quinta-feira, março 30, 2006

Astronauta Milionário



Rodrigo Constantino

Deve ser fantástico fazer uma viagem espacial. Recentemente, tivemos alguns casos de milionários que pagaram caro por tal sonho. Direito deles decidir o destino do dinheiro que ganharam. Mas quando o governo de um país repleto de pobres, como é o caso do Brasil, gasta milhões para mandar um astronauta em uma viagem cuja missão pertence à Rússia, sequer com intercâmbio tecnológico, devemos questionar a lógica dessa atitude.

O que o país ganha com isso, para justificar um gasto tão elevado por parte do governo? Será que o tolo orgulho nacionalista, cuja mentalidade coletivista costuma ocultar um sentimento de inferioridade em nível individual, justifica tirar os parcos recursos do povo sofrido para bancar o sonho de um astronauta e o capricho de um governo que sofre de megalomania? Será que por se tratar de ano eleitoral devemos suspeitar desta custosa aventura? São perguntas que ficam suspensas no ar, assim como “nosso” felizardo astronauta, que realiza um sonho milionário com o suor alheio. O governo mandou, literalmente, nosso dinheiro para o espaço!

7 comentários:

Vin disse...

Boa, boa, boa...

Morte a este ufanismo inútil...

Anônimo disse...

Discordo desse pensamento de resultados a curto prazo de vocês. Leiam "Asas da Loucura" antes de darem alguma opinião nesse assunto.

Adm. Jefferson James

Rodrigo Constantino disse...

Como assim curto prazo? O excesso de gasto estatal é o maior inimigo do progresso. É justamente o contrário! Um gasto aqui ou acolá pode até ser justificado no curto prazo, mas no longo prazo é mortal essa mentalidade estatolatra.

Eu costumo dizer que a esquerda considera coisa de chato liberal os conceitos de "custo de oportunidade" e "escassez de recursos". Querem sempre mais e mais e mais gastos públicos, para a cura de todos os males do mundo. Ignoram de onde virão os recursos. Ignoram que o Estado não pode dar sem tirar antes.

Sergio Oliveira disse...

Tu é muito figura !!! Tá bem escrito e engraçado. Mas poxa, o cara batalhou para ser escolhido. Tu leu a história de vida desse cara? Pô, isso não caiu de graça no colo dele não.

Isso não tem nada haver com política. O Brasil participou do consórcio para a estação espacial e o acordo previa o envio de um brasileiro. Tá certo que isso custa dinheiro, mas se fomos por esse pensamento então tem que privatizar o governo. Pra que serve congresso ??? Pra que serve camera de vereadores ??? O que essa galera da democracia produziu para o Brasil em 2005 ??? Algumas leis fajutas, cpis inúteis e nada mais. Isso sim é piada.

Rodrigo Constantino disse...

Sei que o cara se esforçou. Mas ganhou o presente com o suor dos outros, provavelmente por interesses políticos do Lula. No site da NASA consta "nosso" astronauta como acordo comercial, exatamente igual ao milionário que pagou para viajar. O dinheiro do contribuinte foi mesmo para o espaço!

Francisco disse...

Ele iria viajar como astrounata da missão, mas o país não fabricou as peças que era responsável, e a única maneira de fazer ele voar foi da mesma maneira que eu iria: pagando por isso.

Anônimo disse...

Caros Amigos!

Mesmo diante de tantas roubalheiras, delegar ao governo Lula a culpa pelos gastos da viagem do astronauta brasileiro é um pouco demais...Esse acordo já tem um bom tempo, quase 8 anos eu acho, bem antes do governo Lula, o astronauta Marcos Pontes já vinha se preparando..como mencionado anteriormente, a coisa não veio de graça assim não...Muito mais se gasta e se gastará com os aumentos dos servidores publicos dos três poderes..e doa funcionários da camara..não dá nem pra comentar..é piada mesmo..