terça-feira, novembro 01, 2011

O câncer de Lula


Rodrigo Constantino

Poucas horas após o anúncio oficial da doença do ex-presidente, uma campanha se espalhou pelas redes sociais. Ela cobrava coerência do ex-presidente, pedindo que ele buscasse tratamento no SUS, uma vez que foi ele mesmo quem afirmou que nosso sistema de saúde pública era quase perfeito. Eu dei meu apoio a esta iniciativa, que gerou forte reação de muitas pessoas, alegando que não se deve “brincar” com a saúde alheia. Pretendo justificar minha postura com mais argumentos, até porque há gente desonesta espalhando mentiras por aí e distorcendo tudo sobre o assunto.*

Em primeiro lugar, acredito que quem sempre brincou com a saúde dos outros foi o próprio Lula, inclusive quando fez declarações absurdas como esta da “perfeição” da nossa saúde pública, ou quando disse que dava até vontade de ficar doente para ser atendido por uma UPA. Trata-se de piada de mau gosto, um escárnio que machuca todos aqueles que dependem efetivamente do SUS. O que a campanha intencionava, portanto, era expor esta hipocrisia, esta incoerência do maior populista que este país já teve, disposto a qualquer tipo de bravata verborrágica para ficar no poder. Será que aqueles que se sensibilizam com a doença do ex-presidente agora estavam tão preocupados assim com os milhões de brasileiros que sofrem diariamente nas precárias condições dos hospitais públicos, muitos morrendo desnecessariamente, enquanto Lula repetia aquelas atrocidades com fins eleitoreiros?

Mas argumenta-se que doença não deveria ser uma forma de “vingança” política. Pode ser. E rebato aqui as acusações de que é abjeto desejar o mal a pessoas apenas porque divergimos delas ideologicamente. Não é este o caso quando se trata de Lula. Eu divirjo de muitas pessoas, e não as desejo mal algum. A divergência intelectual é até saudável dentro de certos limites, e a tolerância é uma bandeira liberal que sempre abracei. O problema não é “apenas” discordar de Lula nas idéias; o problema é o estrago concreto que o próprio Lula faz ao país e aos brasileiros, com sua demagogia e imoralidade. Em escala diferente, creio que muitos venezuelanos não derramaram lágrima alguma com o câncer do tiranete Hugo Chávez. Ah, mas Lula não é um ditador! Verdade, mas não por falta de vontade e desejo, e sim porque as nossas instituições, que ele tanto ajudou a enfraquecer, não permitiram.

E aqui cabe responder também aos que afirmam, seguindo a tradição cristã, que não devemos desejar o mal de ninguém. Odeie o pecado, mas ame o pecador! Será que isso pode ser realmente levado a sério? Ou será que há muita hipocrisia nesta postura “humanista”? Podemos fazer um teste: quantos esquerdistas sensibilizados pela doença de Lula reagiriam da mesma forma se fosse Bush o doente? Sejam sinceros, companheiros! Ou nem precisam responder: sabemos como os petistas reagiram ao comando do “chefe de quadrilha”, que mandou agredirem até fisicamente Mário Covas, que na época tinha câncer. Se fosse Sarney o doente hoje, haveria a mesma comoção nacional para defendê-lo das campanhas irônicas? Dois pesos e duas medidas. Logo se vê que este “humanismo” todo não passa de jogo de cena.

Não acho que o respeito seja algo grátis nessa vida. Acredito que devemos conquistá-lo. Alguns pensam que devemos respeitar ou até amar mesmo o ser mais abjeto do planeta. Ame o próximo como a ti mesmo. Nunca compartilhei desta máxima. Acredito que ela agride o que há de mais básico em nossa natureza. Penso que, ao suspender o julgamento e colocar todos no mesmo saco do respeito imerecido, estamos sendo injustos com as pessoas decentes. Há que se separar o joio do trigo. Isso pode não ser sinônimo de desejar o sofrimento daqueles que julgamos pessoas desprezíveis. Mas também não quer dizer que vamos nos preocupar tanto com elas. Eu não ligo para a saúde dos traficantes. Eu não ligo para a saúde de caudilhos que espalham desgraças por onde passam.

A morte costuma transformar todos em santos. Biografias são escritas refazendo a história. Surge uma aura de inocência concomitantemente ao cadáver. Nunca aceitei isso. E sei que, no fundo, ninguém aceita. É questão apenas de grau. Ou alguém vai falar bem de Hitler só porque ele morreu? A doença e o sofrimento costumam despertar o mesmo tipo de reação. Mas o cancro que se espalha pelo corpo não transforma um canalha em um homem bom. Um pulha com câncer continua sendo um pulha. Pode até ser politicamente incorreto dizer isso, mas não deixa de ser verdade. O contrário é apelar para a hipocrisia.

Voltemos à doença de Lula. Eu confesso abertamente: ela está na rabeira de minhas preocupações. Não consigo sentir pena dele, ainda que me esforce. Isso me faz alguém insensível? Não! Apenas seleciono quem é digno de minha preocupação. Antes de Lula, fico bem mais preocupado com os milhões de brasileiros decentes que sofrem com os serviços públicos caóticos, a despeito dos trilhões que governantes arrecadam e desviam para fins eleitoreiros ou corruptos. Lula, convém lembrar, representa o que há de pior em nossa política. Não satisfeito, ainda fez questão de afrontar todos os que dependem do SUS quando chamou o modelo de “quase perfeito”. Isso deveria sensibilizar as pessoas.

Não aceito ser pautado pela sensibilidade seletiva dos “humanistas” de plantão. Posso até não celebrar a doença e o sofrimento de uma pessoa, por mais que ela possa merecer certo castigo “divino” (principalmente quando o castigo das leis humanas não existe). Mas também não vou transformar uma doença, por mais trágica que possa ser, em um salvo-conduto para limpar a sujeira grudada em indivíduos que viveram uma vida praticando o mal contra inocentes, disseminando o ódio e segregando as pessoas para conquistar o poder.

O lulopetismo é um câncer para o Brasil. Esta “doença” me incomoda muito mais do que a doença do ex-presidente. Claro que o ideal seria derrotar este projeto populista e autoritário de poder nas urnas, ou ter instituições decentes para punir os corruptos do governo (até hoje os mensaleiros nem sequer foram julgados!). Mas não serei hipócrita a ponto de demonstrar uma preocupação que não consigo sentir em relação àquele que desprezo como ser humano, por representar tudo que condeno em termos de valores e princípios. A acusação mais patética de todas, aliás, fala de preconceito contra Lula. Preconceito contra o que? Tem vários nordestinos ou trabalhadores humildes que subiram na vida, de forma honrosa. Não foi o caso de Lula. Preconceito, ou melhor, pós-conceito eu tenho contra corruptos, demagogos, populistas, bajuladores de tiranos assassinos, etc.

