sexta-feira, abril 25, 2008

Conversas Cruzadas: Constantino vs Ciro Gomes

Trecho do programa Conversas Cruzadas, que foi realizado na noite anterior às palestras do Fórum da Liberdade XXI. Notem que o dep. Ciro Gomes utilizou a velha tática de não permitir que o outro fale, lançando uma chuva de perguntas ininterruptas de forma truculenta. Infelizmente, é algo comum quando um político em campanha encontra uma câmera. Praticamente impossibilita um debate sério. Além disso, considero temerário um candidato à presidência passar a idéia de que não há muito onde cortar gastos nesse governo obeso que temos.

Ora, o governo arrecada mais de R$ 800 bilhões e o deputado não enxerga onde possa cortar R$ 1 bilhão? Um governo que financia os criminosos do MST, torra bilhões com ONGs corruptas, cria TV chapa-branca com orçamento de centenas de milhões, compra o voto de milhões de pessoas com esmolas bilionárias, compra deputados com o "mensalão", mantém várias estatais que poderiam ser privatizadas, possui mais de 30 ministérios inúteis, um quadro inchado de funcionários incompetentes, aponta mais de 20 mil burocratas para cargos de confiança etc., e o dep. Ciro vem dizer que não há onde cortar gastos?! O serviço da dívida consome menos de 5% do PIB. E os outros 35% do PIB gastos pelo governo? Sem falar que não há solução para a dívida além de reduzir gastos ou vender ativos, ou seja, privatizar. Ciro defende qual alternativa? O calote?

Não obstante a postura condenável do deputado neste "debate", o que realmente me preocupa é o conteúdo mesmo. Qualquer um deve saber que o principal problema do país é o excesso de governo. Para o centralizador Ciro, parece que é justamente o contrário: temos pouco governo! Espero que cada um possa filtrar os argumentos no meio do espetáculo e tirar suas próprias conclusões...

Link: http://www.youtube.com/watch?v=xxnn-lPglz4

12 comentários:

C. Mouro disse...

Rodrigo, o tipo é um politico profissional cujas idéias são elaboradas para ludibriar.

Dentro do jogo político, para dar uma resposta que o deixaria bem política, não deveria se constranger e tentar responder rápido uma pergunta de resposta longa para ser bem fundamentada.

Ele se preparou antes, você não.

Devias ter dito algo no nivel politico, tipo:

"O Sr. Ciro diz que não há onde cortar gastos, portanto ele está dizendo ou que não há corrupção ou que a corrupção deve receber o seu quinhão"

Se ele se metesse a besta, bastaria insitir:
"Acabar com a corrupção ou reduzi-la pouparia bilhões nos gastos"

Se perguntassse como, então estaria frito:
"Ora, o Sr. Ciro confessa que não sabe como acabar ou ao menos reduzir a corrupção?"

E por aí vai, nesta batida, o tipo ia se enroscar e estrebuchar mais que minhoca no cimento quente. ...hehehe!

Se ele quis te constranger, ele se veria em mauis lençóis.

Com tipos repugnantes usa-se as armas próprias.

Neta batida ele quanto mais tentasse mais se comprometeria. Ou seja, induzi-lo a falar te darias a munição para abate-lo com uma chinelada.

Abraços
C. Mouro

C. Mouro disse...

Correção:
"Dentro do jogo político, para dar uma resposta, bem política, que o deixaria mal das pernas, você não deveria se constranger e tentar responder rápido uma pergunta cuja resposta é longa, para ser bem fundamentada."

Tais tipos são ardilosos, maliciosos. Há que jogar como eles jogam.

Se falas que acabar ou reduzir a corrupção economizaria muitos bilhões de gastos, caberia a ele se calar ou dizer que "a corrupção não pode ser combatida" ou que "faz parte", ou então seria bomardeado com mais questões até se cagar todo.

Abração
C. Mouro

C. Mouro disse...

Ah! o MST, as ONGs, os ministérios, a propaganda de governo (bilhões), a renúncia fiscal para artistas milionários, as capanhas politicas com dinheiro público, o empreguismo e etc.

Repare que ele falou "acabar todos os ministérios" mas não tocou nas verbas de ONGs e do MST, Só aí seriam muitos bilhões.

Faltoyu também as indenizações para assaltantes, sequestradores e simpatizantes que ultrapassam o bilhão já gasto e as pensões muito acima do limite de 10 salários referencia até para quem ficou uns dias preso em sala especial. E até para quem foi apenas chamado a depor.

Enfim, há que ter frieza para lidar com tais tipos, profissionais da empulhação.

Abraços
C. Mouro

C. Mouro disse...

Não se deve conceder aparte no inicio de uma explanação.

Ou seja, depois de alinhavar razoavelmente uma questão, tudo bem, mas antes jamais. O tipo o fez já premeditadamente, simplesmente para prejudicar a explanação da idéia. Tal aprte não visa debater masi obscurecer.

Aquela do "acabar com todos os ministérios" bemn demonstra a raiva e insegurança do tipo, foi típico de quem está nervoso. Um pouquinho mais e ele estrebucharia. ...hehehe!
Mas ele não tocou na idéia de não finaciar ONGs nem MST... Mais um pouquinho como a propaganda de governo e verbas e renuncia fiscal para patrocinar artistas milionários e parasitas ...hummmm! Teria sido ótimo!

