quarta-feira, julho 02, 2008

Do Inferno Para a Liberdade




Rodrigo Constantino

“A complacência de hoje é paga com a angústia de amanhã; e se ela persiste, com o sangue de depois de amanhã.” (Suzanne Labin)

“Uma manhã chuvosa, como a minha alma”. Assim Ingrid Betancourt inicia a carta que escreveu em 2007 no cativeiro, e que chegou aos seus familiares após a prisão de guerrilheiros das Farc em Bogotá. Ela estava seqüestrada desde 2002 pelos guerrilheiros marxistas, e seus relatos serviram para despertar o mundo para a situação caótica dos reféns mantidos pelas Farc. Seu desespero era tão grande, que ela passou a ver a morte como “uma opção amena”. A distância de seus filhos foi descrita como um veneno em sua infinita solidão, “como se me injetassem cianureto nas veias, gota a gota”. Ela escreve que parou de comer, e que não sentia mais vontade de nada, pois o melhor é não querer nada, “para pelo menos ficar livre de desejos”, já que a resposta dos guerrilheiros era ‘não’ para tudo. “A vida aqui não é vida, é um desperdício lúgubre do tempo”, ela desabafa na carta emocionada. Todos “são obrigados a dormir no fundo de um buraco qualquer, deitados em qualquer lugar, como animais”. Felizmente, todo esse enorme sofrimento chegou ao fim para Ingrid, que foi resgatada pelo Exército colombiano hoje.

Após ser resgatada junto com um grupo de 14 reféns, Ingrid deu um depoimento onde agradeceu a Deus e aos soldados da Colômbia pela “operação impecável” dos militares. Os agentes se infiltraram nas Farc e se disfarçaram usando camisetas de Che Guevara, ídolo dos terroristas. As Farc já vinham sofrendo várias derrotas por causa de uma ação mais dura do governo Uribe, incluindo o ataque na fronteira do Equador que resultou na morte do segundo homem na hierarquia do grupo. Nessa operação, ocorreu a apreensão do computador com importantes dados das Farc, como a milionária quantia de ajuda acertada com o governo Chávez. Fora isso, o líder dos guerrilheiros, Manuel Marulanda, morreu, representando mais um duro golpe contra os criminosos. O cerco foi se fechando, e alguns guerrilheiros se entregaram. As Farc estão, finalmente, desmoronando, depois de mais de 40 anos espalhando o terror pela Colômbia. A brilhante operação que libertou Ingrid e outros reféns representa praticamente um xeque-mate para os guerrilheiros financiados pelas drogas. Tomara que o golpe final não demore! Afinal, vários reféns ainda estão sob o domínio dos guerrilheiros.

O governo Uribe está de parabéns, assim como os militares envolvidos no resgate. Uribe tem lutado praticamente isolado contra os guerrilheiros, já que muitos presidentes latino-americanos são aliados ou obsequiosos com as Farc. O Foro de São Paulo, criado pelo PT de Lula e Marco Aurélio Garcia, ao lado do ditador Fidel Castro, tem dado inclusive declarações de apoio aos guerrilheiros. A resolução no 9 do X Encontro do Foro diz “ratificar a legitimidade, justeza e necessidade de luta (das Farc)”. O governo Lula se recusa a definir as Farc como terroristas. Durante o governo de Olívio Dutra, o representante das Farc, Hernan Rodriguez, foi recebido pelo governador no Palácio Piratini. A revista VEJA trouxe denúncia da existência de documentos da ABIN relatando apoio financeiro das Farc para candidatos petistas. Sabe-se que as Farc celebraram a vitória de Lula nas eleições. A esquerda, de forma geral, prega sempre uma maior “negociação” entre as partes, ignorando que de um lado está o governo democraticamente eleito, e do outro um grupo de traficantes e seqüestradores assassinos. É como se defendessem uma negociação entre a polícia e Fernandinho Beira-Mar!

A esquerda francesa também pregava, na década de 1930, mais “conversa” com Hitler, e os comunistas exortaram os trabalhadores a abandonarem as fábricas bélicas pouco antes da invasão dos nazistas. A mesma esquerda costuma defender a diplomacia com terroristas, como se fosse possível debater com Osama Bin Laden num chá em Londres! No fundo, essa postura pode ser fruto da covardia em alguns casos, e da safadeza em outros, pois há alguma afinidade com os bandidos por motivos ideológicos. Tudo que é contra o capitalismo liberal e seu maior ícone, os Estados Unidos, passa a ser visto como um aliado. Nos Estados Unidos, costuma prevalecer a máxima de que com terrorista não se negocia. A atitude mais dura de Uribe contra as Farc merece, nesse sentido, fortes aplausos. Ela que tem sido importante no desmantelamento dos guerrilheiros. Não os discursos vazios e a retórica “humanista” dos presidentes esquerdistas que, no fundo, preferem as Farc ao governo de Uribe.