Perto de minha casa há um indigente que não parece nada bem de saúde. Sua situação me incomoda infinitamente mais do que o câncer de Lula. As “almas sensíveis” que saíram em defesa de Lula e contra a campanha pelo tratamento no SUS – como se isso fosse o maior castigo do mundo, ou seja, os próprios petralhas rejeitam a saúde pública que Lula considera “quase perfeita” – mas, dizia eu, as “almas sensíveis” sofrem pelo indigente? Ou só o ex-presidente merece tantas orações? Eu considero legítimo usar a doença de Lula para expor sua hipocrisia desrespeitosa aos milhões de brasileiros que, de fato, precisam se tratar no SUS, pois não são ricos como o milionário Lula, que busca tratamento no melhor hospital do país, enquanto ainda ousa falar em nome de todos os trabalhadores pobres brasileiros, como se fosse um deles. Chega de tanta hipocrisia!

* O Relatório Reservado, um “newsletter” de fofocas empresariais, publicou um comentário venenoso sobre mim, com o título “Ave agourenta”. Diz ele: “Tomara que o Facebook não forme opinião. O colunista de O Globo Rodrigo Constantino postou ontem com vigor homicida comentário do qual não só comparava Lula a Hitler como torcia pela morte do ex-presidente. Depois reclamam que o PT quer censurar a imprensa...”. Quantas falácias. Usei Hitler apenas para mostrar que há claros limites para nosso “humanismo”, ou seja, não desejamos a boa saúde de todos os seres humanos, ao contrário do que alguns disseram. E jamais torci pela morte do ex-presidente. Disse apenas que ele deveria ser coerente e buscar tratamento no SUS. O autor do comentário deve achar que isso é suicídio, mas deveria reclamar com o próprio Lula, que pensa o contrário. Do alto de sua perfídia, o autor ainda usa meu comentário no Facebook como justificativa para o PT defender a censura da imprensa. Também, esperar o que de um jornaleco que diz, cheio de orgulho, que “Seu número zero foi uma carta da indústria nacional contra o perigo das importações, o que já apontava para sua posição editorial de viés nacionalista”? É dureza...

78 comentários:

ilze freitas disse...

Quando há lógica, é fácil encontrar muita gente pensando e dizendo a mesma coisa. Mas quando há fatos, aí sim, os argumentos são incontestáveis. Eu partilho das mesmas idéias, Rodrigo. Parabéns.

Anônimo disse...

Assino embaixo do seu texto Rodrigo!! É exatamente isso que eu penso... nao da pra ter pena de uma pessoa que so passou a mao na bunda de todos os brasileiros durante tanto tempo (pra nao dizer coisa pior...)
O por fim, alguem leva o Relatorio Reservado a sério?? Jornalzinho picareta!

Abs

Luciana disse...

Pena de você, só isso... O modelo do SUS é ótimo sim, a corrupção desenfreada, que se iniciou bem antes do Lula, que o degrada... Vá estudar a história do SUS! E se você deseja que ele ou qualquer outra pessoa pague com "justiça divina" pelos seus erros, torça pra ele sofrer uma acidente de repente e precisar de um serviço de urgência e emergência. Pro seu azar, existem hospitais de referência públicos maravilhosos, como o Hospital do câncer de Barretos e o INCA e se o Lula procurasse um desses, teria um excelente atendimento... Tomara que você seja esse exemplo de caráter que prega... Ou será que seu "castigo divino" está por vir também?? Ignorância é ridículo e desprezível! Concordando ou não com sua carreira política, todos merecem respeito! Porque só quem passou pelo sofrimento do câncer sabe o quanto dói e o quanto não deseja isso pra NINGUÉM!

gustavosauer disse...

Eu não consigo sentir pena do Lula pelo mesmo motivo que não sentiria pena de Fidel, Hugo Chavez, Morales ou qualquer outro esquerdista.
A filosofia desse povo é responsável por toda miséria que vemos na América Latina. Mesmo assim, devo sentir pena do Lula? Isso me faz lembrar quando Kim II-Sung (o primeiro ditador da Coréia do Norte) faleceu. Pessoas eram presas se não demonstrassem compaixão pela morte do ditador, e também podiam ser presas se o partido desconfiasse que estavam fingindo compaixão. O que esses esquerdistas miseráveis queriam implantar aqui no Brasil era um regime ditador nos moldes cubanos. O mesmo regime que bota no paredón aqueles que não compartilham a ideologia oficial. E agora querem nos pressionar a sentir compaixão do Lula? Sinta você, se quiser. Eu sinto compaixão apenas das pessoas que merecem minha admiração e meu respeito.

Sergio Oliveira Jr. disse...

Lula é um imbecíl. Um demagogo. Mas antes de tudo isso ele é um político. E 90% dos políticos no Brasil são piores que MERDA. Não servem pra nada, como pessoa e como político. É como tentar achar bondade no meio de criminosos, castidade num bordel. Alguém já falou antes: ética e política não se misturam. Se o cara DESEJA ser político, já há MUITA chance de ele ser um canalha. Os melhores indivíduos não querem e nunca aceitarão entrar na política. Eles não querem governar nem serem governados.

Por isso, minha sugestão para o Rodrigo é largar de mão esse Lula. Ele é apenas mais um no meio dessa corja política brasileira. A direita é MELHOR que a esquerda, não tenho dúvida disso, mas apenas no campo ideológico. No campo moral não fica muito atrás tb não. No Brasil não existe esquerda/direita, capitalismo/socialismo. Existe político e governo, e essas duas coisas são piores que MERDA. A melhor resposta a essa gente é o desprezo.

Murillo disse...

excelente texto...corroboro plenamente com sua opinião. Lembro-me de uma frase que diz: "não tenha pena de todas as pessoas de cabelos brancos, visto que até os canalhas envelhecem" Assim complemento "não tenha pena de todos os doentes, até os párias adoecem"

Anônimo disse...

Parece haver mesmo um problema de compreensão de texto. Mais um problema da área pública (e privada também), pois o ensino neste país tem sido dos piores há muito. Se as pessoas cconseguissem compreender o exposto não argumentariam de forma tão pouco coerente e raivosa.

Marcos disse...

