sexta-feira, setembro 01, 2006

O Extraterrestre



Rodrigo Constantino

“Tenho até dúvidas se a gente conseguirá fazer tudo, mas de uma coisa podem ter certeza: não será por falta de esforço, por falta de lealdade aos princípios que me fizeram chegar à Presidência da República que não vamos cumprir. Se a gente não cumprir, é porque houve fatores extraterrestres que não permitiu que cumpríssemos.” (Lula)

Eu já vi um OVNI. Mais de um. Não chegavam a voar, é verdade. Mas carregavam vida extraterrestre dentro. Tenho certeza! Um deles tinha um ser bem parecido com uma cadela, que desfilava com carro oficial do governo brasileiro e atendia pelo nome Michele. No outro, vinha o líder dos ETs. Bem parecido, ao menos na carcaça, com os seres humanos. A maior diferença perceptível é que continha 9 dedos apenas, em vez de 10. No restante, passaria tranqüilamente por um de nós. A visão humana é limitada, pode enganar. Mas sempre soube que tratava-se de um ET.

Esse ET vive entre os humanos faz tempo, e chegou a se disfarçar de operário – mas nunca gostou de trabalhar de verdade. Gostava mesmo de cachaça e bravatas. Creio que possa ser para melhorar a eficiência do disfarce. A política sempre o interessou. Após precoce aposentadoria, logrou chegar ao poder, depois de várias tentativas. Para tanto, apelou para um estelionato eleitoral. Não sei ao certo de qual planeta esse ET veio, mas com certeza não deixa nada a desejar em relação à malandragem que virou orgulho nacional por aqui. Pelo contrário: seria reitor na escola onde os malandros brasileiros estudaram...

Depois de usar a bandeira da ética para enganar inocentes úteis, rasgou a bandeira e ensinou aos escoteiros mirins de antes como se faz de verdade. Durante seu governo, tivemos de tudo: “mensalão”, sanguessugas, vampiros, dinheiro na cueca etc. O poder de hipnose do ET é elevado, e vem do seu carisma. Muitos inocentes úteis ainda idolatram o ET, e afirmam que o “mensalão” não foi inventado por ele. Ignoram que o “mensalão” é a pontinha do iceberg de corrupção montado durante seu governo, onde seus principais aliados foram acusados de vários crimes e tachados de “quadrilheiros” pelo isento Procurador Geral da República. O ET queria controlar a máquina estatal toda, no fundo.

O ET demonstra enorme ranço autoritário também. Deve ser normal no planeta de onde veio. As amizades com ditadores sempre foi algo comum para ele. Quando um jornalista disse que ele gostava de beber, seu impulso foi querer expulsar o sujeito do país. Entre seus projetos de governo, controlar a mídia sempre pareceu uma prioridade. O ET gosta de monólogos mas detesta dar entrevistas também. Recentemente fugiu de mais uma. Não quer dar explicações sobre os infindáveis casos de corrupção ocorridos bem diante de seus olhos alienígenas, que, quando interessa, nada enxergam. Deve ser uma característica de sua espécie, o olhar seletivo e a cegueira voluntária. Agora pretende ir além, e quer vetar na Justiça que seus opositores explorem na campanha as vastas cenas de corrupção do seu governo. O ET sempre detestou fatos!

Durante o governo do ET, o crescimento brasileiro foi pífio, mais que medíocre. O mundo todo voando como uma águia, e o Brasil tentando seu vôo de galinha – desajeitado, barulhento e sem altitude. Mas os inocentes úteis, autômatos como cães de Pavlov, celebram a mediocridade, e aplaudem o ET. Ganham um osso em troca. Ficam felizes. O ET sabe como domar os ignóbeis. O ET sabe como conquistar os sacripantas. O ET é apedeuta, não aprendeu a falar nossa língua direito, mas de bobo não tem nada. Bobos são aqueles que acreditam no ET.

Espero apenas que, tal como o ET de Steven Spielberg, esse ET consiga finalmente voltar para o lugar de onde veio. O problema é que o ET, com seu poder destruidor, matou até mesmo a esperança. Resta agüentá-lo fazendo estragos no nosso mundo por mais 4 anos...

11 comentários:

Juliano Camargo disse...