No Brasil, o que mais se aproxima das Farc é o MST, grupo de invasores criminosos que vivem com o financiamento de verbas estatais. São inspirados pelo marxismo também, e usam o mesmo tipo de ideologia para incitar a inveja e o ódio nas pessoas e partir para a pilhagem das propriedades privadas. O MST, o embrião crescido das Farb (Forças Armadas Revolucionárias do Brasil), tem agido impunemente, depredando propriedades, obstruindo o progresso, e doutrinando desde cedo as crianças em suas “escolas”, onde o marxismo é o dogma a ser seguido por uma seita fanática. Novamente, a esquerda é conivente com os criminosos, chamando-os de “movimento social”. Quando muito, criticam de forma tímida alguns meios, mas aprovam os fins. O MST ainda não tem o mesmo poder das Farc, mas vem crescendo, alimentado pelo próprio governo. É preciso cortar o mal pela raiz, e impedir esse avanço urgentemente. A primeira medida deveria ser cortar os recursos repassados para todas as ONGs ligadas ao movimento criminoso. A segunda medida seria atuar com rigor contra os invasores. O difícil é esperar isso de um governo cúmplice do movimento, quando o próprio presidente Lula veste literalmente o boné dos invasores.

Mas hoje é uma data que deve ser celebrada. A principal refém das Farc foi libertada pelo Exército colombiano, e os guerrilheiros estão mais perto do fim agora. Uma família separada pelos marxistas poderá se reunir novamente. Infelizmente, não é o fim do sofrimento para muitos outros que ainda são vítimas desses criminosos. Qualquer um que valoriza a vida e a liberdade tem a obrigação moral de condenar veementemente essa ideologia assassina. Os prisioneiros das Farc, assim como os prisioneiros de Cuba, do Zimbábue e da Coréia do Norte, os regimes comunistas ainda existentes, têm o direito de ser livre também. E todos aqueles que ainda conseguem defender tamanha barbaridade, não passam de cúmplices desses seqüestradores. Sejamos francos: quem ainda prega o comunismo não tem caráter! Ingrid Betancourt saiu direto do inferno para a liberdade. Esses safados desejam o contrário para todos nós: tirar nossa liberdade e nos lançar no inferno!

14 comentários:

Eduardo disse...

UUUUAAAAAUUUU!
YAHOO!!!
Inteligência, e força venceram!
Não às FARC, não à complacência, não aos criminosos. Basta de Foro, Chávez, Petralhas e FARC.
FESTA FESTA FESTA!!!!
Rodrigo, parabéns! Sempre lúcido!
Abraços
Eduardo

Eduardo disse...

Melhor dizendo, o BEM venceu! A Lei venceu! A Legalidade, e a Constitucionalidade venceram! A Paz venceu! A esperança da humanidade venceu!
Uribe merece um nobel.
Cadê o Euzinho defendendo anistia pros criminosos?
Escondam-se vigaristas, pois a Justiça vem!
Envergonhem-se vigaristas, pois a História recorda!
Abraços saludos

Bruno Bortoni disse...

Muito bom comentário Rodrigo. Os seus textos ficam melhores a cada dia. Fico muito feliz em saber que o governo Uribe vem desmantelando as Farc. Pena que ainda tenho que aguentar o Jabor, após dar a notícia, ficar endeusando Marx.

C. Mouro disse...

É preciso destacar mais esta frase de Ingrid QUE DEFENDEU O ENFRENTAMENTO MESMO PONDO EM RISCO OS REFÉNS:

"é melhor morrer pondo as mãos na liberdade, ainda que por alguns instantes, do que morrer na mão dos terroristas."

Essa frase deveria ser reproduzida incansavelmente para confrontar aquelas repletas de pieguismo e patetismo de que as esquerdas se valem.
Essa frase clama pelovalor da liberdade. Pena que será esquecida, se é que foi percebida em sua profundidade.
...é mesmo uma pena que não se dê a ela o devido eco.

Pois muitos (argh! ...cuisp!) andam por aí oferecendo sua liberdade clamando pela proteção do deus-Estado até com medo do bicho papão e das minocas atômicas ...cuisp! ...cuisp!

Abraços
C. Mouro

Rodrigo Constantino disse...

"Esta liberação é muito importante para a busca da paz e os acordos entre as Farc e o governo colombiano. É uma demonstração de que as Farc liberam seus presos e de que as conversas iniciadas pelo companheiro Chávez, que devemos saudar, contribuíram para a libertação." (Evo Morales, tiranete boliviano)

"É uma pena que não tenha sido iniciado um processo de paz e sim um resgate." (Rafael Corrêa, tiranete do Equador)

Dois verdadeiros FILHOS DA PUTA! Assim como todos aqueles que ainda conseguem defender essa CORJA!

