sexta-feira, julho 30, 2010

China Play



Rodrigo Constantino, para o Instituto Liberal

O lucro da Vale chegou a quase R$ 10 bilhões no primeiro semestre do ano, mais que o dobro do mesmo período no ano anterior. O principal fator é o preço do minério de ferro, que passou dos US$ 100 por tonelada, levando alguns analistas a falar em bolha. Míriam Leitão, em sua coluna hoje, destaca a crescente participação das matérias-primas na pauta de exportações do país. O tema merece atenção.

O minério de ferro, petróleo e soja somam 30% do total exportado pelas empresas brasileiras. Quando Lula assumiu a presidência, a exportação de manufaturados era quase o dobro da de matérias-primas. Hoje, esta já passou aquela, sem falar que aquilo considerado manufaturados no Brasil inclui itens como madeira compensada, suco de laranja não congelado, café solúvel e açúcar refinado. Em suma, o Brasil é cada vez mais um país dependente da exportação de produtos básicos.

A grande locomotiva do lado da demanda é a China, naturalmente. Sua voracidade por commodities para sustentar sua tardia revolução industrial permitiu uma incrível melhora nos termos de troca dos produtos brasileiros. Soma-se a isso o excesso de liquidez no mundo, mantendo os juros baixos nos países desenvolvidos com baixo crescimento, e temos a explicação da bonança recente em nossa economia. China mais crédito abundante praticamente fecham a equação que explica a popularidade de Lula, dependente do crescimento econômico.

O problema é o futuro. Como este vento favorável não foi bem aproveitado, faltando reformas estruturais e investimentos produtivos, os pilares são frágeis e insustentáveis. Quando a China desacelerar ou os juros no mundo voltarem a subir, o Brasil enfrentará graves problemas oriundos das irresponsabilidades atuais do governo. Exportar commodities e usar crédito estatal para fazer casas não é uma fórmula de sucesso no longo prazo.

35 comentários:

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

É retrocesso. É a volta ao ciclo da cana-de-açúcar. A quarta colocada em receita externa brasileira é a EMBRAER. Fica atrás de açúcar grosso, minério de ferro e soja em grão. A EMBRAER faturou 4,5 bilhões de dólares, menos de 3% da receita externa. Este encolhimento da exportação de manufaturas com alto valor agregado é consequência da diminuição dos investimentos. A diminuição dos investimentos é consequência de corrupção generalizada.

milorg disse...

O Lula passou 8 anos na presidência investindo em corrupção.

Isso é o resultado direto de sua política de investimento na corrupção.

LÚ disse...

qual será a grande obra que marcará a passagem de Lulla pelo poder.......não vale falar de bolsa famíla pq não foi ele quem criou.......poderaim fala do pac mas o pac só existe na cabeça dos petralhas...deve ter alguma coisa..

fejuncor disse...

Não tem. Não tem obra física nem obra imaterial, tipo evolução de legislação ou projetos. Foi um governo de demagogia e roubalheira. E sem nenhuma ação que possa ser citada.

Um desastre histórico.

Anônimo disse...

Lula é um mentiroso compulsivo?

fejuncor disse...

Lula confunde realidade e devaneio. Pode observar que ele diz coisas compostas de elementos reais, mas que formam sempre um contexto delirante.

Anônimo disse...

não inaugurou nem mata-burro!

Luciano disse...

Quem viu quem vê.
Esses que outrora pousavam de anticapitalistas prometendo mudar tudo isso ai são esses agora que insuflam o consumismo irresponsável, o 'desenvolvimentismo' degradador pra engordar os números do PIB.

Alex disse...

Discordo apenas a respeito das causas da popularidade do Lula. Na verdade, são os programas sociais e os índices de ditribuição de renda que fazem dele o mais popular da história. Quanto à Vale, fico pensando: como uma empresa como essa (cujo valor de mercado está no preço do minério e não na sua gestão) pode ter sido vendida por um terço do seu lucro semestral, e com recursos do BNDES (que ainda não foram pagos). Isso precisaria de uma auditoria, que o Lula não teve coragem de fazer...

fejuncor disse...

