terça-feira, julho 27, 2010

Democracia Suja

Rodrigo Constantino, O Globo

“A democracia é a pior forma de governo, exceto todas as outras que têm sido tentadas de tempos em tempos”, disse Churchill. O filósofo Popper compreendia que o grande valor da democracia não estava em sua capacidade de escolha em si, mas sim na possibilidade de eliminar erros de forma pacífica, sem o derramamento de sangue típico das revoluções. O economista austríaco Mises concordava: “A democracia é aquele forma de constituição política que torna possível a adaptação do governo aos anseios dos governados sem lutas violentas”.
Mas, se há a compreensão de que a escolha da maioria não é a “voz de Deus”, e que o grande valor da democracia está mais em sua possibilidade de rejeitar absurdos do que em garantir decisões justas e sensatas, então fica claro que limites devem ser impostos ao próprio modelo democrático. A alternativa é cair numa simples “tirania da maioria”, tantas vezes manipulada por oportunistas de plantão, demagogos que exploram as emoções momentâneas das massas para concentrar cada vez mais poder.
Os “pais fundadores” dos Estados Unidos temiam exatamente isso, e este foi o motivo para terem defendido uma República constitucional com claros limites ao poder estatal. Um mecanismo eficiente de pesos e contrapesos deve impedir o abuso de poder, assim como sua descentralização é crucial para preservar a liberdade. A democracia não deve se transformar num simples plebiscito entre dois lobos e uma ovelha decidindo qual o jantar do dia.
Infelizmente, esta lição nunca foi bem absorvida abaixo da linha do Equador, e tem sido mais ignorada ainda durante o governo Lula. Nunca antes na história deste país se viu tanto abuso de poder político durante uma eleição.
O próprio presidente virou garoto propaganda de sua candidata, utilizando a máquina estatal para fazer campanha escancarada à luz do dia. Para agravar a situação, o presidente foi multado várias vezes pelo TSE, mas ridicularizou as punições, fazendo escárnio das leis do país que governa. O desrespeito às regras do jogo é total.
A democracia pode ser usada para sua própria destruição, como inúmeros exemplos históricos atestam. Não custa lembrar que o partido nacional-socialista foi eleito na Alemanha, na década de 1930. Na América Latina temos diversos casos de regimes autoritários nascidos de democracias frágeis. Foi o caso do governo Allende no Chile, ou do caudilho Chávez mais recentemente, na Venezuela. O país já vive sob uma quase-ditadura em que opositores são presos arbitrariamente. Como sabemos, o presidente Lula acredita que há “excesso de democracia” neste país, onde a liberdade individual é item cada vez mais escasso. Para alguns, a democracia não passa de uma farsa necessária para tomar o poder.
O escritor venezuelano Carlos Rangel fez um relato sucinto sobre alguns importantes pilares da democracia, constatando que o marxismo-leninismo sempre será incompatível com ela: “A democracia é, por sua própria natureza, um sistema no qual o poder está repartido, fragmentado, disperso. A democracia apóia-se no postulado, explícito em todas as Constituições democráticas, de que o poder não deve jamais estar concentrado; e na premissa do respeito às opiniões, aos interesses e até aos preconceitos das minorias”. Em suma, o espírito democrático está aberto a questionamentos constantes, respeitando as divergências das minorias e a investigação imparcial.
Quando pensamos nos constantes ataques à imprensa que o governo Lula já fez, com claras tentativas de controle dos meios de comunicação; quando pensamos no uso da Receita Federal para fins partidários, ignorando a Constituição para invadir a privacidade dos cidadãos; quando pensamos no “mensalão”, uma tentativa de concentrar o poder no PT comprando quase todo o Congresso; quando pensamos em várias declarações feitas pelo presidente ao lado dos piores ditadores que o mundo já viu; ou quando pensamos no abuso da máquina estatal para fazer campanha partidária, temos todo direito de questionar qual o verdadeiro apreço do PT pelo regime democrático.
A democracia jamais será perfeita. Sempre haverá conflito de interesses, necessidade de concessões e pressão de grupos organizados. Mas, se desejamos salvá-la de golpes autoritários, devemos preservar alguns princípios básicos. Quando tudo é permitido em nome do “jogo democrático”, então é porque a democracia já fracassou e está em fase de degeneração rumo à tirania. Cabe ao povo resgatá-la nas urnas, rejeitando aqueles que tentam subverter o próprio processo democrático.

28 comentários:

ntsr disse...

Dilma vence no norte/nordeste, Serra no sul.
Rodrigo, vc é uma icógnita.Tu sabe que a parte do eleitorado que bota esse tipo de gente no poder nem internet tem, então tu escreve pra que?

