quinta-feira, setembro 21, 2006

El Diablo



Rodrigo Constantino

O Chávez que falou na ONU não é o mesmo que apanhava do “seu” Madruga, mas é um grande comediante também – e merecia uns bons cascudos, sem dúvida. De tempos em tempos, o presidente venezuelano garante a diversão dos que estão longe de seu país – pois lá resta apenas o sofrimento do povo miserável, não obstante todo o “ouro negro”. Chávez é um palhaço. Mas um palhaço cheio de petróleo, com forte ranço autoritário, e por isso um palhaço muito perigoso.

Dessa vez Chávez usou o seu espaço na ONU para atacar uma vez mais o presidente Bush, seu bode expiatório predileto para justificar as suas atrocidades domésticas. Disse que ainda sentia o cheiro de enxofre, pois “um diabo” havia estado ali. Chávez foi, depois de se reunir com o Satã em pessoa, o líder da teocracia do Irã, usar a liberdade que existe nos Estados para atacar o presidente daquele país. Na Venezuela, pobre do coitado que ousar chamar o presidente daquilo que é. Eu, que não gosto de Bush, não consigo deixar de sentir mais simpatia por ele quando essas figuras pitorescas atacam-no dessa maneira. Quem tem Chávez e Mahmoud Ahmadinejad como inimigos já é, em parte, meu amigo. Talvez um colega, vai.

Chávez disparou suas estultices segurando na mão um livro do “guru” da esquerda, o lingüista Noam Chomsky. Seu trabalho sobre a linguagem é elogiado por muita gente séria, mas infelizmente Chomsky há muito abandonou os estudos sobre a sintaxe, preferindo reproduzir chavões idiotas para virar celebridade entre rebanhos bovinos. Trocou a ciência pelo Fórum Social Mundial, em resumo. E foi agraciado com o reconhecimento, pela turma do rebanho, de ser o maior “intelectual” do mundo. Pois é. O maior “intelectual” do mundo está apoiando a candidatura de Heloísa Helena no Brasil, aquela que garante que um país não pode ter inflação sozinho, sem que o resto do mundo tenha também. Ela nunca ouviu falar em Zimbábue, onde Robert Mugabe colocou em prática boa parte das baboseiras que ela prega, levando o país a 80% de desemprego e mais de 1.000% de inflação!

Tais são os ícones da esquerda mundial, que prega um “novo mundo” possível, um mundo diametralmente oposto ao capitalismo. O novo mundo possível é rejeitar o modelo americano, que criou a nação mais próspera do globo, e seguir no rumo de Zimbábue. Chomsky acha isso maravilhoso na teoria, mas na prática ainda prefere continuar nos Estados Unidos, país do demo. Aqueles milhões de imigrantes que saem dos países adorados pela esquerda e tentam a vida, ainda que de forma ilegal, no “antro” capitalista, são apenas egoístas e vítimas da alienação. Ainda não descobriram que o paraíso é a ilha-presídio do ditador Fidel Castro, camarada de Chávez e Lula. Precisam da sabedoria dos iluminados intelectuais de esquerda, ainda que na marra. Os ingratos mal agradecidos que morram no paredón! Tudo pela igualdade, mantendo as gritantes diferenças de poder e dinheiro tanto dos governantes populistas como dos intelectuais de esquerda. A simbiose perfeita dos pérfidos. Chomsky estudou a fundo a linguagem, mas desconhece a palavra “escrúpulo”.

Lênin, outro ídolo da esquerda, que conseguiu matar em poucos meses o que os czares levaram anos, dizia que o importante era os comunistas acusarem os inimigos daquilo que eles mesmos eram. Inverter a realidade, eis o objetivo. Desde então, os comunistas imaginam um espelho, e ligam a metralhadora giratória, cuspindo agressões toscas. Chávez fez exatamente isso, quando chamou Bush de “el diablo”. Se Lúcifer tem de fato filhos no planeta Terra, eles estão agrupados no Foro de São Paulo, que o PT de Lula ajudou a criar, ao lado das FARC e de Fidel Castro. Um novo mundo é possível. Um mundo onde Belzebu em pessoa dá as cartas, através desses ditadores adorados pelos intelectuais de esquerda. Se esse mundo de fato um dia chegar, parem-no que eu vou saltar!

21 comentários:

Raphael Silveira disse...