Incitar o consumismo, LUCIANO, é uma maneira de controle social. Já há consumismo até dos remédios que dizem curar os males causados pelo consumismo.

O PT é ignorante mas de bobo não tem nada, assimilaram bem isto.

samuel disse...

Quem são os CONSERVADORES? Os militares foram progressistas, desenvolvimentistas, investidores em infra estrutura. ELES foram portanto os PROGRESSISTAS? E qual foi o leitmotiv da tchurma do PT? A VOLTA AOS ANOS 1950: LULA e o PT representam a bandeira do Conservadorismo brasileiro, todas aquelas idéias que sempre freiaram o desenvolvimento brasileiro: empreguismo público, leis protecionistas e cerceamento da iniciativa privada. ELES SÃO OS NOSSOS VERDADEIROS CONSERVADORES...
Recomendo o ótimo artigo http://www.nivaldocordeiro.net/adestruicaodapequenaempresa
Este o motivo pelo qual não podemos ter um PARTIDO CONSERVADOR à moda dos EUA. O nosso passado, que LULA e o PT querem conservar, deve isto sim, ser enterrado...

Antonio disse...

Renomados institutos internacionais de pesquisas econômicas dizem que o Brasil será a quinta economia mundial. Gostaria de saber o que os senhores acham disso. A afirmação pode ser verdadeira?

Burocratoparasita da União disse...

Analisando a venda da Vale, à época, tomado o valor que a empresa alcançou HOJE, Alex? Que falácia. O que diz da Embraer? Privatizada por Itamar Franco, em 1994, virou a terceira maior fabricante de aviões do mundo. Mandar auditar essa também? Porque, obviamente trata-se de outro caso onde as cifras da privatização são uma fração das receitas, ATUAIS.

(>>>)

"Fundada pelo governo militar em 1969, unindo esforços do Instituto Tecnológico da Aeronáutica e do Centro Tecnológico Aeroespacial, e usando projetos técnicos da norte-americana Piper Aircraft, de Vero Beach, Flórida, a EMBRAER cresceu próspera, desenvolveu projetos próprios e pioneiros, até encontrar o desastre durante a baderna do governo de José Sarney, que a destruiu rapidamente.

Foi um dos maiores golpes já praticados contra a indústria brasileira.

Saneada e privatizada em 1994 pelo governo de Itamar Franco, tornou-se a terceira maior fabricante de aviões do mundo, atrás apenas da Boeing/McDonnel e do consórcio europeu Airbus."

fejuncor disse...

A EMBRAER se fosse estatal sob este governo corrupto, estava falida, tirando dinheiro do BNDES e pagando comício do PT na Bahia.

pitombo disse...

A CVRD pegou, privatizada, o pico de valorização do minério de ferro. Agora o minério está caindo de cotação e é por isso que alguns já falam em reestatizá-la. A quadrilha sabe fazer as coisas.

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

Não sei o que é pior, privatizar mal ou mal administrar a estatal. E tem outra: certas empresas privadas tiveram tratamento de estatais por este governo corrupto.

Veja esta:

FRIBOI JÁ LEVOU 7,5 BILHÕES

Concorrentes reclamam de privilégios

Em fevereiro o frigorífico brasileiro Friboi colocou à venda um pacote de dois milhões de debêntures no valor de R$ 3,48 bilhões. O mercado financeiro não se interessou, mas a BNDESPar, empresa de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, comprou o encalhe, 99,9% dos papéis. e jogou dinheiro na roda. Os outros acionistas, entre eles a família Batista, dona de 59% do grupo JBS, adquiriram 0,05% da emissão. Restou uma sobrinha de 523 papéis que ninguém quis.

A operação foi feita para pagar a última aventura da companhia nos Estados Unidos: comprar a Pilgrim"s Pride Corporation, que estava quebrada. A entrada no mercado americano foi o passo mais ousado de uma trajetória internacional iniciada em 2005, com a compra da Swift argentina, feita também com dinheiro tirado dos cofres do BNDES.

