quarta-feira, maio 15, 2013

Por uma direita unida

ATENÇÃO! Esse é o vídeo mais importante que gravei esse ano, quiçá nos últimos anos todos. E isso é porque considero o momento atual do Brasil realmente delicado! Sei que muitos, já sem esperanças, pensam que não tem jeito e querem jogar a toalha. Não! Nós vamos lutar, e vamos vencer!!! Para isso, precisamos de uma direita unida.



18 comentários:

Thiago Araujo disse...

Muito bom o vídeo, Constantino.

Achei muito pertinente o comentário sobre Cuba - Venezuela - Argentina - Brasil, realmente é assustador pensar que o Brasil pode se tornar uma nova Argentina.

Hoje mesmo saiu uma notícia no jornal da Globo sobre a Venezuela importando 50 milhões de rolos de papel higiênico - Foi inevitável não lembrar daquelas páginas "afro-descendentes" - O Sapato Soviético Tamanho Único, no Privatize Já!

Anônimo disse...

Rodrigo, o problema eh que não vejo essas correntes da direita que vc comentou represetadas politicamente hj em dia... Vc citou o PSDB que poderia fazer parte, mas onde estao os representates dos liberais (Afif, hehehe), dos conservadores, etc...
Acho seu apelo muito importante!! Porém sou um pouco cético sobre a possibilidade de acontecer...
Espero estar errado

Abs!

Bruno disse...

Isso aí! "Não podemos nos dar a esse luxo", como disse o Lobão no podcast do IMB.

Anônimo disse...

Espalhe-se isso:

http://nathalcandlesticks.blogspot.com.br/2013/05/a-volta-dos-que-nao-foram-brasil-sinto.html

E asqueroso que se arruine verdadeiros homens do campo, que produzem, enquanto (desde FHC) os impostos vão para as mãos do MST (bandidos).

Anônimo disse...

Depoimento completo de Ustra:

http://www.averdadesufocada.com/index.php/comisso-da-verdade-especial-107/8529-depoimento-completo-do-ustra-na-cnv

Anônimo disse...

O depoimento de Ustra está em vídeo.

Anônimo disse...

Imperdível!! Marxilena Oiapoque (Marilena Chauí) dando um chilique de ódio pela classe média (a dela própria...kkk)

http://www.youtube.com/watch?v=H1nZeCncZps&feature=youtu.be

Santiago disse...

Essas vertentes de direita citadas não servem pra nada a não ser teoria.

Estamos no Brasil que já tem sua história, política se faz com massas não com conservadorismo inglês.

Vamos acordar, a direita "tacanha" que foi falada é a única que tem alguma condição de ser o navio quebra gelo porque vai ao combate franco, o que as pessoas estão implorando.

Esse comportamento blazê de burgues já encheu a todos.

Anônimo disse...

Um Liberal sabe que religião deve seguir.
Um Liberal sabe se deve se drogar com álcool ou outras drogas.
Um Liberal sabe se satisfizer sexualmente.
Um Liberal sabe e defende a Liberdade – sempre respeitando os direitos dos outros.
Um Liberal sabe que - só o ‘estado mínimo’ – é o ideal para todos Liberais que não se sujeitam a serem dominados, amansados, escravizados a um ESTADO dominador, usurpador de suas LIBERDADES!

Alexandre R. disse...

Perfeito Rodrigo. Já há algum tempo venho dizendo basicamente o mesmo: que nossa direita tem que se unir, deixando diferenças menores de lado, na busca de ter forças para lutar contra o verdadeiro mal: o marxismo, que está mais forte do que nunca, no Brasil e na América Latina.
Um exemplo a ser usado é o Partido Republicano americano que agrega conservadores, gente do Tea Party e libertários. Resolvem essas diferenças dentro do partido, porém unidos no combate fora dele. Chega de votar sempre num mal menor ou no menos esquerdista. Queremos opções e representação verdadeira.

Raquel disse...

Boa, mas 10 anos atrasada. O ideal agora é ir liquidando os ativos que temos no país e procurar outro lugar para moradia, e logo.

Marcelo disse...

Rodrigo, eu concordo com tudo que você falou, mas não acho que seja o momento. Não me parece o mais razoável agora e direi o porquê. Parece-me até um pouco ingênuo fazer esse apelo no Brasil porque, diferentemente de países sérios (como eua, canadá e alguns na europa), a vida política é desejada pela esmagadora maioria para enriquecimento próprio, para a venda de facilidades numa terra de complicações muito bem colocadas. Duvido que existe UMA, sequer UMA, prefeitura em todo Brasil aonde não haja corrupção (favorecimento de empresas, propinas, fraude em licitações, etc). Desconheço político ou grupo político que realmente tenha e que siga uma ideologia que não seja destinada, no fim, ao enriquecimento próprio. Nosso modelo é político é nefasto e nossa lei garante que isso seja engessado. Há discursos de Rui Barbosa, de 1895, com palavras sobre corrupção que eu poderia jurar que foram escritas ontem sobre o governo petista. No fim das contas, o PT só foi bem mais abusado e está querendo tomar conta de tudo.
Mas com raras exceções, há pouca gente séria nessa terra. Acho curioso ver certas mudanças no noticiário: tolerância zero com alcool e direção; multa de 2000 reais e perda de carteira; ultrapassagens perigosas mesma punição; proposta de aumento de pena para menores, entre muitas outras que afetam o dia-a-dia de nós. E sou favorável a TODAS elas. MAS por que ninguém briga por maiores punições a crimes ao patrimônio público? Ou crimes feitos por pessoas em cargos políticos? Por que não há tolerância zero também com quem trafica influência? Com quem aceita propina? POR QUE NAO SACRAMENTAM O DINHEIRO PÚBLICO E O SISTEMA PÚBLICO NO SENTIDO DE CRIAR PUNIÇÕES SEVERAS A QUE OS GOLPEIA? Não vejo esse diálogo e essa discussão me parece MUITO mais tática e razoável no momento do que querer aliar a direita. Você bem sabe que INCENTIVO é uma coisa fundamental em qualquer esfera que se queria eficiente, e, com as leis atuais, com ausência de punições rigorosas, com Demóstenes dando risada, com mensaleiros trabalhando no
governo, com Erenice solta e 'trabalhando' por aí, com Rosemary, com infinitos casos sem punições severas, não adianta juntar grupo algum. Acho que vale chamar essa discussão antes de qualquer coisa. Não podemos depender de pessoas, mas de um corpo de lei, de boas instituições que limitem e forneçam incentivos. A última vez que ouvi uma discussão do tipo foi o nosso querido Dias Toffoli defendendo penas mais brandas - sem prisão - para crimes de colarinho branco. Acho que a palavra agora (e sempre) é INCENTIVO. Um abraço e parabéns pela clareza e idéias.