@Luciana Já tive vítimas fatais do câncer na minha família e sei o quanto dói, e recebo medicamentos mensais do SUS. No hospital aonde pego meus medicamentos(escassos, e só eu sei a sorte que eu tenho de conseguí-los, porque a esmagadora maioria fica sem), preciso passar pela oncologia para chegar à farmácia. Não desejo aquele lugar para ninguém. Sujo e abandonado, caindo aos pedaços. 5 ou 6 salas cheias de pacientes largados pra morrerem, sem equipamento. E é um dos maiores hospitais do Rio de Janeiro também! É esse o sistema de saúde que, de acordo com o ex-presidente, é quase perfeito.
Porém nada disso vem ao caso. O que vem ao caso é a hipocrisia de vocês lulistas, principalmente do próprio, em clamar a perfeição do sistema, em clamar que o cidadão do povo é amparado pelo governo como merece, quando não é. E em seguida fugir para a rede privada, porque com o dinheiro e status que conseguiu com a demagogia e o bravado de 'operário', conseguiu transformar-se no extremo oposto. Um novo-rico, com desprezo pelas próprias origens, falso e ignorante, embriagado pelo poder e imunidade que sua popularidade o concedeu.
Não estudei a história do SUS, mas conheço o modelo. O modelo é perfeito. A execução não é, a execução é um lixo, e milhares de pacientes com câncer, AIDS, hepatite, dengue, entre todas as outras endemias que permeiam por este país, sofrem e morrem nestes hospitais abandonados, sem muitas vezes ter sequer um leito aonde perecerem.

Sandra Carvalho disse...

O hospital do Cancer de Barretos e uma referencia pois e fortemente apoiado financeiramente pelos pecuaristas da regiao, so por isso.

alexandre disse...

Primeiro que o Lula não deve ter o mesmo tratamento de um Kadhafi ou Hitler. Isso é ridículo ! Não houve nenhum ato do Lula que enfraquecesse nossa democracia. E não adianta voltar atrás : vc ironizou o Lula com o câncer. E esse papo que petistas fizeram o mesmo com o Covas. E daí, só porque eles erraram , vc irá errar também ? Vc se mostrou intolerante com quem pensa diferente de vc. E nisso vc parece com tantos ditadores de esquerda que vc critica. Quer vc queira ou não, vc passou uma imagem de intolerante. Aliás, a humanidade agradece que vc não queira o poder, como vc mesmo disse. Na melhor das hipóteses seus "inimigos ideológicos" não receberiam apoio quando estivessem com câncer. Seriam tratados com desdém e ironia

lis disse...

Rodrigo,
Eu retiro do seu texto mais uma preocupação, que é pior e vai muito além da saúde de Lula. porque graças a Deus para semente ninguém fica. nem "ele"...
Quando li o que escreveram a respeito de você ter comparado Hitler a Lula... Eles são mestres em deturpação!
E aqui vai a minha sincera e grave preocupação = eles sã tão burros e ignorantes mesmo a ponto de sequer saber interpretar um texto, ou, pior, são inteligentes demais a ponto de plantar essa semente subliminar para que os "seguidores"(aí sim, ignorantes de fato!) comprem esse peixe???

Guará Matos disse...

Não morro de amores por Lula ou qualquer petista sórdido, mas desejo que ele saia dessa. Tenho meus princípios morais e não abro mão deles, mesmo por alguém tão infame quanto o ex-presidente brasileiro e nem pela indignação que tenho em relação aos que ceifam o resquício de moral deste país.
Sobre todos políticos serem merdas, não concordo. Conheço alguns bem éticos vivos e outros que morreram que primavam pela correção. Podemos dizer então, que a maioria é uma merda! Assim fica mais justo. Todavia, infelizmente, não vivemos sem política, ela comanda toda a nossa vida e isso é incontestável.
O Brasil precisa mudar? Claro que sim. Infelizmente as trocas que fazemos não têm ajudado muito no quesito honestidade. Direita ou esquerda são lamentáveis nessa questão e os partidos políticos são mais sujos que banheiro de estrada.
O PT tem goela larga, O PCdoB, também! Mas o PTB, DEM e tantos outros também emporcalham todos nós.
E sendo bem sincero em relação ao texto, vejo um raciocínio simplista e opaco esse desejo que o Luiz Inácio sofra com essa maldita doença, como se isso fosse resolver alguma coisa! Prova de que a ignorância política é extrema e sempre desejamos solucionar os problemas com o fígado.
O Lula deve se curar e aí sim, ser combatido saudável.
Esse é um pensamento ético e decente de um grande guerreiro. O adversário, mesmo eu detestando-o, merece respeito. Tem grande força. E querê-lo moribundo para subestima-lo é um ato de extrema covardia.
Creio que também não é disso que o Brasil precisa.

Anônimo disse...

Meu Pai faleceu ha poucos dias, (pneumonia)internado, sem se alimentar teve alta, tiraram o OX2 e soro e tchau!!!!???? pq o SUS tem limite de tempo p ficar internado.Faleceu....Um idoso à menos.Eu nao me importo q Lula vá p o SL, ele é rico, pelo menos os filhos e laranjas dele sao....Será q minha Unimed me pagaria td no SL? Complicado é o povo q sofre no SUS entender isso, explique isso p ele Luciana...

Silvio disse...

Parabéns Rodrigo! Conseguiu traduzir perfeitamente bem a nossa indignação diante da hipocrisia nacional!

Conrado disse...

Parabéns Rodrigo pela coragem e destreza em transformar em palavras o que muita (e muita!) gente pensa. Artigo fantástico, transparente, que conseguiu colocar todos os pingos nos inúmeros is dessa história.
Fim à hipocresia!

Ricardo Arbex disse...

Mesmo que o Lula perca a voz e aprenda a linguagem dos sinais, continuará falando errado pois lhe falta um dedo.
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Heloisa disse...

Muito bom. Penso exatamente assim.

alexandre disse...

Vc não está preocupado com milhões de brasileiros que sofrem no SUS. Vc achou mais uma oportunidade de destilar seu ódio ao Lula. E vc agora virou defensor do SUS ? Mas o Obama quis fazer uma reforma na saúde nos EUA, instituíndo a saúde pública, e vc ficou criticando o Obama e chamando ele de "socialista". Estranho essa sua conversão como defensor número 1 da saúde pública ! Fico com a frase do Elio Gaspari na coluna dele de hoje no jornal O globo : " as pessoas que estão reclamando porque Lula não foi tratar seu câncer no SUS dividem-se em dois grupos : um foi atrás de uma piada fácil, e ruim; o outro, movido a ódio, quer que ele se ferre". Só ainda não sei em qual grupo vc se encaixa

Grande Lua Branca - Érica disse...

Pois é, a eternamente tosca pieguice humana tem a tendência de se esquecer de fatos importantes quando a situação envolve as questões doença ou morte. Mesmo o maior canalha, quando fragilizado recebe a simpatia popular (porque na doença e na morte residem os temores de todos nós, seres finitos e frágeis diante das imposições da vida). Sofrer pela doença do Lula é apenas uma outra forma de olhar para o próprio umbigo e lamentar a trágica condição humana que nos habita.