Ávido por cumprir o objetivo principal do governo Lula, que é mandar dinheiro para o exterior, o BNDES já empatou pelo menos R$ 7,5 bilhões no Friboi - de quem também é acionista, com uma participação de 22,36%. O apoio ao frigorífico supera outras operações emblemáticas, como os R$ 2,6 bilhões para o casamento Oi/Brasil Telecom.

Adam Smith disse...

Essas explicações valem para a Petrobrás? Deduzo que, privatizada, essa estatal deveria, na mesma proporção, estar valendo um trilhão de euros? E, sobre o FRIBOI, entendí que Lula seria acionista? Secretamente?

ntsr disse...

Rodrigo, cadê o vídeo do debate sobre as cotas pra negros?

ntsr disse...

E como tu já deve ter visto, o link da imagem tá quebrado

ntsr disse...

Se estourar a guerra quero ver se o pt vai ter coragem de ser coerente com o que eles são de verdade e entrar do lado do hugo chavez

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

Talvez ela não precisasse estar tomando mais 2 bilhões da Caixa esta semana (ambas instituições controladas pela União). Da participação da família Lula, já que vc perguntou. A Radiografia da família de um líder corrupto do Terceiro Mundo subdesenvolvido. Como num filme de Costa Gavras:

A FAMÍLIA INTEIRA ENVOLVIDA

O "FENÔMENO"

Em outubro de 2006, a revista Veja publicou uma reportagem sobre a meteórica carreira empresarial do filho do presidente Lula, Fábio Lula da Silva. Sob o título "O Fenômeno de Lula" a revista reconstituiu a trajetória do biólogo, funcionário do jardim zoológico, que se tornou um grande empresário do ramo de telefonia, justamente no período em que o pai ocupou a presidência. O número da edição de Veja é 1979 e o autor da excelente pesquisa é o jornalista Alexandre Oltramari.
.......................... ........................
O filho do presidente sentiu-se invadido e moveu uma ação contra a editora e o jornalista, exigindo reparações e restituições. A ação tramitou durante três anos. Em novembro de 2009, a juiza Luciana Novakoski Ferreira Alves de Oliveira, da 2° Vara Cível, Pinheiros, São Paulo, proferiu a sentença. Trata-se de um documento fundamental para o estudo da estrutura corruptocrática que se instalou no Brasil, durante o "ciclo-Lula". Na conclusão final, a juiza adverte que:

"O autor precisa compreender que é de interesse de toda a população brasileira saber como o filho do Presidente da República obteve tamanha ascensão coincidente ao mandato de seu pai. E há de concordar que uma imprensa livre para investigar tais fatos é fator essencial para que vivamos num Estado Democrático de Direito, ideal outrora defendido por tantos que, agora, ao que se vê, parecem se incomodar com ele."

O número do porocesso é 011.06.119341-9.

.......................... ........................

A FILHA - USANDO CARTÕES CORPORATIVOS

No início de 2008 começava uma nova crise: a crise do uso de cartões corporativos. Denúncias de irregularidades no uso de cartões corporativos começaram a aparecer. As denúncias levaram à demissão da Ministra da Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, que foi a recordista de gastos com o cartão em 2007. A denúncia que gerou um pedido de abertura de CPI por parte do Congresso foi a utilização de um cartão corporativo de um segurança da filha de Lula, Lurian Cordeiro Lula da Silva, com gasto de R$ 55 mil entre abril e dezembro de 2007. A imprensa revelou que o Palácio do Planalto montou um dossiê que detalhava gastos da família de FHC e que os documentos estariam sendo usados para intimidar a oposição na CPI. A Casa Civil negou a existência do dossiê. Meses depois, sob críticas da oposição, a CPI dos Cartões Corporativos isentou todos os ministros do governo Lula acusados de irregularidades no uso dos cartões e não mencionou a montagem do dossiê com gastos do ex-presidente FHC.