Rodrigo, meus elogios seram meras fichinhas pra você mas, parabéns mais uma vez pelo excelente artigo...Sou um leitor ávido e gostaria que continusse com os artigos. Um grande abraço.

eu msm... disse...

serão...

MEDEROVSK disse...

O CHAVES CONTINUA VENDENDO PETRÓLEO PARA OS STATES???

ALIMENTANDO O DIABO?

SÓ QUERIA ENTENDER. UM ABRAÇO.

Nathi disse...

Rodrigo, obrigada por ter me adicionado na lista.
Vi seu blog por acaso e achei muito bom.
Realmente, além de ser crítico você escreve maravilhosamente bem.

Obrigada mais uma vez.
Nathalie

Thiago Baptista disse...

simplesmente perfeito, parabéns!

Bianco disse...

Mais um excelente artigo, Rodrigo.
Realmente, se o coisa-ruim tem generais por aí, eles são os chefões do Foro de São Paulo.
Aliás, para quem já leu sobre o Foro e sabe como ele funciona, os acontecimentos dos últimos meses na Venezuela, Bolívia e Brasil; a solidariedade grupal Chavez-Cuba-Lula-Morales-Kirchner, tudo é de uma clareza pedagógica e os próximos atos da gangue são incrivelmente previsíveis.
Mas por que será que ninguém na mídia tem coragem de dizer o maldito nome dessa organização? Mesmo o Reinaldo Azevedo não se atreve. Que coisa, hein?

Bianco disse...

Mais um excelente artigo, Rodrigo.
Realmente, se o coisa-ruim tem generais por aí, eles são os chefões do Foro de São Paulo.
Aliás, para quem já leu sobre o Foro e sabe como ele funciona, os acontecimentos dos últimos meses na Venezuela, Bolívia e Brasil; a solidariedade grupal Chavez-Cuba-Lula-Morales-Kirchner, tudo é de uma clareza pedagógica e os próximos atos da gangue são incrivelmente previsíveis.
Mas por que será que ninguém na mídia tem coragem de dizer o maldito nome dessa organização? Mesmo o Reinaldo Azevedo não se atreve. Que coisa, hein?

Juliano Camargo disse...

Não dá nem pra comparar o nível de Chávez e Ahmadinejad. Apesar de serem ambos aliados contra 'a América', há uma grande diferença qualitativa entre expor as contradições da diplomacia americana, e defender que não há paz possível em um mundo onde países intervém 'pela democracia' em outros países milhares de quilômetros de distância, defesa que Ahmadinejad fez em seu discurso na assembléia geral, e o outro palhaço que foi lá para falar merda, falar de enxofre e de diabo, para jogar o assunto para a platéia.

Completamente imprópria a conduta de Chávez. Deve ter achado que estava não na asssembléia da Onu com representantes do mundo inteiro, mas em seu aconchegante programa de rádio semanal.

léo medeiros disse...

Caro:
Se o Chavez cortasse o fornecimento de petroleo aos EUA
teria a guerra imediata contra a Venezuela, possivelmente
com invasao directa.
Chamar o Bush de diabo que cheira a enxofre faz parte
do estilo algo jocoso do Chavez, talvez para desdramatizar
ou para desmoralizar o personagem.
Jorge Figueiredo

> Saudações,
>
> Falo de Cuiabá, Mato Mrosso , Brasil....
>
> Acesso sempre vosso site e gostaria de que me fosse esclarecido, sobre o
> comercio de petróleo entre a Venezuela e os EEUA; se a demonização do Bush
> por Chavez não constitui apenas um pano de fundo hipócrita?...me parece
> estranha a relação comercial da Venezuela mantendo o fluxo de petróleo
> para os americanos , enquento os ataca pela mídia; não seria mais lógico
> suprimir esta venda ao inimigo?
>
> Atenciosamente
>
> léo Medeiros

Anônimo disse...

Rodrigo, meu comentario nada tem haver com este texto. Eu vi na biblioteca la da UCSAL, um livro do Paulo Bonavides(autor esquerdista) chamado "Do estado liberal ao estado social". Queria so saber se vale a leitura.Valeu!

Anônimo disse...