O problema nestes casos é que as pessoas têm uma visão muito curta da realidade, são incapazes de análise crítica e de uma memória significativa.

Nada seria mais justo do que Lula se tratar num posto de saúde qualquer, como milhões de brasileiros muitas vezes fazem (ou tentam, porque nem esta precariedade está disponível a todos), enfrentando filas, sentando-se no chão dos postos, esperando meses por um exame banal...

Seu ponto de vista, Rodrigo, é muito lúcido, embora utópico. Lula irá se tratar fora do a país, nas clinicas mais conceituadas da área.

Mas a utopia embutida nele não me impede de parabenizá-lo pelo texto e pela inciativa.

Abraços.

...

Rodrigo Constantino disse...

Não, Alexandre, vc ainda não entendeu. Aliás, vc e tantos outros, o que demonstra a falência de nosso povo, sem capacidade de raciocinar direito.

O problema todo é que o próprio Lula disse que o SUS era perfeito! Quem AINDA não entendeu isso é realmente limitado.

Eu jamais disse que o SUS era perfeito. Aliás, eu acho que o governo, se metendo menos, gastando menos, privatizando mais, saindo da frente, permitiria que os mais pobres ficassem mais ricos, e que tivessem saúde de melhor qualidade. No limite, dando vouchers, os realmente pobres poderiam até mesmo se tratar em hospitais privados, que seriam bem mais baratos sem tanto governo.

Mas repito: o problema todo está voltado para as declarações desrespeitosas, eleitoreiras, deste crápula chamado Lula, um populista da pior espécie. Quando ELE diz que o SUS é perfeito, mas vai se tratar no hospital PRIVADO mais caro do país, ele está sendo muito HIPÓCRITA. Aliás, hipocrisia e esquerda são unha e carne, sempre foram.

Anônimo disse...

Prezados brasileiros,
Foi através do voto democrático que o Lula e os demais políticos comandam o Brasil. Que tal, analisarmos cada candidato e votarmos corretamente? Sem demagogia, conversar com o vizinho, com o amigo, com a família e elegermos as pessoas para o nosso valoroso pais. Basta, de diz que me diz que, que o SUS serve ou não, nós valentes brasileiros temos a obrigação de mudar esse pais. Corrupção não, ficha limpa, SIM.

Rodrigo Constantino disse...

Alexandre, acabei de ler agora o artigo do Elio Gaspari. Está confirmado: vc tem sérios problemas de interpretação! O autor, que não sou muito admirador, está expondo justamente essa hipocrisia do Lula. Está apontando como Lula disse besteira sobre a situação do SUS enquanto usa a rede privada. Está atacando pesado. Releia com atenção!

Anônimo disse...

@Alexandre: vc se trata no SUS? Não... Ninguem foi atrás de piada fácil mas sim de coerência. Quem afirma que o SUS é bom (não falo do modelo e sim da prática) deve ir in loco e verificar. É o mínimo. E sim que o Lula se trate no SUS e se isso é suicidio, bem ele pode fazer muito para mudar essa situação...

Anônimo disse...

Caro Rodrigo! Concordo plenamente com seu texto! Faltou apenas citar o endeusamento de Che Guevara! Um absurdo um sanguinário ser lembrado hj em dia como um herói cult e romântico!
Fico indignada quando vejo um petista deturpando os fatos e os textos! Não sei se é amor cego pela "causa" ou falta de capacidade de compreensão. E pior, normalmente são donos da verdade e quando não conseguem convencer, apelam para o "sua alienada".
Atualmente tenho visto um movimento absurdo nas mídias sócias, petistas conclamando para agressões aos reportares da Globo por a considerarem mídia golpista. Acho isso um absurdo!

Rui Amaral Jr disse...

Muito bom Rodrigo, assino embaixo!!!


Rui

Eugenia Koes disse...

Perfeito! Respeito não é gratuito! Que ele vá se tratar no SUS e reveja seus conceitos, que encontre lá a humildade e honestidade do nosso povo, que tanto carece ao seu caráter.

alexandre disse...

O Gaspari atacou o Lula e também a campanha "Lula no SUS". Não acho que o SUS é perfeito. Acho que o Lula errou em falar bem do SUS. Mas a campanha tem requintes de "vingança política". Aliás quem está propondo a campanha não está nem aí para o SUS. Quer é arrumar mais um motivo para criticar o Lula. Será que uma campanha fanática e que busca uma "vingança política" faz bem a nossa democracia ? Radicalismo, fanatismo, extremismo não fazem bem a nossa democracia. Quem endeusa o Lula e quem é antilula radical são irmãos siameses do fundamentalismo político !

Júlio Cezar disse...

É Rodrigo, concordo com vc. O povo do Brasil esta amarrado e vendado. Tudo é parte do plano de poder do PT.
Seu texto é claro e verdadeiro. Com paixão humana, pois é humano defender as necessidades básicas cuja principal é a LIBERDADE!

Rodrigo Constantino disse...

Mais atrocidade! Vc se supera, Alexandre. Agora joga no meso saco sujo os que idolatram o populista demagogo e os que o detestam!

Ou seja, se vc é um sujeito que repudia o populismo caudilhesco, vc é tão ruim quanto o sujeito que adora um regime autoritário, corrupto e imoral.

Parabéns, Alexandre!

wilma kos disse...

@Luciana e adeptos, e bem resumido pra todo mundo ler: A TEORIA, (SUS perfeito) NA PRÁTICA É OUTRA (SUS real)

alexandre disse...

Endeusar o Lula seria não achar nenhum defeito nele ou no governo dele. Já o antilula é o cara que só viu defeito no governo dele. Foram 8 anos de defeito. O governo Lula teve erros e acertos. Não foi esse desastre como vc diz como também não foi uma 8º maravilha. Dizer que os brasileiros sofreram com o governo Lula é de um exagero sem noção. O país evoluiu com ele, como evoluiu com o FHC. Vc e essa galera da extrema-esquerda dos movimentos estudantis que tanto vc critica são igualzinhos ! São vítimas da cegueira ideológica. Vc não aceita isso mas é normal. O BIn Laden nunca aceitou que era fanático. O Fidel nunca aceitou que era ditador. Um alcóolotra nunca aceita que é doente. A ideologia está acima de tudo e de todos. Pensando assim vimos massacres no século XX.

Rodrigo Constantino disse...

Besteira. O Brasil regrediu com Lula, e muito! O crescimento veio do cenário externo, leia-se China basicamente.

Andrea Kaplan disse...