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

A ESPOSA E O CABELEIREIRO

Maria Emília Évora cuida das despesas da primeira-dama, Dona Marisa. Suas faturas foram de R$ 441 mil entre janeiro e agosto de 2004 – R$ 198 mil sacados em dinheiro

O funcionário Clever Pereira Fialho, CPF 265.787.941-53, lotado junto ao presidente, é o campeão absoluto dos gastos. Suas faturas no período somaram mais de R$ 1 milhão – sendo que os saques em dinheiro vivo foram de R$ 226,9 mil. DINHEIRO apurou que Clever é hoje o ecônomo titular do presidente. Lula também trabalha em revezamento com outros oito ecônomos:

Anderson Pereira de Aguiar (saques de R$ 239,3 mil),

José Roberto Possa (saques de R$ 205,9 mil)

Ademar Paoliello Freire (saques de R$ 199,1 mil).

No total, os nove ecônomos de Lula sacaram no período R$ 1,510 milhão – uma média de R$ 189 mil mensais. Outro nome que chamou a atenção dos auditores é o de Maria Emília Matheus Évora, CPF 389.868.251-04. Nos oito meses examinados pelo TCU, ela movimentou com o cartão R$ 441,5 mil – os saques em dinheiro foram de R$ 198,1 mil, numa média de R$ 24,8 mil mensais. DINHEIRO apurou junto a duas pessoas com assento no Planalto que Maria Emília, titular da equipe precursora que cuida das viagens do presidente, é a ecônoma destacada para cobrir as despesas da primeira-dama. A mulher do presidente está sempre acompanhada de sargentas do Exército – e são as sargentas que acertam suas contas com Maria Emília. Na semana passada, dois colunistas – Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, e Giba Um, que mantém um site na internet – publicaram simultaneamente a informação de que Marisa Letícia costuma pagar com cartões de crédito corporativos suas visitas ao cabeleireiro Wanderley Nunes, que atende em um mega-salão no Shopping Iguatemi, em São Paulo.

fidelito disse...

A PETRO está desesperada atrás de dinheiro. Está oferecendo ações também. Deve estar com problemas muito sérios.

Burocratoparasita da União disse...

PRIMEIRA DAMA INVESTE R$600.000,00 NA BRASILPREV

O gabinete de Segurança Institucional se empenha na coordenação de abafar o endereço de 650 mil reais que sumiram pelas mãos da Sra. Marisa Letícia da Silva, na utilização de seu poderoso cartão corporativo. O sigilo sobre o caso é questão de "segurança nacional", conforme defesa do Sr. Jorge Armando Felix, ministro-chefe do GSI, sabedor que a segurança é muito mais um grau de garantia porque é relativa, está sujeita a vulnerabilidades.

A verdade é que a esposa do presidente do governo mais corrupto da história da República desde PEDRO A. CABRAL desembolsou, em dinheiro vivo, nada menos que R$ 600.000,00 (seiscentos mil reais), que foram recolhidos aos cofres da Brasilprev e incorporados ao seu balanço de 2007, para a aquisição de três planos de "previdência junior" para garantir o futuro de seus três netinhos.

fejuncor disse...

Caramba. Faz aplicação com cartão de crédito. Rsrsrs. Inédito. Só no governo do Brasil. Isso não existe nu mundo.

Vergilio disse...