Viva a Liberdade! Abaixo o comunismo!

Bruno disse...

Hahahahahha!!!!! Bem bolado esse post hein Rodrigo, ainda espero que um dia algum politico faça um comentário desse em pleno Debate Eleitoral... seria lindo...
Deviam sequestrar o Zacarias dos Andes e o Voizinha e deixa-los 5 anos na Amazonia...
Como diria Paulo Francis, a maior propaganda anticomunista é deixar um comunista falar...
Filhos da Puta é pouco pra esses parasitas...

Mauricio disse...

Viva a liberdade!

A parabéns ao Uribe e ao Exército colombiano que honraram sua pátria ontem.

jonas disse...

Daria tudo pra ver a cara de bunda que o Chavez deve ter ficado ao saber que não poderia posar mais de heroi.

Excelente tambem foi o comentario de Arnaldo Jabor no Jornal da Globo, satirizando com Karl mMarx.

Alias, a cobertura do JG ontem sobre o caso foi excelente, colocadno Chavez e as Farc em seu devido lugar.

Viva a liberdade!

C. Mouro disse...

Mentem, mentem desavergonhadamente, canalhosamente, vagabundamente.

Mas não por acaso não.

Goebbels recomendava:
"Mintam, mintam, caluniem, pois sempre sobra alguma coisa".

Esses sub-ratos e seu séquito de sub-vermes sabem que para a massa estúpida as palavras substituem a realidade. Pois que a massa estúpida não e capaz de discernir aquilo que lhe está exposto, não, a massa estúpida simplesmente ouve esse tipo de "fermentação excrementosa" e sai repetindo escorando-se uns nos outros, sem o menor senso de realidade.

Esses pulhas sabem disso e por isso são meramente propaganda.
Eles não se importam de parecerem loucos perante muitos, tal a canalhice de negarem a realidade. Não, eles não se importam porque NÃO POSSUEM A MÍNIMA IDEIA DO QUE É ORGULHO PESSOAL, por isso SE PERMITEM TUDO.

Afinal, são ideológicos, desprezam-se como individuos, a única coisa que os motiva é a ideologia e o "asinus asinum fricat", ´[e o "orgulho" postiço do coletivismo (ostentação de soberba) na massa ideológica. O que vale para eles é a praxis da vitória sobre o inimigo. Só isso lhes importa, é disso que tiram o seu "orgulho" postiço, a sua soberba porca numa ostentação de falaso orgulho coletivista.

Se a ideologia vence, para eles só isso basta. Não lhes impora o comportamento vergonhoso ao ponto de parecerem loucos ante as aberrações que proferem em desumano descaramento. Não, eles só se importam com a tal "praxis" tão exaltada por seu mentor ideológco que fazia dela o único valor(KM).

Eles sabem que muitos ignorantes e misturados com outros meramente safados repetirão estas asneiras aberrantes.
O que lhes importa é o que vai para história que eles pretendem escrever com este tipo de coisa.

Não há palavras capazes de descrever a baixeza, o descaramento, a demencia destes tipos ideológicos putrefatos, subvermes encarnados em corpos humanos.

Eles sabem que por mais absurda que seja a mentira proferida com tal desumano descaramento - só possivelem alguém desprovido de qualquer vestigio de orgulho e decencia - haverão os que os repetirão e haverão os ignorantes que serão capturados em sua ingenuidade e desinformação... ...sempre restará alguma coisa.

Quanto a vergonha na cara, jamais saberão oque é isso. Jamais sentirão o prazer que é o orgulhosincero, a vergonha na cara que impede que se proceda de forma tão pustulenta, até que pareçam loucos falando as maiores absurdos, incompreensiveis e de tão incompreensiveis a alguém dize-los parecem verdade.

OLHEM SÓ ISSO:
http://resistir.info/

É para rir até cair, depois chorar por saber que há tipos com aparência humana capazes disso.
Tem que exibir ao máximo para um máximo de pessoas essas coisas, para que percebam do que estes tipos repugnantes são capazes.

Abraços
C. Mouro

Anônimo disse...

O governo da Colômbia sob Uribe, que se beneficiou com a comemoração generalizada feita pela mídia corporativa nos últimos dias, é rotineiramente condenado como tendo um dos piores recordes de direitos humanos em qualquer país do mundo. Mais de 60 membros da coligacão congressual do Presidente Uribe estão sob investigação por fraude eleitoral ou vínculos com as milícias de extrema-direita também classificadas como "organizações terroristas" pelos USA. A Colômbia é o país mais perigoso do mundo para sindicalistas.

Desde que começou o Plano Colômbia, os Estados Unidos enviaram cerca de US$ 5 milhões para o governo colombiano, descrito pela Senadora Piedad Cordoba como uma "democracia que governa através do medo e do terror." A própria Senadora Cordoba foi sequestrada por 12 terroristas armados afiliados ao narco-governo.