Rodrigo, brilhante, transparente e lúcida sua colocação! Só resta saber se o Lula vai custear seu tratamento no Sírio Libanês. Minha resposta é, claro que não? Somos, eu, vc e o tal povo brasileiro que arcaremos juntos com mais esse ônus! Meus parabéns, mais uma vez! Andrea Kaplan

Bruno Leão disse...

Faço suas as minhas palavras.

Anônimo disse...

Quando o Maluf morrer, seja de Cancer, Aids ou excesso de dinheiro, com ou sem sofrimento, vou dar uma festa e soltar fogos de artifício. Ficarei muito feliz.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com tudo o que escreveu! O Lula e o maior câncer que este pais já teve!!!

Roger Lopes disse...

Concordo plenamente com tudo que expressou sobre o déspota em questão e a hipocrisia reinante neste país. Todavia, a canalhice não é exclusividade dele. O Sergio Oliveira Jr tem absoluta razão quando afirma que todo e qualquer político brasileiro, sem nenhuma excessão de esquerda, direita ou centro, são crápulas abjetos da pior estirpe. Ninguém com um mínimo de princípio moral e ético consegue conviver nesse meio. Tolo de quem acredita encontrar algum trigo nesse joio. É um dos raros casos onde podemos aplicar a generalização sem qualquer receio de errar. E para os imbecis que acreditam que tanto o fernando Holocausto Cardoso quanto o Luis Stalin da Silva tenham sido os responsáveis pela pseudo-estabilização econômica do Brasil, é verdade que não acompanharam a conjuntura mundial que nos favoreceu, independentemente da política draconiana desses dois Regimes. Se o Brasil cresceu (economicamente, porque socialmente continua uma merda) foi apesar e não graças a eles.

Anônimo disse...

A classe média conservadora, da qual faz parte o articulista e a esmagadora maioria da imprensa brasileira, é tão hipócrita quanto o nosso ex-presidente.
Preocupação com os mais pobres? Duvido! Preocupa a classe média com a manutençao do status quo e tem pavor de um dia precisar do SUS, não tanto pela qualidade do serviço (que é péssima), mas porque se julga merecedora de algo a mais. Ser VIP, é o que quer a classe média. A ascenção das classes D e E incomoda por isso!
Se fosse interditada a possibilidade de convênios médicos, aí sim a classe média se mexeria para a melhora do serviço público.
Notem vocês que o discurso do ex-presidente sobre as maravilhas do SUS foi dirigido à classe média, pois os ricos estão pouco se lixando para as outras classes e os pobres são os únicos que verdadeiramente conhecem as agruras do SUS. Lula queria os seus votos, simples assim! Como em todo processo eleitoral, quem comprou a ideia concedeu o seu voto. O mesmo ocorre em SP: aqueles que acham que a segurança e a educação vão bem estão elegendo seguidamente o governo tucano.
Democracia é isso! Hipocrisia é não aceitar a vontade da maioria sob o falso pretexto do bem público, quando na realidade a única preocupação é o interesse pessoal ou de classe!

alexandre disse...

Bem, então num ponto concordamos : foi a esquerda a responsável pelos anos de prosperidade dos anos Lula. A diferença é que vc fala que foi a esquerda chinesa e eu acho que foi a brasileira. Já é um início de convergência.

Rodrigo Constantino disse...

Ih, Alexandre, para falar dos pilares do crescimento chinês vamos precisar de outro tópico só para isso.

Mas posso te adiantar duas coisas: a China cresce desde que abandonou os principais pilares do socialismo e abraçou o capitalismo selvagem e globalizante; e os pilares ainda frágeis desse crescimento, durante a tardia revolução industrial chinesa, se devem justamente ao que ainda permaneceu da herança socialista.

Anônimo disse...

Bravo, bravíssimo!!!!!

Só tenho isso a dizer o restante Rodrigo já escreveu...

Elton disse...

Prezado Rodrigo, infelizmente não o conhecia; recebi o seu texto por um primo que assina seu blog (acabei de fazer o mesmo).
Parabéns pelo excelente texto e relfexão realizados; como disse meu primo, a "doença não transforma o diabo em santo". A hipocrisia do brasileiro "emocional" o cega diante de tantos malefícios que foram causados ou tentados em 08 anos de governo rançoso e desestruturado. Em minha cidade temos um governo petista. Tenho conhecimento de enormes estruturas de corrupção e poder montadas para as próximas eleições. Recetemente, o prefeito teve um principio de infarto; de minha parte não houve comoção ou sentimento de preocupação. Vivemos num país tão sórdido que apelamos até para a justiça divina.

alexandre disse...

pacientes de câncer do SUS em SP elogiam o tratamento

http://g1.globo.com/politica/noticia/2011/11/pacientes-de-cancer-no-sus-em-sp-comentam-tratamento-de-lula.html

Walmir Leite disse...

A boa argumentação do articulista não combina com a solidariedade humana. A maneira simplista de expor os fatos revela preconceito embutido na ideologia. Os momentos de profunda dor e incerteza, leva o ser humano a momentos de angustia e sofrimento. Claro que não agradou a todos. O Brasil mudou muito por causa dele e, dos governos que o antecederam. Esse ódio à figura do ser humano Lula, nordestino, operário, origem humilde sem formação acadêmica, perpassa por motivos que são compreendidos pela psiquiatria. Nenhum ser humano merece o desprezo que esta oculto em situações extremas. O financiamento da saúde pública é oriundo de impostos pagos também por operadoras de saúde. Se O Lula estivesse no SUS, o argumento seria que ele estaria tomando a vaga de um pobre sem acesso à saúde suplementar, além de ser demagogia. Ele ocupa lugar de destaque mundial, isso causa descontentamento em alguns. Respeito a opinião de todos, mas, a colocação é no mínimo preconceituosa, para não dizer odiosa.
walmir pontes

power2007 disse...

PARA ÀQUELES QUE DIZEM ESTAR COMOVIDOS COM O CÂNCER DE LARINGE DE LULA, E TÃO APENADOS EM FAVOR DELE, CONVIDO-OS A OFERECER TODA ESSA COMOÇÃO AOS MILHÕES DE DOENTES GRAVES QUE ESTÃO SENDO ASSASSINADOS POR ESSE GOVERNO PETISTA, QUE TEIMA EM CONVIDAR CORRUPTOS E LADRÕES, PARA OCUPAR MINISTÉRIOS, E EM QUASE UMA DÉCADA, NÃO OFERECEU A MÍNIMA SOLUÇÃO PARA A ESMAGADORA MAIORIA DO POVO QUE DEPENDE DO SERVIÇO MÉDICO DO SUS... LULA, O MESTRE EM FAZER MÉDIA (FALSIDADE MESMO) COM O POVO, DEVERIA DEMONSTRAR TODA SUA "CORAGEM E BRAVURA" ENCARANDO UM DOS HOSPITAIS PÚBLICOS LOTADOS QUE O POVÃO É OBRIGADO A USAR...