Arca de Noé (brasileira) e os cartéis
Um dia, o Senhor chamou Noé que morava no Brasil e ordenou-lhe: - Dentro de 6 meses, farei chover ininterruptamente durante 40 dias e 40 noites, até que o Brasil seja coberto pelas águas. Os maus serão destruídos, mas quero salvar os justos e um casal de cada espécie animal. Vai e constrói uma arca de madeira. No tempo certo, os trovões deram o aviso e os relâmpagos cruzaram o céu. Noé chorava, ajoelhado no quintal de sua casa, quando ouviu a voz do Senhor soar furiosa, entre as nuvens: - Onde está a arca, Noé? - Perdoe-me, Senhor suplicou o homem. Fiz o que pude, mas encontrei dificuldades imensas: Primeiro tentei obter uma licença da Prefeitura, mas para isto, além das altas taxas para obter o alvará, me pediram ainda uma contribuição para a campanha para eleição do prefeito.
Precisando de dinheiro,fui aos bancos e não consegui empréstimo, mesmo aceitando aquelas taxas de juros ...O Corpo de Bombeiros exigiu um sistema de prevenção de incêndio, mas consegui contornar, subornando um funcionário.Começaram então os problemas com o IBAMAe a FEPAM para a extração da madeira.Eu disse que eram ordens suas, mas eles só queriam saber se eu tinha um "Projeto de Reflorestamento " e um tal de "Plano de Manejo ".
Neste meio tempo eles descobriram também uns casais de animais guardados em meu quintal.. Além da pesada multa, o fiscal falou em "Prisão Inafiançável " e eu acabei tendo que matar o fiscal, porque, para este crime, a lei é mais branda. Quando resolvi começar a obra, na raça e a força,apareceu o CREA e me multou porque eu não tinha um Engenheiro Naval responsável pela construção. Depois apareceu o Sindicato exigindo que eu contratasse seus marceneiros com garantia de emprego por um ano. Veio em seguida a Receita Federal, falando em " sinais exteriores de riqueza " e também me multou. Finalmente, quando a Secretaria Municipal do Meio Ambiente pediu o " Relatório de Impacto Ambiental " sobre a zona a ser inundada, mostrei o mapa do Brasil. Aí, quiseram me internar num Hospital Psiquiátrico! Sorte que o INSS estava de greve...
Noé terminou o relato chorando, mas notando que o céu clareava perguntou: - Senhor, então não irás mais destruir o Brasil? -Não!-respondeu a Voz entre as nuvens - Pelo que ouvi de ti, Noé, cheguei tarde! O governo já se encarregou de fazer isso!

OBS.: Estão percebendo e vendo no que dá essa facilidade de formar cartéis que existe no Brasil (CREA, OAB, CRM, Sindicatos e entidades de classe disso e daquilo.....) onde os presidentes e diretores dessas entidades de classes são os mesmos presidentes e diretores dos sindicatos? É por isso que o Brasil é atrasado, subdesenvolvido e ruim de inovação, pois esse povo é contra o livre mercado e se autoprotegem para encobrirem suas incompetências e ineficiências .

Anônimo disse...

"usar crédito estatal para fazer casas"
Ue, o dinheiro não vem do FGTS?

Burocratoparasita da União disse...

Até em Cuba já descobriram que é preciso trabalhar. No Brasil, a vagabundagem ainda sonha em ser parasita.

(>>>)

Raúl Castro anuncia redução do emprego estatal em Cuba

Dom, 01 Ago, 07h14

Havana, 1 ago (EFE).- O presidente de Cuba, Raúl Castro, anunciou hoje que serão reduzidos os empregos estatais e que se ampliará o emprego por conta própria.
PUBLICIDADE

Em seu discurso diante da Assembleia Nacional, Raúl Castro ressaltou que a unidade da Revolução e de sua direção é hoje "mais sólida do que nunca" e reafirmou que o caráter socialista do sistema político e social de Cuba é "irrevogável".

O presidente cubano disse diante do Parlamento que o Conselho de Ministros acordou entre os dias 16 e 17 de julho "um conjunto de medidas.

Em uma primeira fase, que concluirá no primeiro trimestre de 2011, será modificado o tratamento laboral e salarial dos trabalhadores estatais "disponíveis", serão cortados "enfoques paternalistas que desestimulem a necessidade de trabalhar" para reduzir "despesas improdutivas".

Outra decisão do Governo é ampliar o trabalho por conta própria com a eliminação de várias proibições vigentes, para outorgar novas formas, a comercialização de algumas produções e a flexibilização da contratação laboral.

O empreendedor contará com um novo regime tributário para garantir que este setor contribua à seguridade social e abone impostos sobre receitas pessoais e vendas assim como pela contratação de trabalhadores.

Raúl Castro assegurou que "ninguém ficará abandonado à própria sorte" e que "o Estado socialista dará o apoio necessário para uma vida digna".

