terça-feira, fevereiro 03, 2009

Deu em O GLOBO

6 comentários:

Yashá Gallazzi disse...

Parabéns pelo artigo Rodrigo. Não só porque é muito bom, mas também por ter sido publicado na versão impressa do jornal.
Aliás, uma curiosidade: salvo engano, eu já havia lido este artigo na seção de "Opinião" da versão on-line do jornal. Estou certo?
Se estiver, gostaria de saber como se dá o processo de publicação no jornal impresso. Eles pegaram o seu artigo do jornal virtual e o usaram na versão tradicional? Ou você o escreveu especialmente para as páginas impressas?
Abraços,

Yashá Gallazzi.

Rodrigo Constantino disse...

Yashá,

É um artigo um pouco diferente, preparado para a versão menor impressa. Foi através do Instituto Liberal que chegou ao jornal.

Rodrigo

Yashá Gallazzi disse...

E nesse instituto - ou no Millenium - há vagas?

Maristela disse...

Parabéns pela divulgação,bem merecida de seu artigo, Rodrigo.
Maristela.

Poesia disse...

Gosto muito dos teus artigos, te acho uma pessoa muito lúcida. Sempre que possível envio link dos artigos para minha lista de emails.
Acho brilhante a forma como você desenvolve e embasa os artigos.
Parabéns, você escreve muito bem.
Renata,Bsb

Laguardia disse...

Amigos.
Não sou jornalista nem escrevo bem.
Sou aposentado, recebendo do INSS e tendo o IR descontado na fonte. Não recebo as benesses de nosso apedeuta mor que tem pensão do INSS acima do máximo, isento de Imposto de Renda por se achar perseguido político, ou melhor, por se anistiado político.
Luto com as armas que tenho que é um blog, como forma de desabafar ao ver tanta roubalheira, falta de ética, falta de honestidade e principalmente falta de vergonha na cara desta quadrilha que tomou de assalto o Palácio do Planalto.
Quero convidar os amigos a participarem da minha forma de protesto, o blog Brasil – Liberdade e Democracia - http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/.
Se não levantarmos nossas vozes em protesto o que será deste país para nossos filhos e netos?
Agora é a hora de lutarmos por uma pátria livre democrática, e sobre todo com governantes honestos e éticos.