sexta-feira, dezembro 03, 2010

Mudando o Passado



Rodrigo Constantino, para o Instituto Liberal

O presidente Lula chamou novamente de “tentativa de golpe” o escândalo do “mensalão” de 2005. Seu discurso está afinado com o de José Dirceu, principal réu no processo, acusado de “chefe de quadrilha” pelo então procurador-geral da República. A impunidade completa do alto escalão do poder já não é suficiente para os petistas. Eles querem mais! Eles querem não só a impunidade, como também o direito de reescrever a história, de mudar o passado e apagar os fatos da memória dos brasileiros.

Em “1984”, George Orwell retratou com perfeição esta tática autoritária. O “Ministério da Verdade” ficava responsável pela seleção de quais fatos permanecem registrados, e quais serão apagados ou alterados. A distopia orwelliana apenas registrava o que efetivamente ocorria nas nações comunistas. O sonho de muitos petistas é o mesmo: censurar a imprensa, usando o eufemismo “controle social”, justamente para filtrar os fatos históricos. Não basta estar blindado pela impunidade; é preciso monopolizar as versões dos acontecimentos e dominar a alma de todos!

Em seu conto “O Relato do Jardineiro-Chefe”, Tchékhov lamenta o grau de impunidade em seu país: “Nos últimos tempos, na Rússia andam inocentando com excessiva freqüência os malfeitores, justificando tudo com estados mórbidos e afetivos, e no entanto essas sentenças absolutórias representam evidente indulgência e conivência e não conduzem a nada de bom. Elas desmoralizam as massas, o senso de justiça embotou-se em todos, já que se acostumaram a ver o vício impune; e, sabe, do nosso tempo pode-se tranquilamente dizer com as palavras de Shakespeare: ‘No nosso século perverso e devasso, até a virtude tem de pedir perdão ao vício’”.

Nem na Rússia do século XIX, nem na Inglaterra do século XVII; é no Brasil do século XXI que esta pouca-vergonha atingiu patamares impensáveis. E o principal responsável por isso atende pelo nome Luís Inácio Lula da Silva.

PS: Quem quiser refrescar a memória com os fatos, que ainda não foram apagados pelos conselhos (soviets) estatais, recomendo a leitura do livro “O Chefe”, de Ivo Patarra, que relata dia a dia o escândalo do “mensalão”.

17 comentários:

Daniarriba xD disse...

Então pq ele pediu desculpas a nação e disse que foi traído?

Eu duvido muito que faça essa defesa do mensalão que nunca existiu.

Almirante Kirk disse...

Acho que quando esse patético ator de si mesmo estiver fora do poder (i.e. fora do palco iluminado) a tendência é se entregar ao álcool e mergulhar sozinho do abismo escuro da própria insanidade. Vai ser divertido assistir.

AROLDO disse...

SE O MENSALÃO FOI GOLPE DA OPOSICÃO, ENTÃO O TEMER DO MENSALÃO NÃO EXISTE, LOGO, DILMA TEM QUE PROCURAR UM VICE.

Anônimo disse...

q coisa vergonhosa esse Lula, o presidente com mais denuncias de corrupção da história da nação, mas nem as Capitanias Hereditárias, tiveram tanto mal feito em seu currículo, e não adianta tentar mudar a história, não vai conseguir,será lembrado como o presidente do mensalão queira ele ou não

zé carlos de o disse...

Está delirando. a oposição fez o "mensalão"...
lula acredita que o povo é idiota
lula endoidou....
me acha um idiota e sem cérebro !!!!

ntsr disse...

Rodrigo se prepare, controle social vem aí, agora o pt sabe que pode fazer qualquer coisa.

Leo disse...

o "controle social" já acontece, diariamente. é só a gente abrir a boca pra fazer qualquer questionamento ao governo do PT, aos movimentos de esquerda, a qualquer um que faça parte do status quo, que aparecem cinqüenta cidadãos pra nos criticar e ofender. do jeito que as pessoas tão programadas, nem precisa instituir conselhos de controle da mídia...

Ivo disse...

Tá na cara que o Lula não assistiu a transmissão da CPI do Mensalão; onde pegaram mais de 50 milhões na boca do caixa do Banco Rural. Quem assistiu pode ver a maior corrupção da história do Brasil; parabéns vocês foram os campeões; deveriam entrar no livro dos récordes.
Se fosse empregado o detector de mentiras nos depoentes; o negócio ia apitar sem parar.

. disse...

Capítulo 21
Na crise do mensalão, o PT temeu o impeachment.
A oposição não agiu. Lula deu a volta por cima

As denúncias em turbilhão ligadas ao escândalo do mensalão, em 2005, deixaram desesperados integrantes do PT e do Governo Federal. Achavam que Lula não resistiria e que o impeachment do presidente da República era iminente. 'Havia muita gente convicta de que o governo tinha acabado', admitiu o chefe de gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, em entrevista à revista Veja, em junho de 2008. Houve até uma 'famosa noite', em que os ministros Antonio Palocci (PT-SP), da Fazenda, e Márcio Thomaz Bastos, da Justiça, sugeriram um acordo à oposição. Para evitar o acirramento da crise, nas palavras de Gilberto Carvalho, 'Lula abriria mão da reeleição em troca do restante do mandato. Aquela noite foi difícil para todos nós'.

