domingo, dezembro 09, 2007

A Lealdade de Lula

Texto mostrando como o presidente Lula é amoral, e faz qualquer coisa para manter o poder, mesmo passando por cima de princípios éticos. A lealdade, para Lula, é algo típico de esquemas mafiosos. Os elogios a José Sarney e o caso Renan Calheiros deixaram isso ainda mais evidente.

http://www.youtube.com/watch?v=KWgP6QzjExc

8 comentários:

MARCO ANTONIO disse...

A lealdade de Lula é para com o FORO DE SÃO PAULO. O resto é meio.

Esteban disse...

“hola,
acá nosotros perguntamos:? Cuál la razion que Hugo Chavez y Evo Morales fazen y dizen lo que quer con brazil y brasileños ainda baten las palmas para el ditadores.
Evo Morales tomou la focia petrobras de brasileños y su presidiente que es un gran covard aceitou muy calado y ainda diz que fue justo.
Hugo Chavez faz una propaganda muy ruin en mundo de proalcool brasileño y su presidiente ainda bate las palmas para el ditador Hugo Chavez con sorizo.
perdón nosa indescricion, más es muy dificil de entender porque brasileños tien tanto miedo de Hugo Chavez y Evo Morales.
la verdad es que si continuar asin Hugo Chavez y Morales conseguindo tudo de brazil la focia y con mucha facilidad, con cierteza su provincia de ACRE será también tomado la forcia y con cierteza su presidiente y brasileños van más una vez ficar caladitos y ainda bateren las palmas para el ditadores .
perdón la sinceridad y portuñol.
más acá es motivo de destaque y mucho comentario que presideinte de brazil es Nino de recado de Fidel, Chavez y Morales.
Esteban Crustille
Córdoba”

Anônimo disse...

Muito bom, Rodrigo, aplaudo sua idéia dos vídeos.
Miriane

$ disse...

Belo comentário Rodrigo. Com certeza, para o PT, o "companheiro" está acima do certo e do errado.

vallete de ouro disse...

acho q nem preciso perguntar o você acha da questão da CPMF...

Queria destacar, que na discussão do senado há poucos argumentos de verdade e muita falácia. Dizem que se os 40 bilhões de CPMF forem retirados, o dinheiro da saúde acabaria e caos prevaleceria. Porém é difícil imaginar a saúde mais caótica do que já está. O SUS vivia até melhor antes da criação da CPMF, e vários países crescem mesmo sem esse imposto.

Particularmente interessante, é o ponto de vista do senador Mão Santa PMDB-PI. Segundo ele, no caso de extinção do imposto, o dinheiro não sumiria de forma mágica como dizem as falácias esquerdistas. O DINHEIRO ESTARIA NAS MÃOS DO POVO, para ele comprar pelo menos a cervejinha no fim de semana, e não dos aloprados do PT (como ele diz). Na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma...

O senador Geraldo Mesquita PMDB-AC, ainda acrescenta que não podemos perder a oportunidade de diminuir os impostos quando temos uma oportunidade como essa e que o momento é favorável à diminuição do imposto.

Enquanto isso o presidente Mula, sai por aí AMEAÇANDO o povo que sem a cpmf não há SUS e coisas do tipo. Ainda de acordo com os senadores do PMDB, o problema é administrativo e não de arrecadação.

vallete de ouro disse...

Mudando completamente de assunto por um instante, tenho uma dúvida. O que significa no site http://www.heritage.org/research/features/index/countries.cfm
um país como a Itália aparecer na 60ª colocação em liberdade econômica atrás de países como Namibia, Israel, Jamaica, Costa Rica,Botswana, Africa do Sul, Uruguai e outros (que estão bem mais pro topo do que pra rabeira da lista)? Ou França, Portugal, Finlândia, Holanda, Bélgica e Japão atrás do Chile, por exemplo.

Trocando em miúdos, até que ponto o nível de liberdade econômica nesses países significa desenvolvimento?

Desde já
Grato!!

Alexandre disse...

Rodrigo. Comecei a entender-te agora.... Estou Gostando muito de seus textos. Parabéns!

Anônimo disse...

O que o índice da Heritage Foundation quer sugerir é que a liberdade econômica faz com que os países se desenvolvam mais rápido.

Não é contrário a esta tese que alguns países ricos tenham baixa ou média liberdade econômica, porque eles poderiam ter se tornado ricos devido a uma alta liberdade econômica no passado, já extinta. Senão, estes países poderiam ter enriquecido por algum acidente da história, e mais ricos seriam se tivessem tido maior liberdade econômica.

Nem é problema, por um argumento análogo, que alguns países pobres tenham alta liberdade econômica. Estes podem ser pobres por ter tido baixa liberdade econômica no passado. Senão, por um acidente da história. Neste caso podemos nos perguntar se não seriam eles mais pobres ainda na ausência de liberdade econômica.