quarta-feira, novembro 03, 2010

Dilma e o MST



"O MST não é caso de polícia", disse Dilma na entrevista coletiva ao vivo neste momento. E eu aproveito para perguntar: nem quando os membros do MST invadirem propriedades privadas, ameaçarem pessoas inocentes com armas, depredarem plantações, máquinas e laboratórios e matarem os animais das fazendas? Pensei que qualquer CRIME era caso de polícia, independente de QUEM praticava o crime. Estava enganado. Para a presidente eleita, existem leis para alguns, e mão na cabeça para outros. Dois pesos, duas medidas. A Justiça não é mais cega. Tirou a venda dos olhos, e agora julga de acordo com quem pratica o crime. Se for de aliados do PT, então tudo bem. O velho bordão: "aos inimigos, a lei; aos amigos, tudo!"

12 comentários:

João Luis Meloni disse...

Rodrigo,

na outra discussão ("dia de luto") infelizmente você suprimiu várias postagens importantes minhas. Assim fica fácil ganhar o debate, parece que esse era mesmo o seu objetivo. Por isso, não vou me dar ao trabalho de continuar a discussão (todos os seus argumentos são facilmente rebatíveis).

Eu tenho toda a discussão comigo e posso mostrar a quem quiser saber quais foram os posts que você não quis publicar. Se alguém quiser obtê-los, pergunte o meu e-mail ao Rodrigo Constantino, ele está autorizado a fornecê-lo.

Pode continuar com a sua visão simples de mundo. Pode continuar com os seus leitores, sempre dispostos a chamar quem discorda de você de petralha e ptaliban.

Um abraço e adeus.

Anônimo disse...

Petismo é vida dupla, xará. Infelizmente, milhões de brasileiros nem sequer suspeitam disso.

Rodrigo Constantino disse...

João, eu não suprimi nada. Algumas mensagens suas, não sei o motivo, chegaram como email direto para mim. Não tinha como aprovar ou reprovar o comentário no blog. Vc deve ter feito alguma coisa errada, sei lá.

Vc diz muita besteira, nega coisas muito óbvias, mas eu tenho publicado mesmo assim. É bom para meus leitores diferenciarem os pontos de vista...

CARLOS GALILEU disse...

Temos que de alguma forma impedir os absurdos que estão previstos neste governo indecente do PT. Nós LIBERAIS precisamos urgentemente nos unir e pensar em alguma forma de combater isso.

ntsr disse...

Deixa de frescura, dois minutos tu faz teu blog pra falar a besteira que quiser

Anônimo disse...

Aiai, mais 4 anos de PT... ninguém merece!

Final de 2010 e ainda esse papo de MST e coisas arcaicas do gênero!

Clarice disse...

Rodrigo, a própria Dilma já respondeu a sua pergunta:
"O MST não é caso de polícia, mas também não compactuo com ilegalidades, como a invasão de prédios públicos e privados."

http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,EMI184399-16418,00-DILMA+FALA+DE+SEU+GOVERNO+E+LULA+DIZ+QUE+FICARA+SO+NA+TORCIDA.html

Ficou claro, ou quer que desenhe?
Tem gente que só vê o que quer...

Rodrigo Constantino disse...

Clarice, vc vai ter que desenhar.

É que o MST É um movimento clandestino, que opera com base em invasões SEMPRE ilegais (invadir terras é crime, sabia?), que faz ameaças abertas, que usa a coerção e o terror como armas. Falam em criminalizar o MST, mas é o MST que vive praticando crimes, ora!

Logo, o MST É caso de polícia sempre que praticar o que vem praticando há anos, e com mais ousadia (e verbas) no governo Lula: crimes!

Burocratoparasita da União disse...

Podia tratar também da parte em que ela fala da CPMF.

ntsr disse...

Típica lorota de político:
'A não é igual a B mas também não é diferente'.

Não lembro quem disse isso, mas o único jeito de lidar com vermes assim é prestar atenção no que eles FAZEM, não no que falam.

ntsr disse...

E por falar em conversa de político, acho muito engraçado o Bill iDidNOThaveSexualRelationsWithThisWoman Clinton falando que quem apostar contra os 'EUA' vai perder.EUA pra ele é governo, lógico.
Engraçado isso pq o dolar hoje n vale nada, e o animal do obama continua imprimindo mais ainda, não sei o que ele ganha jogando o dolar na lama, talvez isso seja de propósito e não so burrice

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

Quantas pessoas morreram nas ações terroristas de dilma?