quinta-feira, fevereiro 03, 2011

Editorial do Estadão

"Democracia e oligarquia são incompatíveis entre si. Um oligarca como José Sarney, portanto, é incompatível com a democracia, da qual só lhe interessa o sistema eleitoral que manipula sem constrangimento para se perpetuar no poder."

Meus efusivos aplausos ao Estadão, por sua coragem de dizer a verdade num país controlado por oligarquias poderosas.

7 comentários:

amauri disse...

E o PT é compativel com a democracia?
Ou qualquer outro partido do Brasil, uma vez que são farinha do mesmo saco?

fejuncor disse...

Temos uma MUMIA no senado governando o Brasil desde tempos bíblicos, cadê o povo brasileiro que não se mobiliza como vem ocorrendo no EGITO, acorda minha gente vamos se revoltar contra os aumentos de salário, vamos enviar o Sarney para lá, enterrá-lo em alguma tumba.

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

O brasileiro paga 6,3 mil reais em impostos por ano. Cerca de 5,8 mil são roubados.

Anônimo disse...

A Justiça Eleitoral promoveu uma campanha de ameaças contra o voto livre. Parece que tudo visava as eleições no Maranhão.
............. ................ ..................

"Quando você tem juízes que estão tomando parte no festim de Brasília, eles entendem perfeitamente que precisam defender o festim."

José Arthur Giannotti, filósofo

Burocratoparasita da União disse...

FORMANDO QUADRILHA

PT apóia Sarney e “festeja” impunidade !

O senador José Sarney (PMDB-AP) protagonizou uma cena patética em sua própria defesa, ao falar sobre os escândalos que atingem o Senado desde que assumiu a presidência da instituição. Todo mundo que viu e ouviu as suas declarações em todas as mídias reagiu com indignação, principalmente porque ele despejou argumentos risíveis com a justificativa de que está no cargo há quatro meses e que não lhe cabe responsabilidade sobre os últimos acontecimentos. De tão debochado, ao afirmar que a crise do Senado não é dele, mas do próprio Senado, José Sarney, na prática, agiu sem dar qualquer importância à opinião pública, até porque o presidente Lula saiu em sua defesa, endossando o seu reconhecimento da impunidade no Brasil: essas denúncias "não têm fim e depois não acontece nada".

Ailton-AP disse...

Políticas e Urbanistas a parte ...
Porque não falam de omissão de político adm. público! Caiu no esquecimento as tragédias do RJ?
Todos falar que não existe solução para as enchentes. É papo de leigo ou de Político mau assessorado!
As propostas são as mais mirabolantes más não atacam a causa. Antes não acontecia porque a água demorava mais tempo pra chegar e pra alagar, ou seja infiltrava no solo e escoava mais vagarosamente.
A solução proposta pela Assoc. Ambiental Paiquerê (CNPJ 02.757.097/0001-07, legalmente constituida e representada) vai nessa linha e serve para evitar cheias tanto em Pirassununga/SP, quanto em São Paulo, Belo Horizonte, Mauá etc. Basta cada imóvel reter sua água de chuva em poços infiltrativos (pra infiltrar no solo ou reuso) compensando as perdas das áreas permeáveis e reflorestadas que existiram no passado, além de desocupar áreas de amortecimento das cheias de rios e app's, maneja adequado do solo na zona sub-urbana e política pública de habitação, embora limpeza e dragagem de rios sejam medidas paliativas necessárias como a educação do povo e a coleta seletiva do lixo. As ruas e as praças tb. podem reter sobre o próprio piso (com equipamentos específicos pra esse fim - tipo mini piscinões pela cidade), para no final diminuir até o limite de 70% do que for possível das contribuições que chegam nos rios. Basta vontade política conjunta da União, Estado, Municípios e Legislativos, e valorização de trabalhos técnicos, estamos aguardando manifestação da Pref., Câmara Mun. e Min. Público antes que aconteça o pior em Pirassununga/SP, sobretudo se houver participação da mídia alavancando esse tipo de projeto, porque o interesse é segurança para o povo.
Cadê o projeto de iniciativa popular pra colocar na cadeia Governador, Prefeito, Secretário, Vereador, Engenheiro que aprovam ou se omitim quando permitem ocupação de áreas de amortecimento de cheia de rios, APP, APA, zonas de risco? Político não vai meter a mão nessa cumbuca.
ambientalpaiquere@terra.com.br

Juliano disse...

Oligarquia que, a rigor, o próprio Estadão faz parte.