quinta-feira, julho 01, 2010

Conversas Cruzadas - vídeo

Trecho da minha participação no programa Conversas Cruzadas da TVcom, durante evento da Amcham em Porto Alegre, em que fui um dos palestrantes. O tema é o crescimento econômico e seus pilares insustentáveis, pois nenhuma reforma estrutural foi feita pelo governo.

13 comentários:

Lumix disse...

Queria perguntar, educadamente, por que meia duzia de insatisfeitos nao aceitam que o presidente Lula seja um grande estadista? Com diversas condecoraçoes pelo mundo, ele é sim um grande líder.


" Time " esclarece que Lula é um dos 25 líderes mais influentes do mundo

Do Valor OnLine
Tamanho da letra
A- A+ SÃO PAULO - A revista"Time"esclareceu que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva está entre os 25 líderes mais influentes do mundo em 2010. Inicialmente, a imprensa chegou a noticiar que Lula seria o líder mais influente, uma vez que seu nome aparecia ao lado do número um em uma lista composta por 25 pessoas, que não estava em ordem alfabética.



Além disso, a reportagem no site da revista começava com um perfil do presidente brasileiro escrito pelo cineasta Michael Moore.



No entanto, o setor de relações Públicas da"Time"explicou que não há um ranking, pois a revista não faz distinção entre a influência de cada uma das 100 pessoas que aparecem na lista, que é dividida entre quatro categorias: líderes, heróis, artistas e pensadores. De acordo com a revista, a escolha de Lula para o número um ocorreu por razões editoriais.



Sem saber disso, o ex-governador paulista José Serra, pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, elogiou a indicação por meio da rede de microblogs Twitter."Parabéns ao presidente Lula, escolhido líder do ano pela revista americana Time", escreveu Serra.



Depois de descobrir a verdade, o tucano se corrigiu."Não é um ranking. O presidente Lula é um dos 25 líderes da revista Time. Bom do mesmo jeito para o Brasil".



Coordenador da campanha de Dilma Rousseff à Presidência, o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel também destacou no Twitter a nomeação do presidente."Mais um gol de placa!! Agora é elegermos Dilma pra continuar!!!", afirmou.



Encarregado pela revista de traçar um perfil do presidente brasileiro, Moore disse que Lula é um autêntico filho da classe trabalhadora latino-americana, que esteve preso uma vez por liderar uma greve.



No texto, o cineasta ainda recordou os motivos que levaram Lula a ingressar na vida política."Foi quando, aos 25 anos, ele viu Maria, sua mulher, morrer aos oito meses de gravidez, junto com a criança, porque eles não podiam pagar atendimento médico decente", lembrou.



"Existe uma lição aqui para os bilionários do mundo: deixem as pessoas terem bom atendimento médico e eles vão causar menos problemas para vocês", acrescentou o cineasta. Segundo ele, os Estados Unidos têm muito a aprender com Lula, pois, na avaliação de Moore, estariam cada vez mais parecido com um país de Terceiro Mundo.



(Fernando Taquari | Valor)

ntsr disse...

Essa reportagem já foi comentada

'Queria perguntar, educadamente, por que meia duzia de insatisfeitos nao aceitam que o presidente Lula seja um grande estadista?'

Por ter afundado na mesma corrupção que o pt passou a vida toda criticando,só pra começar?
Sarney apóia Dilma.Collor apóia Dilma.E por aí vai...

ntsr disse...

brasil perdeu, bem feito, país de vagabundos que ficam perdendo tempo com essa besteirada inútil procurando pretextos pra festejar mais e trabalhar menos.

Ezequiel disse...

Cê gosta de trabalhar eim ntsr...larga mão de ser rabugento, Copa é a cada 4 anos, momento pra reunir amigos e ‘disparecer’ um pouco. Querem saber pq a seleção brasileira perdeu da Holanda?
Simples. Chefe da delegação brasileira: presidente do Corinthians! Torcedor do Corinthians e da Seleção Brasileira: pé frio do presidente Lula! Rsrsrsrsr.

SEU ALANO disse...

Orra denovo essa historia dos “prêmio” do Lula mas são xarope, e o queko? Foi citado como influente?
Influencia por influencia não quer dizer nada, sai falando abobrinha em todo canto do mundo claro que fica uma pessoa influente, agora, do tipo impertinente.
O Berlusconi também é muito influente....
Grande o quê? Estadista??? (KKKKKK) Senso crítico zero.
Um sujeito que ignora sem pena e sem dó a dor de presos políticos em ditaduras, que nao só nunca combateu como abraçou as estruturas de corrupção Renan, Sarney e Jader Barbalho et caterva como nenhum outro, que até mesmo negou a existência do mensalão e por ai vai. Tá tudo documentado. A área de marketing do PT vêm tentando emplacar esse triunfalismo faz tempo, mas não está colando, porque ele não foi um governante elogiável. Se fosse, eu me curvaria, até porque votei no Lula na primeira eleição.
Poderia ter sido, contudo, não foi.

ntsr disse...