Anônimo disse...

ntsr, a Dilma tem preferência entre os universitários e graduados em todo o Brasil. Eles não teriam internet?

ntsr disse...

Anonymous, de onde tu tirou esses dados? Do comitê do pt?
http://www1.folha.uol.com.br/poder/771992-serra-lidera-no-sul-e-dilma-no-nordeste-aponta-datafolha.shtml

Anônimo disse...

Concordo com o texto, porém o candidato da oposição, J. Serra, também não tem sido um bom exemplo no que toca à questão democrática. É cediço seu estilo autoritário de governar, foi multado quatro vezes pelo STE, etc... evidentemente, neste ponto, ele é "menos pior" que a candidata do PT - alguém que nem sabe se expressar.

fejuncor disse...

Nossa democracia é tão democrática que não barramos nem os Ladrões.

fejuncor disse...

Mentiroso das 5:31, VANDA é preferida entre analfabetos. Os poucos eleitores dela com formação, universitários "encostados" em faculdades públicas a exemplo dos burocrato-parasitas marxistas ou bolivarianos da instituição onde estudo, nem contam, sendo uma casta privilegiada tão reduzida.

fejuncor disse...

Intriga-me ver essa montanha de recursos despendida em campanha eleitoral quando só 8% dos impostos são investidos em educação, ciência, saúde... 8%!

...............

"A cada ano, aproximadamente 92% dos gastos do governo federal – excluindo-se pagamento de dívidas e transferências – são engolidos pelas engrenagens do estado brasileiro. De cada cem reais, 25 são destinados ao pagamento de pessoal e outros 67, ao custeio da máquina – despesas que vão do cafezinho servido nas repartições públicas à gasolina que move os veículos de autoridades. Para investimentos em infra-estrutura, saúde, ciência etc., sobram apenas 8%.

Outra demonstração de como a máquina drena os recursos do país está nas estatísticas levantadas pelo professor de finanças públicas Ricardo Bergamini. De janeiro de 2003 até abril deste ano, o gabinete da Presidência da Republica desembolsou 23,4 bilhões de reais. A quantia superou os gastos individuais de oito ministérios: Orçamento e Gestão, Relações Exteriores, Indústria e Comércio, Meio Ambiente, Comunicações, Esportes, Cultura e Turismo."

...............

É incrível como nós brasileiros somos palhaços do governo, e uma grande pena não ser possível escapar de um mal como esse. Trabalhamos durante 4 meses para sustentar os cafezinhos de corruptos. Diante desse quadro pavoroso, votar em candidatos que ainda pregam o aumento do Estado é assinar um atestado de demência.

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

Absurdo, Fejuncor. A Presidência da República gastou 23,4 Bilhões. Que absurdo.

E a melhor parte: os gastos da Presidência são sigilosos. Os bandidos da república sindicalista alegam que é "assunto de segurança nacional"... Ah, sei...

Gostaria que o TCU, MPF e quem for de direito, detalhasse os gastos da Presidência para que os contribuintes e a sociedade brasileira soubessem direitinho onde e como foram gastos essa grana toda. Mas, para isto é preciso coragem e independência dos outros poderes.

Não nos esqueçamos que o governo Lula jamais deu transparência de seus gastos. Muito pelo contrário, sempre escondeu as maracutaias de seu governo.

Lembram-se das CPI? A tropa de choque petista e aliados sempre abafaram qualquer investigação.

Alcindo disse...

Os conhecimentos da ortografia e da gramática indicam que esse ntsr integra o exército de analfabetos que povoa o nosso imenso e violentado país. Precisamos de investimentos em educação, que o estado tem-se mostrado impotente em fazê-los.

dedeu disse...

O que se pode esperar de um homem que passou a maior parte de sua vida sem fazer absolutamente nada, só balançando a bandeira de movimentos que hoje estão beirando o abismo das desilusões?

Clovis Cunha disse...

Com um artigo tão bom como este fica difícil comentar, é melhor parar e refletir.
Parabéns pelo artigo, valeu como uma aula.

Ponta das Canas disse...

DEDEU,

Esses corruptinhos brasileiros nem sabem o que é comunismo. Eles querem é se encostar no estado.

itaguaçú disse...

PAÍS DESABA PELA FALTA DE INVESTIMENTOS

O aumento vertiginoso da corrupção, neste atual governo, causou uma diminuição dos investimentos. Com menos investimentos, a manufatura e a tecnologia nacional perdeu competitividade. Como consequência, cairam as exportações de bens com maior valor agregado e o país voltou a ser predominantemente exportador de mercadorias primárias a granel - soja, ferro, açúcar. Os compradores deste granel pagam suas compras com bugigangas eletroeletrônicas, lixo cultural e capital financeiro para o brasileiro se distrair no consumo interno.