Os dois ministros procuraram o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP) por orientação de Lula. Márcio Thomaz Bastos disse a FHC que o País ficaria ingovernável com o impeachment. O ex-presidente concordou, conforme o relato do repórter Carlos Marchi, no jornal O Estado de S. Paulo. E comprometeu-se a acalmar a oposição. Do repórter: 'Nas semanas seguintes, a sua influência foi sentida e acabou sendo vital para que a oposição refreasse o ímpeto e não chegasse ao limite do pedido de impeachment'.

FHC avaliou que o afastamento de Lula 'criaria uma cisão no Brasil'. Outros líderes da oposição, como o prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB), e o presidente nacional do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), também foram procurados por emissários de Lula. O escândalo do mensalão provocaria ainda mais desolação nos dias seguintes. Lula ficaria chocado com o episódio da prisão, com dólares na cueca, de um assessor do deputado José Nobre Guimarães (PT-CE), irmão do presidente do PT, José Genoino (SP).

E quando Duda Mendonça admitiu à CPI dos Correios, em agosto de 2005, que recebera, no exterior, proveniente de caixa 2, pagamento pela campanha que havia elegido Lula, os dois ministros demonstraram ao presidente que a confissão do publicitário atingira pessoalmente o mais alto mandatário da nação. A situação, a partir dali, fugiria do controle do governo.

Daquela vez, Antonio Palocci se mostrou desorientado a FHC, e informou-o de que os conselheiros mais próximos de Lula temiam seriamente pelo futuro do presidente. Palocci falou em 'desastre'. Para ele estava 'tudo perdido'. Se não bastasse, de acordo com o relato do então ministro da Fazenda ao ex-presidente FHC, havia novos escândalos a explodir, como o de um rombo de R$ 500 milhões no Banco do Brasil. Mas isso jamais veio à tona. E Lula conseguiu o que parecia impossível. Sobreviveu politicamente.

mirian disse...

é isto aí mesmo amigo mas a ppptttrrrallhada é porta por isto acreditam nesta encarnação mentirosa e corupta !!!!! ...não esquecendo porem de sua maior habilidade , o roubo mesmo e o enriquecimento ilicito e galopante da familia molusco da silva !!!!!!

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

Esse arremedo de chefe de estado, LEO e NTSR, vai entrar para História como o pior presidente de todos os tempos. Pode anotar aí.

Realmente ele só é festejado porque promove muitas mídias, como revista Carta Capital, botou o Franklin Martins como Ministro de (veja bem) Comunicação Social.

Lula é presidente na base do marketing pessoal, se cercou só de marketeiros e subsidia todos, para que, sendo amigos do rei, só falem bem dele.

Daqui há uns anos, quando se fizer a análise desse período é que vai se contabilizar quanta porcaria resultou desse governo.

Mas no fim vai ter um ponto positivo, pelo menos veio as claras como se opera a corrupção no país.

Dale C disse...

O Ali Babá já não engana mais.

Eis um texto que merece ser lido, mercê de sua lucidez e de seu extraordinário bom senso, demonstrado pelo ator
LUCIO MAURO Fº, o TUCO da GRANDE FAMÍLIA, um ferrenho cabo eleitoral do PT e que agora externa
sua FRUSTRAÇÃO e DESENGANO com esse partido que se parece mais com um BANDO de PREDADORES da NAÇÃO. . .
Essa é a forma do PT desgorvenar. . .
Assumam de vez o SLOGAN que tanto combateram:
" É DANDO QUE SE RECEBE . . . "

pepê disse...

Denúncias contra adversários é pra proteger a população. Denúncias contra o PT é golpe.

Quem cair nessa tem mais é que se lascar.

fejuncor disse...

Não há como negar o Mensalão, são muitas provas: extratos bancários, cópias de cheques sacados no banco BMG, dessa vez não tem como enganar o povo.

Paulo disse...

Falam mal do Hugo Chávez, mas o Lula não fica muito pra trás. A demagogia, hipocrisia, nepotismo e a corrupção tem marcado profundamente este governo que se utiliza do assistencialismo, corroendo a classe média, enquanto os mais ricos continuam cada vez mais ricos. Ele quer nivelar as classes por baixo, preservando os mais abastados.

anti-comuna disse...

Distrito federal e governo federal. lula e arruda. qual dos dois cometeu o maior crime? mensalão ou mensalinho?

Mozael NP. disse...

Caro Constantino,
Já chega-se a incríveis 9600 páginas de processuais. O mensalão é o maior esquema de corrupção já descoberto no país. Lula além de cego (não viu nada), foi injusto com o que apregoa, já que permitiu o afastamento de seu "inocentes" ministros, e disse em entrevista na globo em 2006 "eu afastei os envolvidos", na sabatina ao Willian Bonner. Se o mensalão for engavetado e negado como se nega o holocausto pelo amigo de Lula Amadinejah, vai se servir muita pizza e A Angela Gadaughni, aquela da dança da pizza vai coordenar a coreografia

Fonte(s):
Sabatina do Lula à rede globo (2006), video editorial da revista Isto é sobre mensalão.