Ah é, se o brasil ganhasse ia ter sido por causa do pac

Ilha da Magia disse...

Muito, muito boa entrevista. Sobretudo o segundo trecho. Acho que foi uma das melhores (senão a melhor) que eu já vi sua. Bacana ver os outros participantes mais velhos admirados enquanto um jovem como você fala. O mencionado Ator para preencher esse vácuo bem que poderia ser o doutor Constantino. Os atributos para tal que são propostas modernas e cogentes, uma boa oratória e visibilidade já tens. Seria uma idéia também quem sabe abrir um Twitter para poder auferir como está em termos de seguidores – às vezes a possibilidade é mais viável do que imagina.

fejuncor disse...

Se sai anúncio do Lula na capa da TIME isso só significa que é um bom pau-mandado de quem paga espaço na revista. Só isso, LUMIX. Não foi um bom presidente. Ele não realizou melhora em nenhuma área. Essa ilusão de desenvolvimento que está sendo usada pela propaganda oficial para maquiar a realidade, se baseia em consumismo de terceira categoria, financiado por cartão de crédito com o juro mais alto do mundo. O miserável não deixa de ser miserável se consegue comprar um televisor - ele só passa a ser um miserável diante de uma TV.

A verdade sobre o atual governo é que ele aumentou a criminalidade, o tráfico de drogas, a corrupção, a evasão. O fato de que é preciso colocar anúncio na revista TIME é só mais uma prova de que se trata de uma grande enganação.

Ou então me realcionem os avanços. Não há avanços.

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

PROTEGENDO CRIMINOSOS

Olivério Medina, ex-guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), a quem o Brasil deu amparo, foi beneficiado pelo instituto do asilo político. É asilado e não refugiado no Brasil. Em seu país de origem, ele fora condenado por homicídios, seqüestros, roubos etc, tudo corporificando ações terroristas. Em 1991, comandou um ataque a uma base militar, disto resultando vários mortos e feridos e seqüestros de 17 militares. O curioso é que, antes de entrar para a guerrilha, fora padre. Trocou a batina pela farda e a bíblia pelo fuzil.

Anônimo disse...

desconfio de quem admira o Lula......

Anônimo disse...

Prezado Rodrigo Constantino, qual é, para você, a função do economista na sociedade? Parabéns pelo blog.

O esquema BNDES-Oi-Lulinha-Dilma disse...

- Atenção PREVI, FUNCEF e PETROS. Vão deixar o mico para vocês.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) emprestou R$ 4,4 bilhões para o grupo Oi em novembro de 2009. É o maior valor já arrancado do cofre público por uma única empresa de telecomunicações em um só golpe. Ao todo, em dois anos, a Oi levou quase R$ 11 bilhões de bancos públicos. Mas não é só isso.

No mercado, sabe-se que a empresa precisava de dinheiro para "melhorar o perfil de sua dívida", que é de R$ 21,1 bilhões. Havia também uma série de compromissos que já estavam batendo na porta da Oi e que somavam R$ 12 bilhões, na época. Demonstrando um bom humor bem próximo do cinismo, Alan Fischler, chefe do Departamento de Telecomunicações do BNDES, informou que o empréstimo só podia ser usado para o investimento alegado. Rsrsrsrs.

O BNDES é o maior empatador de dinheiro no ralo da Telemar Participações, controladora da Oi, famosa pela participação do filho do presidente Lula. A encalhada do BNDES aumentou principalmente no ano passado, quando a Oi comprou a BrT. Para que a Oi comprasse a BrT, o BNDES jogou na roda R$ 2,5 bilhões só para a Oi fazer "adequações societárias". A operação precedeu à compra e teve participação da então ministra Dilma Roussef.

O BNDES, entidade seríssima, nega favorecimento nos financiamentos. Fischler, liso, observa que a coisa já vem de outros tempos e que todas as telefônicas recebem empréstimos do BNDES. Desde 1998, já foram levados R$ 29,4 bilhões pelo setor. Um carreiro e tanto.

Hoje, se passarem a régua na farra, o rombo aparece. Não tem cobertura. Se um governo idôneo resolver esclarecer a festa, muita gente desaparece. O BNDES está procurando um jeito de se safar. A única opção são os fundos de pensão Previ, Funcef e Petros, que já estariam arranjados, na onda da campanha eleitoral, para assumir o mico, cujos papéis, se é que existem, são de emissão dos grupos La Fonte e Andrade Gutierrez. O que os analistas já notaram é que fazer esta transferência de responsabilidade, ou de irresponsabilidade, seria uma das principais tarefas reservadas para a candidata Dilma Roussef, caso vire presidenta.

p.s.DE ONDE VEM O DINHEIRO PARA CAMPANHA?

Itaguaçú disse...

Imagine se, sob algum outro governo, o índice de desenvolvimento humano do Brasil recuasse, coisa que jamais havia ocorrido em toda a história...