Lembra do Serra que provou que ele mentiu sobre ter sempre estudado em escola publica e ele protestou e entrou com recurso para proibir o outro traste de informar?

Abs
C. Mouro

Lucas disse...

Consta, parabens. Voce se saiu muito bem. naturalmente, ciro é um politico experiente. Tem o dom da oratoria, esta acostumado a debates com rapozas velhas da politica etc. Apesar disso, voce soube se colocar muito bem. Transmitiu muito bem a sua ideia. A sugestou que te dou para um eventual proximo debate, é que vá munido de numeros, para não cair em armadilhas como essa.

Achei estranho, quando ele perguntou de onde cortar, voce nao citar a previdencia que por si so, ja traria bilhões, estradas federais que poderiam ser privatizadas, portos, aeroportos, etc. Correios, e outras estatais... tudo isso poderia ser utilizado para abater a divida publica e reduzir a taxa de juros.

Suas ideias estão corretas e voce se colocou muito bem no debate, apenas fique esperto em debates com politicos pois eles dominam a arte do debate, e sabem ser demagogos exibindo uma imagem de "genios".

um abraço! e divulgue mais estes videos!

Voce pode exibir o video no seu bloco para que os seus leitores assistam sem precisar ir no youtube.

veja a opção inserir video no blogger na hora de criar uma postagem.

um abraço!!

ricchus disse...

Há uns quinze anos, eu via no Ciro uma imagem de um futuro líder, inteligente, preparado, bem falante e educado. Bastou ser descartado do ministério da fazenda de FHC e o cara entrou em crise, chegando ao cúmulo de escrever um livro com a crise ambulante, Mangabeira Unger.

De lá para cá Ciro só fez merda, entre elas, ter inaugurado, junto com o irmão e a família, o neocoronelismo nordestino.

A preocupação de Ciro em intimidar o Rodrigo em função das críticas sem respostas cabíveis é notória. O rabo preso por compromissos com esse governo chinfrim é evidente. Resta só saber o quanto ele levou de grana. Ou será que alguém acha que tenha algum membro dessa merda que não tenha enriquecido?

Daniel Leite disse...

devia ter dito logo... um bilhão não sei onde tirar.. mas sei como cortar 800 bilhões!!!

tomara que tenham mais pensamentos assim se espalhando pela TV.

André Barros Leal disse...

Ciro Gomes é mais um exemplo de um político que vendeu a alma por pouco. Essa laia não terá espaço na história, que vai fazer justiça, assim que a gangue sair do governo.

C. Mouro disse...

Há uma outra coisa:
quando ciro fala que o Brasil pagou 160 bilhões em juros e amort. poderia ter sido questionado que estes 160 bilhões não sairam da arrecadação. Afinal o "superavit" operacional é inferior ao que se deve pagar. Logo, parte do juro e amortiz. são pagos com mais dívida. Ou seja, a divida cresce.

Seria preciso ter os números para de cara demonstrar o embusteiro que se vale do descuido alheio para fazer seu teatrinho lambão.

Ele disse que haviam ainda poucos funcionários para os serviços que o pais precisa ...quantos? ...para onde? ...em que setores? ...quanto custaria isso? ...responda por favor Sr. Ciro.

Enfim, há que ir falar com estes tipos já prevenido das baixezas que usarão para desvirtuar tudo. Dando a eles um pouco do próprio remédio.

Ademais, as tais ONGs são em verdade um subterfugio para o empreguismo politiqueiro, diga-se os conhecidos cabides de empregos para militantes e correligionários.
Sem as ONGs ficaria evidente o desperdicio com empreguismo de parasitas, bem como as terceirizações também ajudam a esconder o parasitismo, pois que não são funcionários dos governos.

Esses pulhas são ardilosos, inclusive a aposentadoria integral para os alttos funcionários visa a que não necessitem investir na produção de bens e serviços úteis para manterem o padrão após aposentados. Com isso eles podem tranquyilamente atacar a iniciativa privada sem medo. Afinal, nunca dependerão dela. Moto continuo a "elite" dos funcionários, com aposentadoria integral, também não se preocupa com os impostos escorchantes sobre a iniciativa privada, pois dela não dependerão para manterem o padrão. Já um assalariado bem pago, terá que poupar para garantir o próprio futuro, pagar plano de saude e etc.. Já os parasitas e boas vidas estatais não se preocupam em poupar, pois podem consumir vitaliciamente garantido pelos impostos usurpados pela força - roubo - estatal.

Abraços
C. Mouro

Anônimo disse...

Usar barba é coisa de comunista!!

Diego Garcia disse...

Constantino,

o Ciro é um cretino, todos nós já sabemos disso há muito tempo. A mim você me pareceu polido demais no debate, talvez seja o teu estilo. Mas fico me perguntando: como conseguiste manter tal polidez com aquele cretino vomitando mentiras e te interrompendo a todo momento?

De qualquer forma, estas observações que fizeste neste blog - embora pertinetes e muito bem feitas - não servem lá pra muita coisa. Deveriam ter sido feitas lá, na hora e cara-a-cara. Perdeste a oportunidade de desmascará-lo e mostrar que não passa de um mentiroso.

Fiquei constrangido quando ele passou-lhe um pito: "- o que é que você está rindo?"... e sem graça não o mandou tomar no cú!

Angelo Mendes disse...

Para variar, o Rodrigo Constantino passa vergonha e ainda arruma uma turma de idiotas apoiando a sua mediocridade...