Anônimo disse...

Prezado, se ele é errado, hipócrita e corrupto, faça como, cuide de sua vida e esqueça dele. O que estão fazendo é exatamente o que ele quer, ficar na mídia. Alias quem garante que isso não é mais uma bravata, só para expo-lo ainda mais? Vamos lembrar que qdo ele sair dessa, com as campanhas prós e contras, ele sai mais forte ainda e com publicidade gratuita que voces estão fazendo.
Esqueça-o, é a melhor resposta.

Anônimo disse...

Desculpem-me a Santa ignorância.
Políticos = Alguns honestos -Corruptos ou Ladrões mesmo - Coniventes - conveniência -covardes.
Em um relatório o Senador diz conhecer os envolvidos, questiona se o réu estava ali só porque era preto. Preconceito ou bode expiatório - Por que você não conclama a sociedade a não reeleger mais ninguém por melhor que seja o político?

Anônimo disse...

Rodrigo,

Existe o ditado popular ´o peixe morre pela boca´. Nessa, o Lula realmente escorregou, mas não concordo com essa onda de ódio que está sendo destilada em seu blog sobre êle. Não sei se vc tem contacto com pessoas do povo, mas caso procure esse contacto, verá que o sujeito não é essa peça tão desprezível que vc apresenta. Embora, pela leitura do blog, fique evidente que a maioria dos seus leitores abraçam sua opinião, eu só o li porque um amigo anti-Lula me encaminhou a notícia, ou seja: pelo menos aparentemente, seu blog é lido basicamente por pessoas que odeiam o Lula. De qualquer forma, meus respeitos.

José Raimundo

Corrente do Bem - Espaço Infantil disse...

Boa tarde, compreendo que esta doença do Lula foi oportuna para aqueles que gostam de vingança. Mas também oportuna para os adeptos da não violência, pois podem assistir uma hipocrisia, ver que tudo que fazemos volta para nós mesmos e em silêncio, juntar forças de não fazer o mesmo, e só.

Anônimo disse...

Rodrigo
Estou com você
Detesto hipocrisia, e como sempre quero que o molusco exploda e com ele sua verorragia mentirosa que só fez mal para o país.

Anônimo disse...

Parabens Rodrigo,assino por cada frase deste post

Ana disse...

@Luciana: O SUS é um sistema de saúde com menos de 30 anos de implementação (caso você mesma não tenha estudado a história do mesmo), com uma filosofia muito bonita, mas pouco seguida na prática! Sou médica, trabalho em hospital público, LIDO COM PACIENTES COM CÂNCER, e SEI BEM que os princípios de equidade, integralidade e principalmente EQUIDADE não são seguidos! Este último, como acredito que você não saiba, prega que mais deve ser ofertado àqueles que mais precisam... Não é o caso do país, né? Sei bem o que é ver um paciente com uma neoplasia maligna diagnosticada por biópsia quando tinha 2cm voltar para consulta com exames após 7 meses tendo o tumor quadriplicado de tamanho e tornando-se incurável! VOCÊ DEVERIA ESTUDAR A HISTÓRIA DO SUS e mais ainda VOCÊ DEVERIA CONHECER A REALIDADE DO PACIENTE ONCOLÓGICO DE HOSPITAL PÚBLICO!! Afff!! São pessoas como você que contribuem para estagnação desse país!

Anônimo disse...

O Serra foi ministro da saude e nem por isso usou o SUS quando foi atacado com uma bolinha de papel. Cobrar coerencia so de um e' facil....

Andrêza Souza disse...

Luciana, que hipocrisia a sua falar da dor de quem já sofreu com um câncer! Quantas vezes vc já precisou encarar a fila de uma UPA? Minha mãe passou por três hospitais públicos durante dois meses antes de morrer sem nenhum tratamento adequado para um câncer cerebral. Ela não conseguiu fazer sequer uma sessão de quimioterapia porque o SUS fácil não permitiu que ela fosse encaminhada para o hospital que poderia lhe dar o tratamento.É vc quem não tem a mínima ideia da dor de um câncer. Se imagine de mãos atadas vendo sua mãe morrer sem poder fazer nada pra depois falar da dor alheia e defender esse tirano corrupto que merece sim passar por todo o sofrimento que um câncer pode causar.Rodrigo, aplausos pra vc!

Andrêza Souza disse...

Luciana, há que se ter conhecimento de causa pra se falar da dor de um câncer. Perdi minha mãe com um câncer cerebral, ela ficou esperando por dois meses na fila do SUS fácil sem receber um tratamento adequado, não fez sequer uma sessão de quimioterapia o modelo "perfeito" de saude pública do nosso "querido" Lula não permitiu isso à ela. Se vc quer falar da dor de um paciente oncológico, vou te falar da dor de uma filha que viu a mãe morrer jovem sem nenhuma chance de lutar pela vida. vc só pode estar brincando qdo defende esse tirano corrupto, brasileiros como vc são uma vergonha para o onosso pais.Vc devia seguir o conselho da nossa sensata doutora Ana e visitar um hospital público, "visitar" espero que vc não precise usufruir do maravilhoso atendimento que eu , pobre mortal sou obrigada a usar.Quanto ao Lula, desejo que ele passe por toda dor que um câncer pode causar.

Anônimo disse...

Eu ainda perco meu tempo pra ler absurdos como esse.
Como o companheiro disse: "Cobrar coerencia so de um e facil...". Assim como outras dezenas de problemas que o Brasil sofre, a Saude e deficiente por conta dos trilhoes de reais arrecadados e desviados todos os dias. Feliz ou infelizmente o presidente nao governa sozinho. A corrupcao e o verdadeiro cancer que deveria ter toda essa atencao. Eu vejo as afirmacoes do ex-presidente como uma forma de protesto em favor das mudancas que nao aconteceram em seu governo, nao por falta de interesse do ex-presidente, mas sim por conta dos diversos interesses individuais de todos aqueles que compoem o governo, mais uma vez o ex-presidente nao governou sozinho.
E incrivel como muitos dos comentarios de apoio ao ex-presidente e repudio a essa brincadeira de pessimo gosto, vem de pessoas que utilizam o SUS. Essa pessoas devem ter os seus motivos.

Anônimo disse...

Na boa, eu não conseguir ler 4 linhas do seu testo. Eu recebí no Face por um colega uma mensagem "vale a pena perder 10 minutos nesse texto". Velho, já que tem essa capacidade de escrever, tenta escrever algo que acrescente e não ficar discutindo se o ex presidente vai ou não se tratar no SUS porque ele disse que era perfeito ou não disse. Você tem 10 anos? Acorda, não acha que isso foi legal. Abrir seu link e sair a mesma pessoa.

