terça-feira, junho 09, 2009

Morre ditador admirado por Lula



Morreu o ditador do Gabão Omar Bongo, que estava no poder havia 41 anos. O governo fechou as fronteiras e colocou militares na rua.

Depois da "aposentadoria" de Fidel Castro, camarada de Lula que passou o controle de sua ilha particular para seu irmão, Bongo era o ditador mais antigo no poder. E pasmem!, tinha a admiração do presidente Lula, que certa vez, em visita ao Gabão, disse que fora lá "aprender como ficar 37 anos no poder".

Alguém lembra?

Lula, PT, ditadores assassinos, tudo a ver!

6 comentários:

André Barros Leal disse...

dentre todos os aspectos da personalidade deste sujeito que, não sei como, se apossou da presidência deste país, com certeza a capacidade de ficar totalmente à vontade junto a ditadores e assassinos me assusta.

a3m disse...

Prezado André,
O Lula se tornou presidente através de um processo democrático. Ditadores assassinos costumam também gozar da companhia de gente esclarecida, como, por exemplo, Roberto Campos, sempre citado neste blog.

André disse...

Ditadores, também usam processo eleitoral, "democrático", para se instalar no poder. Até aonde eu seu, Roberto Campos foi um dos grandes economistas desse país.

Everardo disse...

André Barros, a acusação de que Lula simpatiza assassinos e ditadores me parece totalmente injusta. Lula surgiu da reação contra a ditadura, pelas eleições diretas e pelos direitos civis. O Brasil hoje é destaque mundial pela solidez da sua democracia. O Presidente, queiram ou não, está subordinado à lei, os poderes funcionam bem e as instituições estão sólidas. As políticas públicas para inserção dos pobres na economia está comprovadamente correta até no aspecto meramente econômico. Quem não vê isso?

Rodrigo Constantino disse...

Everardo, esse blog não é de piadas. Será que vc não errou de lugar?

A corja que chegou ao poder com Lula lutava por uma DITADURA muito pior que a existente no Brasil. Esqueceu? Eles defendiam o modelo cubano! Modelo esse, aliás, que até hoje é admirado pelos petistas, incluindo Lula, que é amigo do ditador Fidel Castro.

Fora isso, o DNA autoritário desse governo não pode ser negado: CNJ, Ancinav, mensalão, etc, tudo para concentrar poder e calar a imprensa e oposição.

E QUEM disse que o "esmolão" está "comprovadamente correto"???

Meu caro Everardo, leve as piadas para outro local. Aqui tem gente que gosta de debater de verdade.

Rodrigo

samuel disse...

Faz bem o dono do blog a não aceitar comentários claramente loativos e sem intenção de argumentar. Pode-se inclusive duvidar da integridade intelectual do comentarista.
Lula SÓ anda em companhia de ditadores assassinos: de Cuba, da Coreia nuclear, do Irã, do Hamas... Não é uma relação eventual...