quinta-feira, fevereiro 14, 2013

Como a venda de estatais salvou o Brasil


Excelente resenha do meu livro "Privatize Já" escrita por José Maria e Silva para o Jornal Opção.

"Se o movimento pelas Diretas Já devolveu ao cidadão seus direitos políticos, ainda falta ao Brasil devolver às pessoas seus direitos econômicos — começando pelo direito de não ser escravizado por impostos, que roubam o salário do trabalhador e o lucro das empresas, sem devolver praticamente nada em troca, pois os serviços públicos são muito ruins." (José Maria e Silva)

13 comentários:

Anônimo disse...

Rodrigo, resumindo os problemas contemporâneos da economia brasileira:

1 - A economia cresce a taxas inferiores ao compatível com sua categoria de emergente. Isso ocorre por culpa do câmbio valorizado, que incentiva importações (provocando desindustrialização) e desincentiva exportações (provocando déficits em CC).

2 - A inflação está acelerando, mas não pode ser por pressões de demanda, vide o baixo crescimento e o câmbio valorizado. Além de choques de oferta negativos advindos da mudança climática sobre a agricultura, o fator inercial não pode ser negado. Aqui, novamente, o congelamento de preços não pode ser descartado como mecanismo político racional.

3 - A tese do pleno-emprego é absurda. Seja nas periferias das grandes cidades, seja no campo, há um grande contingente de braços disponíveis a entrar no mercado de trabalho. A própria definição de pleno-emprego entendida pelo mainstream é absurda, uma vez que a PEA aumenta com a demanda efetiva.

4 – A política monetária é adequada. Como estudado nos modelos de expectativas racionais, a política ótima é aquela em que as autoridades sinalizam ao mercado uma baixa tolerância com a inflação, e na prática fazem o contrário. Desta maneira, os empresários tomarão o aumento de preços como um aumento de preços relativos de seus produtos, e aumentarão a produção.

Nesse sentido, as melhores recomendações em termos de política são as seguintes:

1 – Ao invés de se ter metas de superávit primário, é primordial que o Estado utilize a política fiscal para induzir a demanda efetiva e contrabalancear o choque negativo de oferta vindo da agricultura.

2 – Ao invés de câmbio flutuante, é mais proativo adotar taxas múltiplas de câmbio, favorecendo com taxas valorizadas o setor de bens de consumo e com taxas desvalorizadas o setor de bens de capital e os exportadores.

3 – Ao invés de se insistir em metas de inflação (talvez, mantê-las nominalmente para ancorar as expectativas de mercado), é mais efetivo diante da própria natureza dessa aceleração inflacionária (como visto, não pode ser causada pelo lado da demanda) a política de congelamento de preços, que ataca a verdadeira raiz do problema: o componente inercial.

Abraço

Rodrigo Constantino disse...

Nunca vi tanta besteira junta!

Aliás, essa receita já foi testada no passado, e só trouxe desgraça.

Pablo Moron disse...

Aeee Rodrigo, o Sarney tá frequentando seu blog!

Anônimo disse...

Esse primeiro comentário só pode ter sido pegadinha, pq pqp nunca vi tanta bosta junta, só faltou o cara propor reestatizar empresas de serviços básicos, e fechamento total da economia, contra o grande demônio capitalista vulgo EUA.

Anônimo disse...

Esse primeiro comentário só pode ter sido pegadinha, pq pqp nunca vi tanta bosta junta, só faltou o cara propor reestatizar empresas de serviços básicos, e fechamento total da economia, contra o grande demônio capitalista vulgo EUA.

Alex disse...

Este comentário apareecu no meu blog também. É trollagem...

samuel disse...

Abraço de Tamanduá do Anonymous das2:56 PM. CONCLUO: 1. é economista
2. é funcionário público 3. é candidato a uma sinecura no governo Dilma.
Somente concordo com o item 3 - A tese do pleno-emprego é absurda.
Vide:
A real taxa de desemprego no Brasil
http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1471

Anônimo disse...

O primeiro comentário foi da Cristina kirchner. Afinal a economia argentina cresce a taxas galopantes com uma inflação baixissima!

Anônimo disse...

Ao brilhante cabedal de medidas sugeridas pelo primeiro anônimo a postar aqui, eu sugeriria também a importação de carne europeia com adição de carne equina (mercadoria que pode ser comprada a um preço baratinho, baratinho). Assim, poderemos repetir o estrondoso sucesso do leite condensado de Chernobyl no combate à inflação do Plano Cruzado.

PS: Que surpresa: o congelamento de preços na Argentina está causando falta de produtos. Nunca iria imaginar que a colocação artificial de preços abaixo do de equilíbrio oferta/demanda iria causar escassez.

Anônimo disse...

Quando estará disponível aplicação no Over de novo e estou preparando o cofre para guardar as verdinhas em casa?

Anônimo disse...

Rodrigo,

O blog tá meio devagar, só pra lembrar, o ano começa hoje.

Abs

Emílio disse...

Rodrigo:

Gostaria de deixar uma sugestão para o seu blog: a republicação de artigos de Jose Guilherme Merquior e de Roberto Campos, os dois últimos grandes defensores das idéias liberai que o Brasil teve.

Anônimo disse...


Constantino, está na hora de você fazer um tour pelo Brasil divulgando seus livros em escolas públicas e particulares e seja o que Deus quiser e ele ha de querer.