Além de ter redirecionado o Brasil para a extração, com aumento da degradação ambiental e o avanço sobre o que resta de áreas nativas, este governo inunda o país com o lixo que os compradores externos mandam para cá. Voltamos ao ciclo do pau-Brasil, da cana-de-açúcar, trocada por espelhos e bugigangas. Incrível.

A maior exportadora de produtos tecnológicos, EMBRAER, é responsável por 2,6% da receita externa. Ciência e tecnologia não chegam a somar dez porcento das exportações brasileiras. Quando o "Plano Real" foi implantado, em 1994, algumas vozes lúcidas alertaram: Moeda forte é consequência de forte política de investimentos, sobriedade fiscal e muita ciência e tecnologia.

O retrocesso brasileiro é evidente. Este governo é um desastre.

michele tatiane o disse...

Será que no periodo colonial os Homens bons controlavam o poder na américa portuguesa ?
essa forama de execicio de poder desapareceu no brasil de hj ?
Acho que é questão da Qualidade do poder
e suas implicaçõessocio economica politica dessa forma de poder

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

DESASTRE HISTÓRICO

INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO CAUSA QUEDA DE 27,6% NAS EXPORTAÇÕES E DECADÊNCIA DO PERFIL DO COMÉRCIO EXTERIOR.

O BRASIL EM DECADÊNCIA:

Manufaturados:......... queda de 28,9% nas exportações.
Semimanufaturados:. queda de 26,5% nas exportações.
Básicos:.................... queda de 15,1% nas exportações.

Entre os manufaturados, as principais retrações foram sentidas nos embarques de:

1° - Veículos de carga (-53,4%),
2° - Etanol (-42,2%),
3° - Automóveis (-35,8%),
4° - Óleos combustíveis (-35%) e
5° - Bombas e compressores (-34,3%).

Maiores quedas nas exportações de semimanufaturados ocorreram nas vendas de:

1° - Ferro fundido (-65,6%),
2° - Semimanufaturados de ferro/aço (-58,0%),
3° - Couros e peles (-41,7%),
4° - Alumínio em bruto (-24,9%) e
5° - Celulose (-18,2%).

No grupo de básicos caíram as vendas de:

1° - Petróleo em bruto (-32,7%),
2° - Carne bovina (-26,8%),
3° - Minério de ferro (-20,9%),
4° - Carne suína (-19,4%),
5° - Carne de frango (-19,2%),
6° - Café em grão (-7,8%) e
milho em grãos (-5,6%).

SUBDESENVOLVIMENTO: AUMENTARAM AS EXPORTAÇÕES DE PRODUTOS SEM VALOR AGREGADO

Cresceram açúcar, fumo em folha e soja em grão.

30,9% as exportações de açúcar refinado e
2% as de polímeros plásticos.
O açúcar em bruto cresceu +65,5%.
O fumo em folhas (+13%),
soja em grão (+8%) e
farelo de soja (+6,1%).

No acumulado do ano, as exportações totalizam US$ 115,330 bilhões, com média diária de US$ 505,8 milhões, cifra que é 27,6% menor que a registrada no mesmo período do ano passado. Um desastre histórico.

Rubens de Souza Toledo disse...

Democracia...
Fico a pensar. Como pode, essa fábula arrecadatória, não investirem nada e ainda endividar o país até o osso,
além de conseguir tal endividamento aumente com velocidade maior a cada ano, não obstante uma economia crescendo e dadndo mais fontes para financiar o governo.
Se tem um assunto que os atores ‘democráticos’ desconversam chama-se: Dívida Pública.

fejuncor disse...

Sempre tivemos uma economia extrativa, MICHELE. Vínhamos conseguindo se desenvolver, aos trancos e barrancos, durante a segunda metade do século XX. Mas o atual governo botou tudo a perder. O Brasil voltou a exportar degradação ambiental e importar bugigangas.

fejuncor disse...

É tão básico, RUBENS, que a gente não acredita: foi tudo roubado. Se existe e não está em lugar nenhum, então foi roubado. Pode estudar Laplace, Gaus, Kant, Marx, Keynes e mais o que quiser, mas nada muda esta realidade: se existe e não pode ser encontrado, foi roubado.

Dois trilhões.

E tem mais 300 milhões de dólares de dívida externa. E tem mais uns 5,2 mil reais por cabeça, de impostos, que desaparecem todo ano. Teretetê, teretetê, dinheiro some e fica a dívida.

Impressionante, não? Impressionante que as redes de TV, os grandes jornais, todos falam de política e de economia todo santo dia. Ministros são empossados, assessores, equipes, teorias... e o óbvio passa batido: se existe e não está em lugar nenhum, foi roubado.