Rodrigo Constantino disse...

"eu não conseguir ler 4 linhas do seu testo."

Anônimo, eu entendo. Mas antes, que tal uma aula de português? Perca 10 minutos com isso então...

coordenação do Movimento cívico e voluntário Ética Já! disse...

Concordo em gênero, número e grau. Os defensores do pior presidente da história desse país misturam as coisas. Reinvindicar coerência não significa desejar o mal para ninguém. Ora, o Cristóvão Buarque não gostaria que os filhos de políticos estudassem em escola pública? Então, nada mais justo que o maior resposável pela situação da saúde pública deste país seja atendido na rede pública... São tão incorentes as chorumelas da trupe de baba-ovos do apedeuta, que fica clara a ignorância predominante em nossa pátria. Logo eles, os defensores da igualdade: para o ex-presidente - Albert Eistein. Para mim, para você, para os meros mortais - SUS, com direito a corredor lotado, filas intermináveis, falta de leitos, infecção hospitalar, falta de equipamentos, remédios, médicos, etc, etc, etc. Triste Brasil! Atolado em corrupção e impunidade graças a ignorância dos que acreditam que os políticos não são parasitas.

Rogério disse...

Concordo plenamente com o autor. Disse/escreveu o que muitos brasileiros pensam mas não ousam ou não sabem escrever. Parabéns.
Acrescento que desejar que outrém sofra com a morte é falácia.
Após a morte a "vida" é plena.
Punir com a morte é premiar a quem se deseja o mal. Quer punir? Deixe-o nesta vida... até o fim de seus dias.

Marcela Lima disse...

Rodrigo, PERFEITO seu texto!!!

Anônimo disse...

Toda essa falação não vai dar em absolutamente NADA. O Lula vai se tratar no melhor hospital, o Brasil vai continuar com a corrupção lá nos altos, o SUS não vai melhorar NUNCA e assim vai a vida...
O lugar de reclamar é na URNA, mas o Brasileiro ainda não aprendeu isso...aceita promessas como moeda corrente e depois reclama, reclama, reclama...chegam as eleições o ciclo recomeça....ai ai Brasil, eu te amo, mas voce me deixa a desejar em muito!!

Vicente disse...

Simplesmente ao MAL não desejo o BEM.

Anônimo disse...

PARABÉNS!!!! EU E A MAIORIA DOS BRASILEIROS TENHO CERTEZA,CONCORDAMOS COM VC! LULA,VAI SE TRATAR PELO SUS....

Anônimo disse...

AGORA TENHO COISAS MAIS IMPORTANTES PRA FAZER DO QUE FALAR DO CANCER DE LULA. PRECISO TROCAR PEÇAS DO FREIO DO MEU CARRO. HA MILHOES DE DOENTES EM SEUS LEITOS QUE SEM RECURSOS PRA BUSCAR AJUDA, MORREM AS MINGUAS. VITIMAS DA CORRUPÇÃO LULISTA E DESVIO DE VERBAS SOCIAIS.TO NEM AI.ALEM DISSO PODE ATE SER MAIS UM GOLPE PARA GANHAR A SIMPATIA DA POPULAÇÃO E COMPAIXÃO DOS MAL INFORMADOS

alexandre disse...

Os jornais e as revistas semanais condenaram de maneira unânime essa campanha "Lula no SUS". Os adjetivos não foram nem um pouco simpáticos. Esgoto, blogueiros descerebrados, baixarias e outras coisas.

Rodrigo Constantino disse...

Uai, e de repente Época e Veja passaram a ser autoridades para a esquerda? A hipocrisia não tem fim...

Um veículo de grande circulação, naturalmente, vai agir dessa forma. Acho até que a Época exagerou na dose, quase puxando o saco do ex-presidente. É politicamente correto suspender ataques durante uma doença grave.

Mas repito: em NADA isso muda o cerne da questão atacado pela campanha! Foi a HIPOCRISIA de Lula, que não muda uma vírgula com a doença ou com a postura da grande imprensa. Eis o ponto-chave!

Anônimo disse...

O melhor do texto foi essa foto ao lado. Ela por si só jádiz tudo sobre o nosso ex presidente.

bebeto_maya disse...

Triste que Lula esteja com câncer, mais triste ainda que milhões de brasileiros sofram com câncer, enquanto esperam pela péssima quimioterapia oferecida pelo SUS.

Pior, durante a espera, o câncer evolui e as chances de cura praticamente somem. Lula está no melhor hospital, com o melhor tratamento e certamente vai sobreviver. Eu, que não tenho plano de saúde nem Sírio Libanês, se adoecer dessa moléstia maldita, ganho um Vale Cova.

Lembro-me de um filme com Jack Nicholson e Morgan Freeman, Antes de Partir, quando o personagem vivido por Nicholson, um magnata da indústria da Saúde, é internado na ala de um hospital ao lado de um mecânico e recebe o mesmo tratamento. Não vejo porque Lula não deveria ser tratado como o povo que tanto acolheu.

maria lucy boitar disse...

Concordo com você em gênero, número e grau. Falar de fora de uma saúde pública notadamente na UTI é muito fácil.Precisar dela e enfrentar as filas, médicos incompetentes e inadequados, sofrer toda sorte de humilhações, é outra conversa.
Aliás, ninguém conversa sobre isso.Parabéns. Tenha uma vida abençoada!

Anônimo disse...

Concordo com tudo que disse...tenho um es marido tenho muitos amigos médicos, um ex marido, uma filha e doisa genros e sabemos o que é a saúde pública no brasil.

Dody Hari disse...

