segunda-feira, julho 19, 2010

Debate sobre cotas raciais

Hoje eu participo de debate ao vivo sobre "cotas raciais" na TV Câmara, às 17h.

Convidados confirmados: Carlos Alberto Medeiros, coordenador especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura do Rio/ vereadora Teresa Bergher, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos/ Liv Sovik, professora da Escola de Comunicação UFRJ/ Rodrigo Constantino, economista e escritor.

Quem desejar, pode enviar perguntas para o e-mail riotv@camara.rj.gov.br ou ligar para o telefone 3814-1101.

9 comentários:

Anônimo disse...

Enfim, vou assistir você na tv ao vivo!! Das outras vezes eu perdi ou cheguei tarde.

fejuncor disse...

Puxa pena não ter sido a noite. Só agora vi. Teria mandado questões, acompanhado a discussão e citado que mofei 6 meses por conta dessa lei - que é uma abordagem equivocada.

Há uma diferença entre o modo como o elemento ibérico chegou no Brasil do africano, né RODRIGO. Se o estado existe para promover justiça e igualdade, então é adequado que se promova uma correção nesta diferença. Mas vejo que o modo usado para promovê-la está causando segregação antes de promover igualdade de condições. É um processo complexo. Prefiro seguir a opinião de um reitor da USP (não lembro nome) que há uns anos atrás disse que faria um acompanhamento científico da evolução do processo. É ver no que dá.

Pessoalmente, acho que há pessoas aptas a ingressarem nas universidades, independente da etnia. E quem se valer da etnia para ingressar, dificilmente se afirmará na vida acadêmica. Pq etnia não é saber, e isso vale para todas as raças.

Antonio disse...

Se for possível disponibilize a gravação da entrevista.

ntsr disse...

Putz, perdi, será que alguém gravou ou pode resumir como foi?

Anônimo disse...

Há vídeo desse programa, Constantino?

Rodrigo Constantino disse...

Assim que eu tiver o vídeo coloco no YouTube.

ntsr disse...

Mas se for pra fazer como os outros debates e botar só a parte que tu aparece não vai adiantar muita coisa, o bom é ver os dois lados um comentando os argumentos do outro

ochun disse...

Só para fingir que as coisas vão ficar igual para todo o brasileiro seja negro, branco, pardo e sei lá mais o que. Mesmo que no raking escolar as escolas publicas tenham o pior desempenho e gerem os piores estudantes.

ntsr disse...

Não vai ficar tudo na mesma porque vai piorar.Até pros 'negros' que já tinham passado por esforço próprio, já vi um monte deles contra isso, falam que não precisam de esmola nenhuma e é verdade, não precisam mesmo.