Mas advertiu que "é preciso apagar para sempre a ideia de que Cuba é o único país do mundo em que se pode viver sem trabalhar".

Antes de fazer os anúncios, o general criticou as "campanhas de imprensa" que distorcem a realidade de Cuba e que "anteciparam com estridência o anúncio de supostas reformas no sistema econômico e social e a aplicação de receitas capitalistas para canalizar a economia".

"Alguns inclusive se atreveram a descrever a existência de uma luta entre tendências na direção da Revolução" reprovou o presidente cubano, que reafirmou que Cuba atualizará seu modelo econômico ao seu ritmo, com responsabilidade e sem improvisações. EFE

Anônimo disse...

'A prosperidade de alguns homens públicos do Brasil é uma prova evidente de que eles vêm lutando pelo progresso do nosso subdesenvolvimento.'

Rambo disse...

Pensei que os gastos do Presidente e do gabinete fossem previstos em orçamentos e as contas fossem analisadas pelo TCU. Mas, pelo que diz o burocrataparasita da união, há uma mala cheinha de cédulas, produzidas pelo BACEN (secretamente) entregue á família do presidente para gastar no que quiser, na quantidade que quiser. Que coisa!!!

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

Não ligue, eu também. Em nenhum outro país do mundo o governo pode ter gastos secretos, como no caso dos cartões corporativos. A coisa toda, meu caro, reside exatamente nisso: esconder gastos, ou fazer parecer que foram gastos com o povo.

O Portal da Transparência é um engodo.

Burocratoparasita da União disse...

O ESCÂNDALO DOS CARTÕES

O escândalo dos cartões corporativos é uma crise política no governo do Brasil iniciada em 2008 após denúncias sobre gastos irregulares com cartões corporativos. Os cartões foram instituídos em 2001 mas só entraram em uso no ano seguinte, para gastos emergenciais. O problema dos cartões é estrutural, pois eles deveriam ser usados para despesas pequenas e urgentes, mas vem sendo usando para dispensar licitações e fazer farras. Dos 150 cartões corporativos, o Portal Transparência, site oficial do Governo Federal, só divulgou os dados de 68 cartões.
..................... .................... .....................

A FARRA DOS GASTOS

Um funcionário do Ministério das Comunicações chegou a usar o cartão corporativo para reformar uma mesa de sinuca.

José Dirceu, o deputado cassado do PT, além de ser julgado por coordenar o Escândalo do Mensalão, também foi investigado por mau uso de cartão corporativo do Governo Federal.

Cartões corporativos foram usados até para comprar presentes em camelô e pagar diárias no Copacabana Palace, além da compra de ursos de pelúcia.

O Tribunal de Contas da União apurou a apresentação de 27 notas frias em uma viagem do presidente Lula a um acampamento do MST no Mato Grosso do Sul. As notas frias foram pagas com cartões corporativos.

No começo de março, um caso nunca muito bem esclarecido, descobriu-se que um cartão ligado à Casa Civil, comandada por Dilma Roussef, foi utilizado para pagar bailarinas para um servidor da Casa. A Casa Civil divulgou nota afirmando que se tratava de 20 vasos com flores para ornamento chamado de ‘bailarina’”.

Outro cartão foi usado na Feira do Paraguai de Brasília, famosa por vender produtos importados, na sua maioria contrabandeados ou falsificados. Funcionários da feira disseram que é normal servidores comprarem MP3 e MP4 para seus filhos e pedirem para registrar o produto na nota fiscal apenas como "material de consumo".

tibirica disse...

O segredo sempre é alegado por questões de ‘segurança nacional’... =)) o que me leva a concluir que cidadão patriota é aquele que aceita ser roubado pelo Estado e não pelo estrangeiro...

fejuncor disse...

Acham que quando o presidente leva dinheiro para fora, é para ajudar as pessoas de lá. E pensam que o dinheiro, um dia, vai voltar. Rsrsrsrs.

Anônimo disse...

Governo corrupto, ladrão.