Esse ET quando bebe é uma tristeza para a diplomacia brasileira...

http://www.estadao.com.br/ultimas/nacional/eleicoes2006/noticias/2006/ago/31/214.htm

Blogildo disse...

Eles estão entre nós!!!! Hahahahahaha!

Cara, que artigo espirituoso. Ri muito com a analogia.

Anônimo disse...

Olá Rodrigo

Mais um excelente artigo.

Vou reproduzi-lo

Abs.

Welington Heringer

Naomi Rita disse...

e o pior é que este imbecil vai ganhar a eleição... excelente artigo...

Ekilibrus disse...

Pode mudar o Presidente mas não pode mudar um povo...
Cumps

C. Mouro disse...

Lulla tabém amaciou o discurso, já até se disse contra as invasões que ferem a lei e etc. HH também já amaciou. Enfim, esses crápulas são políticos, tipos da pior espécie.
Rapaz, fiquei muito decepcionado com o artigo sobre o gabeira.
Uma conversa com lulla ou HH talvez produzisse o mesmo efeito. Não é bom negócio se deixar envolver pelo glamour destes crápulas.
Abs
C. Mouro

C. Mouro disse...

Vi na pg Limpa Brasil que o TSE está proibindo (censurando democraticamente ...hehehe!) ataques a lulla:
É curioso, e isso já é antigo.
Quando a esquerda xingava, atacava da forma mais baixa e mentirosa possível, chamavam isso de democracia. Porém, já de muito a tal JUSTISSA* eleitoral proibe que se fale contra a esquerda. Por exemplo maluf foi proibido de falar de marta e sobre a preferência do PT pela bandidagem. Há outros casos. Mas é notório o tal "direito de resposta" nas propagandas políticas e mesmo as proibições cada vez mais frequentes. Bem, se na traseiruda ditadura br os milicos invocassem uma justissa* eleitoral (aparelhada com seus partidários) para legalmente censurar, certamente que haveria gritaria contra a ditadura (dita dura). Mas quando é a esquerda que se beneficia, está tudo bem.
Curioso é que mesmo crimes hediondos que se dizem praticados por motivação política são mitigados por serem praticados em nome de "ideais" políticos, anistia-se ou reduz-se drasticamente a pena. Ou seja, "entende-se" que têm fortes motivos altruístas (mas só os crimes da esquerda). O preconceito contra ricos, empresários e comerciantes (contra estes dois preconceito estabelecido em lei: justissa trabalhista e lei do consumidor) é até enobrecedor, e já assim vem tomando forma o preconceito contra o homem e o branco. Certamente estes preconceitos são enobrecedores ante a moral ideológica vigente (de jogar uns contra os outros em benfício do Poder estatal: arte milenar). Ou seja, os sindicalistas, covardemente, cometerem ataques a empresas e empresários, os xingamentos que fazem em frente às empresas e mesmo a violência contra os não alinhados com a greve e a logorréia falaciosa, isso pode e é legal. Os políticos (=crápulas safados) atacando empresários e incentivando o preconceito e a violência contra eles, também pode, é democrático; eles não conseguirão proibir os discursos esquerdistas, que fazem parte da política por mais mentirosos que sejam. As esquerdas e os safados aplaudiram a decisão final que autorizou um livro onde o autor era acusado de calúnia e difamação. Diga-se o autor escreveu para favorecer a esquerda (se calúnia devia ser proibido, se verdade permitido), e a esquerda invocou a "liberdade de expressão"..... Mas se a justissa* eleitoral proibe a fala de um candidato (há várias eleições isso ocorre) ninguém fala nada, PORQUE QUEM DÁ A PAUTA É SEMPRE A ESQUERDA, os não esquerdistas estão sempre na rabeira (como diria Lennin) por não terem a mesma pujança moral que a esquerda ostenta.
Porra! ...se alguam vez tivessem proibido o lulla ou demais crápulas de fazerem suas fofocas incentivando preconceitos e violência contra os ganânciosos e etc., certamente não se entenderia isso como "bons modos" ou justiça, mas sim como CENSURA, como DITADURA e etc. mas quando a CENSURA FAVORECE A ESQUERDA ...AHHH! ...tudo bem!
Da mesma foram acusam os que combateram os socialistas de terem cometido crimes, mas nunca os covardes crimes praticados perlos socialistas, contra inocentes.... "eram crimes por ideais políticos!" dizem. Mas os dos milicos não o eram????? ...se crimes são perdoados e tolerados por serem de motivação política e mesmo os eleitos gozam da canalhíssima imunidade parlamentar, COMO PODE A JUSTIÇA ELEITORAL PROIBIR, CENSURAR, A PROPAGANDA POLÍTICA E TODOS FICAREM CALADOS COMO ANUINDO COM ISSO?????
Ora, se políticos gozam de imunidade contra seus crimes, se invocam a liberdade de expressão (que não é liberdade de caluniar: relato de fatos falsos, que é diferente de se expor fatos verdadeiros e de expor evidências e conclusões próprias) para falarem o que desejam, mesmo incentivando o preconceito, o ódio e a violência entre "classes", raças e opiniões em nome do socialismno que se diz a favor dos oprimidos, COMO PODEM PROIBIR E CENSURAR AS PRÓPRIAS CAMPANHAS POLÍTICAS ...E NIGUÉM DIZ NADA!!!!!!!!!!!!! ONDE ESTÀ A GRITARIA CONTRA A CENSURA E A DITADURA???? (isso já ocorre de longa data, agora democraticamente, na epoca dos milicos era ditadura, agora é "bons modos")
.
...só se repete o que sai em jornais ou é dito por celebridades e autoridades????? ...é isso??? será o argumento da autoridade o único argumento válido??? os fatos, os raciocínios, evidencias não servem? ...onde não há glamour não há verdade????
.
Abraços
C. Mouro