Rodrigo,
impossível não concordar contigo! Acredito que os brasileiros precisam deixar de ser hipócritas se quiserem ver uma luz no fim do túnel e um país decente, sem populismo, demagogia e politicagem.
É só com clareza de idéias que poderemos transformar o nosso Brasil em país justo e bom para todos, e não com Bolsa-família!
Segue abaixo o que publiquei na minha página do Facebook e que vem ao encontro de tudo o que você disse.
"Sinceramente, não entendo a celeuma criada ao redor do caso do Lula. Ele está doente, sim, está, como milhões de brasileiros espalhados pelo nosso país. Não tenho nada contra o ser humano Lula, torço pela sua recuperação, mas concordo com uma parte da população que se pergunta: Por que ele não buscou o tratamento no SUS? Mesquinharia da nossa parte? Vingança? Nada disso, apenas noção de realidade. Ele tem o direito de procurar tratamento em qualquer lugar; no entanto, nesse momento ficou claro o lado politiqueiro do ex-presidente. Quando exercia o mandato, ele dizia que o SUS estava melhorando cada vez mais, que os problemas eram pontuais, etc. Agora percebemos que o que ele queria dizer era: "O SUS está bom, bom para o povão, mas não bom o suficiente para mim". Mas não foi ele que sempre encheu a boca para dizer que era povo?
Reparem que os brasileiros nunca tiveram esse comportamento em relação ao vice-presidente José Alencar, muito pelo contrário, torcemos para que ele encontrasse o melhor tratamento ainda que fosse nos EUA ou na Europa. A explicação talvez esteja no fato de que este sábio homem nunca tenha aberto a boca para debochar do povo dizendo que nosso sistema de saúde estava ótimo.
Realmente, o SUS tem seus momentos de rara competência; pude comprovar isso através de experiências com pessoas muito próximas que recorreram às instituições de saúde federais e foram muitíssimo bem atendidas. Porém estamos falando das grandes capitais das regiões sul e sudeste, mas e o restante do Brasil? Será que temos equipamentos para diagnóstico, material hospitalar, ambulâncias, equipes de enfermagem, corpo médico, enfim, condições básicas para um atendimento decente e de qualidade nos confins de Rondônia, do Piauí ou de Mato Grosso? Triste ver uma mulher precisando de um mamógrafo em Ananindeua (PA) e não ter nenhum para detectar um nódulo ainda no início do processo! Isso salvaria uma vida...
Ninguém quer a morte do Lula, apenas queremos que ele tenha a humildade de reconhecer que foi infeliz em suas declarações enquanto Presidente da República e Hospital Sírio e Libanês deveria ser o padrão de atendimento para todos os brasileiros.
Pensem."

Anônimo disse...

Artigo lamentável, que mistura "abacaxis" com "maçãs" a cada parágrafo. Um festival de asneiras pseudo-intelectuais ou pseudo-filosóficas.
Especialmente nos parágrafos em que o autor relativiza ou questiona o que SUPÕE ser os argumentos cristãos para não se desdenhar da doença do Lula: demostram claramente que, infelizmente, o autor NÃO entendeu a mensagem de Jesus contida nos Evangelhos.
Exemplo de asneira: "Ame o próximo como a ti mesmo. Nunca compartilhei desta máxima. Acredito que ela agride o que há de mais básico em nossa natureza. Penso que, ao suspender o julgamento e colocar todos no mesmo saco do respeito imerecido, estamos sendo injustos com as pessoas decentes". É aí que está o equívoco: do ponto de vista cristão, NINGUÉM, NUNCA, merece ou merecerá respeito pelo que é como ser humano, ou seja, ninguém merece de Deus uma "atenção especial", posto que perante Deus TODOS NÓS somos indignos por nossa condição de pecadores, TODOS, SEM DISTINÇÃO. Por isso, a única solução possível, na relação homem-homem, é respeitar a TODOS pelo fato básico de serem humanos, porque SÓ ASSIM haverá garantia de que EU PRÓPRIO poderei reclamar meu direito de ser respeitado.
Que homem pode ter pretensão de achar que é, de fato, EXISTENCIALMENTE, "melhor" que outro? Só mesmo gente como os defensores da pena de morte são delirantes o suficiente para achar isso - aliás, grupo do qual tenho quase certeza de que este autor faz parte...

Rodrigo Constantino disse...

"Que homem pode ter pretensão de achar que é, de fato, EXISTENCIALMENTE, "melhor" que outro?"

Se o anônimo acima não sabe se é melhor ou não que Hitler como pessoa, então o problema é dele. Melhor manter-se no anonimato mesmo...

Ana PAula disse...

Não sou seguidora de Lula, partido politico etc. Acho lamentável sim a situação em que se encontram os hospitais públicos. Mas nem por isso uso a internet para estravazar minha indignação, aproveitando-me do sofrimento alheio. Deus não agradou a todos, não seria um mortal a fazer isso. Desculpe-me,mas esse texto traduz apenas um sentimento maldoso frente a uma situação tão dolorosa.

Frank Allan disse...

Tenho lido o debate que se formou em cima do texto do Rodrigo e não pude deixar de notar a parcialidade partidária existente não só no texto quanto nos comentários.
Eu, pessoalmente, deixaria o partidarismo de lado, pois é claro que cada um vai puxar a sardinha para si. Na verdade, não conheço um partido que tenha chegado ao poder que seja melhor que os outros. Como os partidos são formados por pessoas, que são políticos e que em sua maioria são execráveis, então não vejo como defender um partido.
Concordo plenamente com o Rodrigo, que, já que o Lula disse que o SUS é quase perfeito, ele deveria dar o exemplo e se tratar lá. Então, há sim uma grande contradição em suas palavras (do Lula). A não ser que ele use o "quase" como motivo para não se tratar no SUS.
Eu, recentemente levei minha mãe no Hospital Federal de Bonsucesso (RJ). Percebi que fizeram algumas melhorias na infra, pois a emergência está com cara de UPA (quase tudo novo, pelo menos ao alcance dos olhos), mas os problemas que vi nesta última vez são os mesmos que vi em 2007, quando levei minha mãe lá na primeira vez: pessoas passando mal no chão, pessoas que estavam internadas, em leitos pelos corredores ou deitadas em assentos de espera.
Minha mãe, por exemplo não conseguiu se atendida porque não havia clínico. Segundo disseram, o clínico estava em cirurgia e o próximo plantonista estava para chegar (já estávamos esperando há mais de 2 horas e não havia previsão de atendimento). Então, migramos para a UPA da Vila do João e lá, após 3 horas de espera, ela finalmente foi atendida e o processo de atendimento (verificar pressão arterial, exames de sangue e etc) levou cerca de 2 horas.
Não dá para achar que este tipo de atendimento e estrutura possa se chamar de "quase perfeito". É óbvio que falar isso é demagogia pura, com o único interesse eleitoreiro.
Confesso que sempre simpatizei com o Lula, tanto que votei nele no 2o mandato (no 1o mandato não votei, pois estava morando fora da minha zona eleitoral), mas tento ser o mais imparcial possível. Seria interessante se todos pudessem ou conseguissem fazer o mesmo.

joaquim9455 disse...

"Cuba é mais pobre do que o Brasil,em tudo!Mas eu notei algo diferente naquela povo,aquele povo tem mais dignidade do que o povo brasileiro".Lula falando no Foro São Paulo sobre os 50 anos da revolução cubana.Onde o Lula nasceu?Ele é brasileiro?

Maria Paula Pacheco disse...

Tenho um único 'retoque': pena eu tenho sim, como teria de qualquer ser humano. Mas é só. Respeitando inclusive sua escala de prioridades.