terça-feira, novembro 02, 2010

Você acredita na Dilma?

Já tentam agora reescrever a história para pintar uma Dilma mais light, que nunca pegou em armas e que defende com veemência a liberdade de imprensa e os contratos. Mas como dizia Schopenhauer, "aquele que espera que o diabo ande pelo mundo com chifres será certamente sua presa". Não sei quanto ao leitor, mas eu confio tanto nas palavras de um petista quanto confio numa promessa do Maluf ou numa nota de 3 reais. E como o seguro morreu de velho, segue um vídeo que teremos que ver e rever, além de espalhar país afora, nos próximos anos, para lembrar que entre palavras e atos de certas figuras, há um gigantesco abismo!

10 comentários:

Anônimo disse...

Exatamente, xará! Jornalistas que trabalham em televisão são os piores na safadeza que é a bajulação. Aliás, já não gosto de TV aberta, pelo baixo nível da programação. Agora endeusam uma mulher tosca e despreparada porque ela é uma...mulher. Já endeusaram Obama, e hoje ele pode perder a maioria na Cãmara. Pois é. Dá até vontade de torcer para a Dilma ser uma autêntica petista. Ficaria pouco tempo no cargo.

Jurema Cappelletti disse...

Estou guardando a reportagem que saiu no jornal de ontem sobre a linda vida da presidente X - a Dilma incógnita - e depois, com cuidado e bem devagar fazer comparações.

Bom será o futuro quando a presidente X tem apenas duas saídas : trair às intenções do pessoal do Fórum de São Paulo ou trair os eleitores que acreditarasm nos seus interesses democráticos. De qualquer forma, a canalhice será uma só. A única diferença é para o lado que vai.

Anônimo disse...

Rodrigo, gostaria de algumas palavras suas sobre o voto de Abílio Diniz em Dilma. Patrimonialismo fortalecido?

Rodrigo Constantino disse...

Patético. Simbiose entre grande empresário e governo. Comum, especialmente nos regimes fascistas. O grande empresário se vende, em troca de subsídios, protecionismo, regalias...

Anônimo disse...

Está tudo muito mal explicado. Esta mulher não tem o respaldo completo da população e nunca irá ter.É uma pessoa medíocre, sem carisma, fria, seus olhos dão medo. Matou, assassinou a sangue frio, roubou, assaltou e agora é presidente do meu brasil, com letra minúscula que é o ficou o brasil, minúsculo, pobre e podre.

ntsr disse...

mediocre nada, ela é muito abaixo da média

João Luis Meloni disse...

Interessante, eu ouço ameaças venezuelização do Brasil desde 2002 e até agora não aconteceu. Por que aconteceria agora com Dilma? Parece uma discussão bastante anacrônica, mas o tempo dirá... ou melhor, repetirá.

Gabriel disse...

cade o vídeo, rodrigo?

MARCO ANTONIO MAIA disse...

Nunca vi tamanha fraude numa eleição.

A mídia vagabunda deste carandirú que é o Brasil apresenta, em todas as manchetes, a TRAJETÓRIA da ex-pistoleira. Mas que trajetória, pergunto eu, se o processa da DITA está ESCONDIDO pelo STM num COFRE?

Os brasileiros elegeram uma "coisa" que nem sabem quem é. E mais uma vez o direito à informação, naquilo que todos chamam de democracia, é outra pura enganação, como enganação o é todos os poderes que compõem a república.

Sou advogado, moro em Londres (porque tenho dupla nacionalidade) e tenho muita compaixão pelo povo brasileiro, vítima de sua própria burrice e falta de educação básica.

Tudo no Carandirú-Brasil está caindo de podre. Não existe justiça, temos um legislativo de aluguel, e, agora, uma incógnita desconhecida na presidência da "república das bananas", cuja história de crimes está escondida pela própria justiça.

Alguém tem ainda a petulância de falar que este covil é uma democracia?

Agora, a "coisa", ainda, quer acabar com a nossa língua - "presidenta". E os bandidos se agitam como cães na distribuição dos cargos...

O Brasil não tem espaço para pessoas de bem - esta é a grande realidade. Eu me recuso a reconhecer a "coisa" como "presidenta". Não votei e não volto pro Brasil enquanto essa corja de meliantes estiver usurpando o poder.

Lamento muito pelos meus irmãos brasileiros, obrigados a viver nesta senzala.

Michel Brandoni disse...

Aproveito para perguntar so advogado que mora em Londres e tem compaixão de nós brasileiros de única nacionalidade quais são as perspectivas e expectativas do inglês médio nos tempso atuais. Aposto que já pensa em migrar para o Brasil.