josuel disse...

c.mouro concordo com tudo o que você escreveu neste artigo. A esquerda comete os piores crimes, viola leis e todo mundo aplaude. Quando a direita esboça alguma reação chove críticas de todos os lados. Eu penso que isto acontece porque porque os líderes e seguidores da direita se calam. Precisamos iniciar um movimento para levantar a direita. Eu não tenho vergonha de proclamar minhas idéias.
Se os líderes da direita principalmente os formadores de opinião se levantarem e conclamarem seus seguidores tenho certeza que serão ouvidos.
Chega de esquerdismo neste País. Corremos o risco do Brasil virar uma Venezuela.
Isto só vai acontecer se a direita se calar..

Anônimo disse...

Foi pela direita que o Lula ganhou..só besteira!!

C. Mouro disse...

A questão são os valores ideológicos, a moral vigente, quen não ´permite a crítica aos safados, embusteiros; criticar os bandidos é coisa feia. Bonito, elegante, valorizador e etc., é dar a outra face, é amar o inimigo, é não julgar, é dar atodo que te pedir, é se roubarem o que é teu não o reclames e etc.. Enquanto essa moral quinta coluna persistir, tudo que não presta florescerá livre leve e solto!
Quando comecei a participar de debates na internet, ninguém ousava criticar a esquerda, pois que representavam os "mais altos ideais humanitários" (uma farsa safada), e como na estórias sobre as belas roupas do rei (o rei está nú), as "belas pessoas" temiam ver a verdade e serem consideradas as "más pessoas". ASssim, a crítica a esquerda era apenas para dizer que tais "pessoas maravilhosas" que se moldavam a moral ideologica vigente: amor aos oprimidos, aos pobres, a pobreza e o rancor contra os ricos e felizes, estariam erradas quanto aos resultados do que sinceramente preconizavam. Era lindo elogiar a esquerda, mesmo a raivosa e assassina, pois isso valorizava moralmente o sujeito (ideologicamente). E como todos querem seguir a moda para serem considerados "antenados, modernos, chiques e etc.", tudo assim rola. É muito feio julgar! é muito feio chamar safados de safados, é muito feio querer justiça, pois belo é perdoar, é se entregar, é amar o inimigo. Claro que o inimigo aplaude a moral que o protege e valoriza.
Enfim, essa podridão levará décadas ou séculos de dor para que se pense em retomar os valores racionais (filosóficos) e abandonar valores ideológicos concebidos para favorecer o Poder político e induzir à servidão voluntaria.
Abraços
C. Mouro

Anônimo disse...

Juliano, esse ET é movido a cachaça. é o alimento natural dessa espécie.

Deviam entregar isso para a NASA!!!!!!!!