Rodrigo, eu sou o mesmo do post acima sobre Bonavides. É muito dificil convencer os menos "letrados" a nao votar no "Discaradão"(como diz uma amiga minha) pq eles falam que o feijao abaixou, os eletrodomesticos abaixaram....efim para esses ai, nada sobre essa baixaria importa, mas sim a comida barata para o pobre. Tentei discuti com o vendendor de Hamburgueres que vai votar na Mulla Gigante, mas nao importa o que eu fale, ele diz que o feijao dele abaixou, ta mais barato e é isso que importa. Pra esses, a corrupçao e falta de etica sao um mero detalhe. Como fazer para mudar a mente desses alienados??O que vc faria? Abraços novamente!

Anônimo disse...

Chavéz é um sucesso aqui no Rio. A cantora Beth Carvalho não perde a oportunidade de defendê-lo na TV. Fala coisas absurdas, acha ele é um santo. É mais uma "intelectual" brasileira.

Aliás, nos últimos anos, eu tenho observado que o pessoal aqui no Rio tem escolhido sempre os piores políticos, parâmetros e exemplos. Parece que existe uma lista dos políticos ruins, aí o cidadão deste Estado diz: "chovê", qual é o pior? E escolhe o mais tosco.

E veja só, agora a mulambada (oriunda dos partidos comunistas e adjacências) de outros estados brasileiros estão correndo pra cá.

E dizem que o Rio é mais politizado, pois sim... Se Chávez for "destronado" na Venezuela, já tem um bom lugar pra se candidatar: o Rio.

Parabéns pelo blog.
Liberais vivem mais!

Jacaré Doido disse...

Também quero saltar! É como dizia um personagem do Jô, me tira o tubo!!!

Gabriel disse...

toda vez que eu venho ler aqui me deparo com extos ótimos parabéns.
o proverbio desse podia ser : "quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece"
hueuheuheuhue
abraço

Anônimo disse...

Realmente Gabriel, concordo com vc. Mais uma vez, parabéns Rodrigo pelo seu labor intelctual.

cord.
Dartagnan
http://zanela.blogspot.com
http://zanela.tk

Luiz Barretto disse...

Prezado Rodrigo,

Achei legal teu comentário, tua maneira de pensar. Porém, acho tão perigoso quanto o pensamente de Chaves.
De qualquer maneira, parabéns pelo blog, continue!
Atenciosamente,
Luiz Barretto

Rover disse...

Engraçado q esses caras falam e falam das maravilhas vermelhas, mas moram nos EUA, Inglaterra... confortavelmente. É o marxismo com coca-cola, do Roberto Campos, inato nessa gente.

Anônimo disse...

Tá vendo? minha mãe sempre disse que é só isso que se pode esperar dessa "gentália"...........

Ainda mais com o chaves únido com a bruxa do 71(Fidel Castro) e com o seu Madruga(Ahmadneijdad)......

É uma comédia trágica. tipica de uma vila suburbana(América Latina). E o final, todo mundo já viu varias vezes,(assim como as sucessivas repetições do seriado). Mas o telspectador(eleitor latino americano) tem a estranha fixaçÃo em repitir a mesma formula.....

No final, nÃo adianta vir com essa estória de que: " FOI SEM QUERER,QUERENDO"..............

Kiko disse...

Tá vendo? minha mãe sempre disse que é só isso que se pode esperar dessa "gentália"...........

Ainda mais com o chaves únido com a bruxa do 71(Fidel Castro) e com o seu Madruga(Ahmadneijdad)......

É uma comédia trágica. tipica de uma vila suburbana(América Latina). E o final, todo mundo já viu varias vezes,(assim como as sucessivas repetições do seriado). Mas o telspectador(eleitor latino americano) tem a estranha fixaçÃo em repitir a mesma formula.....

No final, nÃo adianta vir com essa estória de que: " FOI SEM QUERER,QUERENDO"..............

Anônimo disse...

Se o mundo todo vivesse como os americanos, basta analisar pelo consumo energético por pessoa, os recursos acabaraiam logo e o custo de vida seria inviável além dos problemas ambientais que todo mundo sabe. O motivo das pessoas quererem ir para os estados unidos e o mesmo que o cara que puxa a carroça tem de querer ir montado nela.

Cientista disse...

Acho mais palhaço você que escreveu isto na rede.
Os EUA tem uma dívida hitórica com os povos da América latina.

Seu artigo bem mais de carater idologico. se desejas expressar seus pensamentos reacionários e facistas não se apegue em um fato isolado seja mais direto.

Viva Chavez e a revolução bolivarista!!!!!!