Burocratoparasita da União disse...

SANEAMENTO: PIOR QUE SUDÃO
Bom Dia Brasil
Edição do dia 27/07/2010

País fica em 9º lugar no ranking de países com pior saneamento básico. Um bilhão e cem milhões de pessoas ainda não têm acesso a banheiro. E a maioria desse total vive em 11 países. O Brasil é o nono nesse ranking.

O Unicef e a Organização Mundial de Saúde divulgaram um estudo sobre saneamento, tratamento de esgoto. Os números são reveladores. De modo geral, o planeta melhorou, mas, em números absolutos, a situação ainda é dramática. Um bilhão e cem milhões de pessoas ainda não têm acesso a banheiro. E a maioria desse total vive em 11 países. O brasil é o nono nesse ranking. Fica atrás de países como Nigéria, Sudão e Nepal.
..................... ......................... .................................. ......................

CORRUPÇÃO E DESIGUALDADE SOCIAL: BRASIL É VEXAME

São Paulo, Brasil, 22 jul (Lusa)


Bolívia, Haiti, Equador e Brasil são os países com maior desigualdade social da América Latina, revela um estudo do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), hoje tornado público. Uruguai, Costa Rica, Venezuela e Argentina, por seu turno, são os países com maiores índices de igualdade social, segundo o mesmo documento, que descreve a América Latina como uma das regiões mais desiguais do mundo. Segundo o estudo, uma divisão da América Latina em regiões mostra que não há grandes diferenças, com o Cone Sul a ser menos desigual e a região andina a apresentar as maiores disparidades sociais.

Anônimo disse...

Serei favorável a todos que apresentem projetos socialistas de governo.
Hoje quem ergue esta bandeira é o Partido dos Trabalhadores.
Que têm como visão essa forma de governo que, supera em qualquer ponto esse caos que estamos vivendo com o capitalismo.
A proposito tenho curiosidade em saber qual sua visão de um governo socialista.
Respeitosamente,
E.Fusco

fejuncor disse...

Eu vivo dizendo que há mais socialismo nas nações desenvolvidas do que nos brasis e haitis por aí. Sabia que em concentração de renda o quadro brasileiro é igual ao do Haiti? Sabia que em saneamento básico somos iguais ao Sudão? Sabia que o Brasil, com Lula, voltou a ser um exportador primário? Sabia que temos a maior carga fiscal do mundo e o menor retorno?

Quem fez este quadro não é socialista. É ladrão.

ntsr disse...

@Alcindo:
'Os conhecimentos da ortografia e da gramática indicam...'
que vc é um dinossauro da era pré internet que n sabe o que é linguagem informal e que como todo petralha tenta debater mesmo sem lógica nenhuma, apelando pra argumentum ad hominem o máximo que puder.

ntsr disse...

'A proposito tenho curiosidade em saber qual sua visão de um governo socialista.
Respeitosamente,
E.Fusco'

Do lado direito do blog tem o histórico de anos de mensagens, quase todas falam sobre isso.Parece que até aprender a fazer uma mísera pesquisa dessas é complicado demais pra cabeça desses esquerdinhas.

Alcindo disse...

"Vínhamos conseguindo se desenvolver, aos trancos e barrancos, durante a segunda metade do século XX."
A propósito, ntsr, o fejuncor também precisa de umas aulinhas de português. Ou será a linguagem informal?

Anônimo disse...

E.Fusco... sério, reveja aí esses conceitos o quanto antes. E o PT é hoje um dos partidos mais sujos e autoritários que existem por aqui.

ntsr disse...

@Alcindo: Se cada língua fosse uma coisa sagrada, intocável que não tivesse que se adaptar com o tempo ao que o povo quer, o próprio português não existiria, já que, como vc devería saber se tivesse estudado história, ele é uma distorção do latim.
Educação realmente é um problema...

MELQUISEDEC disse...

O sono profundo da Justiça Eleitoral está sendo o principal responsável pelo enfraquecimento da democracia no Brasil. Lula, o presidente que não reconhece os limites da lei, desmoralizou todo o processo eleitoral deste ano. Quebra das regras legais com chacotas à Justiça e campanha política com o dinheiro do contribuinte tiraram a legitimidade desta campanha polítia. Até quando durará esse sono?

Alcindo disse...

ntsr, as línguas são, de fato, dinâmicas. Evoluem, sofrem influências de outras. Mas, não venha me dizer que você está sendo influenciado pelo latim. Concordância nominal e verbal são fatores necessárioa à compreensão da mensagem, do que se quer comunicar. Arranje outra desculpa.