem tem ou teve a chance de ver e fruir.