quinta-feira, maio 20, 2010

Política sem inimigo



Segundo Lula, “tem gente que não sabe fazer política se não tiver inimigo”.

Isso, vindo de quem vem, chega a ser hilário.

Quem tenta jogar trabalhadores contra patrões?

Quem tenta segregar negros e brancos com cotas?

Quem tenta colocar pobres contra ricos?

Quem tenta culpar a "zelite" pelos males no país?

Quem tenta atacar os "imperialistas" ianques o tempo todo?

Quem faz terrorismo eleitoral, falando que a oposição é contra o sucesso do país?

De fato, "tem gente que não sabe fazer política se não tiver inimigo". E o presidente Lula é um excelente ícone disso!

5 comentários:

domador de oceanos 37 disse...

Dividir para governar, assim o populista sempre viu atalho na política, e a demagogia projetando sua miséria aos outros. Despeito das pessoas que enxergam um palmo diante do nariz e diante disto destruirá as faculdades deste país> Dividirá o país para manter-se no poder, aliado é o sarney, o jader barbalho, o renan calheiros, o color de melo e outras figaroas abjetas.

Bruno S disse...

Pois é... o que o Lula estava pensando?

EUA e Inglaterra já estavam na fissura de matar gente e pilhar o Irã desde antes deles fazerem o mesmo no Iraque.

Era uma questão de tempo propício e fabricar as "justificativas".

Aprendiz disse...

Vou comprar este livro:

http://pt.danielpipes.org/8350/palestina-traida

Parece bastante importante.

Vitor Roma disse...

Como libertário, defendo a paz e cooperação acima de tudo. Mas foi uma jogada arriscada de Lula, ou vai ser genial ou se o Irã desenvolver a bomba, o Brasil vai ser motivo de piada.

ntsr disse...

O Irã n faz essa bomba nem a pau pq Israel n vai deixar, nem que tenha que invadir e explodir tudo.E molusco JÁ fez o brasil ser motivo de piada, o acordo dele lá junto com a turquia era pra evitar as sanções, o resto do mundo praticamente ignorou isso e elas não demoraram 24 horas
Êh molusco, enrolar o mundo civilizado não é moleza como é com os imbecis daqui