Como que um governo deste tipo pode receber elogios de articulista como o Rodrigo Constantino, uma vez que negociaram a libertacão de Ingrid Betancourt e dos mercenários norte-americanos através do pagamento de US$ 20 Milhões? Como pode um indivíduo que posa como defensor da democracia e da liberdade homenagear sem nenhuma crítica um governo destes?

Anônimo disse...

Bogotá, 4 jul (EFE).- O jornalista Frederich Blassel, da "Radio Suisse Romanda" ("RSS"), reiterou hoje que um dos dois rebeldes capturados na quarta-feira passada no resgate de 15 reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) recebeu US$ 20 milhões para entregá-los ao Exército colombiano.

O Jornalista também envolveu os Estados Unidos no caso.

Blassel declarou à emissora colombiana "La W" que a operação executada na quarta-feira, na qual a ex-candidata presidencial franco-colombiana Ingrid Betancourt, três americanos e 11 militares e policiais colombianos recuperaram a liberdade, "foi uma armação" do Governo do presidente Álvaro Uribe.

O repórter afirmou que a suposta negociação foi realizada com o rebelde conhecido como "César", detido na operação de quarta-feira e apresentado ontem à imprensa, em Bogotá.

"Não foi uma negociação com as Farc diretamente, mas com uma pessoa muito importante da organização, o comandante 'César'", afirmou o jornalista suíço, que citou uma fonte não identificada.

Blassel assinalou que a fonte assegurou que os Estados Unidos patrocinaram o suposto pagamento ao guerrilheiro pelo fato de terem três reféns americanos entre os seqüestrados.

Além de Betancourt, seqüestrada em 2002, também foram resgatados os americanos Keith Stansell, Thomas Howes e Marc Gonsalves.

Mas, de acordo com a versão difundida pela emissora estatal suíça "RSS", Stansell, Howes e Gonsalves, seqüestrados em 2003 enquanto colhiam informação sobre plantações ilícitas nas selvas colombianas do Caquetá (sul da Colômbia), eram, supostamente, membros do FBI (Polícia federal americana).

Segundo Blassel, "os três americanos trabalhavam para o FBI e foram cedidos ao Departamento Americano Antidroga (DEA) para fazerem um trabalho. Por isso o interesse dos EUA em libertar os cidadãos era muito grande".

Ele acrescentou que "o contato com o 'comandante César' foi estabelecido através de sua namorada, capturada há cerca de quatro meses pelo Exército".

"Se o povo soubesse que esta operação foi uma armação por trás de uma negociação, não se importaria, já que Uribe sai como o vencedor e passa a ser visto como o homem forte", disse.

Anônimo disse...

Observadores atentos começaram a questionar as estranhas circunstâncias que envolveram o acontecimento do "resgate dramático" de Ingrid Betancourt. Alguns homens vestindo camisetas do Che Guevara simplesmente apareceram e colocaram os reféns a bordo de um helicóptero? Se fosse assim tão fácil, por que não o fizeram anos atrás? A mídia francesa também estranhou o fato de que Betancourt não tinha a aparência desolada e faminta das imagens antes divulgadas de quando ainda estava no cativeiro - ela possuía uma aparência saudável e de ter sido bem alimentada, como se estivesse sido preparada para ser libertada.

Sexta-feira, informacões comecaram a vir a tona, que na realidade, o governo da Colômbia pagou secretamente U$20 milhões de dólares para as FARC em troca da libertacao de Betancourt e dos mercenários norte-americanos. Essa informação foi úblicada pela rádio Suisse Romande da Suiça e pelo meio francês, Francês MediaPart. Segundo a RSR, na base do acordo encontra-se a esposa do responsável pelos reféns detidos. A mulher "serviu de intermediária desde que foi detida por parte das forças" militares colombianas. Ela havia permitido abrir um canal de negociações com o grupo que tinha em seu poder os reféns e obter que seu responsável, Geraldo Aguilar, mudasse de lado.

Dominique Moisi, um dos mais proeminentes especialistas em políticas exteriores da França, disse que era "possível" que as FARC tenha recebido dinheiro em troca dos prisioneiros. "Eles foram levados em ordem para serem entregues, como chefes da Máfia," disse ao canal estatal Francês de televisão.

FIX disse...

HAhahaha

Os Paleo-socialistas estão esperneado.

Mauricio disse...

Ué, qual o problema em subornar os guerrilheiros ?

Não vale para libertar a Ingrid ?

Ou será que se eu vestir uma camisa de cheguevara e passear pela floresta no meio da colômbia eu convenço os guerrilherios a me levarem aos acmpamentos de Reféns.. ?

Será que vai rolar uma outra sacada genial dessas para libertar os outros refens ?