Roberto disse...

Caro Rodrigo, a oposição, da esquerda social democrática, do DEM, etc, em meu entendimento é patética. Esta MP dos portos por exemplo. Apesar de deformada, ainda busca modernizar os portos, enfraquecer diversos interesses corporativos e de grupos empresariais monopolistas. E aí ao invés de bater em Dilma, Padilha e caterva, eles tentam obstruir uma das poucas iniciativas acertadas dos bolivariana. Deviam atuar denunciando, batendo no governo, na incapacidade gerências, na corrupção sistêmica, no fisiológico, no descontrole da economia, na péssima educação, na destruição da Medicina e saude com pseudo soluções de abrir escolas medicas, importar cubanos ao invés de valorizar profissionais brasileiros, enfim, bater no desgoverno e nao ficar obstruindo iniciativas raras que podem melhorar o pais.

Anônimo disse...

O PT não está no poder por falta de oposição. A falta de oposição é que é consequência do PT estar no poder, sem nenhuma perspectiva de sair.
Quem sustenta ele lá é o voto dos miseráveis analfabetos, esse povo que não vai largar a bolsa esmola nunca.
-----------
Acabei de ler o último livro do Jim Rogers, ele dá o melhor conselho que um pai pode dar a um filho(a):
'bote na cabeça que você é um cidadão do MUNDO.'

ntsr.

Paulovictor disse...

Saudações, Rodrigo! Parabéns pelos seus trabalhos! O Brasil precisa de mais intelectuais como você!
No vídeo, você destacou que as "Direitas" e "não-direitas" precisam "deixar de lado" supostas Bandeiras principais, não é? Concordo plenamente! Diante desse novo quadro proposto, precisamos dialogar acerca da configuração da Bandeira principal para essa imprescindível "Direita" combativa! Quais cores, formas e feras tremularão em nosso estandarte?! Qual será o Brasão de Armas que elegeremos para nossa Cruzada?! Não sou nenhum douto em ciência econômica e filosofia política, mas, ainda assim, peço-lhes licença para desfraldar alguns tecidos e apontar algumas cores possíveis: na Segurança, acredito que a Pena Capital deve assumir o topo do debate! Diz-se que esse é um tema considerado "conservador". Mas será que os liberais e libertários não conhecem a singular - e poderosíssima - opinião de Rothbard sobre a Pena de Morte?! É incontestável o impacto que essa discussão - tão negligenciada! - gera no povo brasileiro! Ademais, esse tema já desenha, para nossa Bandeira, a fundamental ideia da Reforma Constitucional! E, propugnando por essa vital Reforma, nosso Pendão envergará - Rubro! - a crua questão da Saúde! E, justamente nessas cores, podemos constituir o Brasão ideológico do Federalismo legítimo! Precisamos combater os latrocínios perpetrados por Brasília! Assim, com nossa Bandeira já no zênite, vislumbraremos nosso ignominioso e teratológico oponente, qual seja o mal político, que é plasmado no carreirismo, nas ações eleitoreiras, nos super-salários e nas regalias infinitas (como defendeu o Marcelo por aqui!)!
Com tal esboço, devo dizer que o diálogo com algumas alas da "direita" da Esquerda (sociais-democratas) torna-se muito complicado. Como paulista, lembro que o PSDB, por aqui, gera opiniões extremas! Quem detesta, detesta com muita força (sou um deles!)! A questão da Segurança é um dos principais motivos!
Será que não conseguiríamos nos engajar na formação dos Partidos "Novo", "Federalista" e "Libertário", não?! Outra coisa: precisamos de arrumação tática para fazer um gol que perfure a "Rede"! Não podemos permitir que uma substancial parte da Classe média, que está enredada, seja sacrificada como alimento para mais esquerdismo (serão servidos com melancias!)! Precisamos esclarecer que somente o "empreendedorismo" liberal pode ser verdadeiramente sustentável! Somente o Livre Mercado poderá promover a revolução técnica em prol da sustentabilidade!
E então, senhores? Matizaremos nossa Bandeira com algumas dessas cores? Urge nossa união! E, para tanto, nosso clangor, nesse momento, deve despertar reações uniformes! O que me dizem?!

Santiago disse...

Constantino, Constantino, a massa e os lutadores de púlpito não usam a razão e o conservadorismo inglês para suas batalhas.

O PT não usa citar " Capital" em seus palanques.

Política se faz com emoção. Os ideólogos como você devem saber movimentar as massas.
A massa precisa de incentivo emotivo para fazer o absurdo que é lutar por algo coletivo.

Que massas a libertarianismo movimenta ? O PT tem as bolsas-nordeste, cotas e movimento gay para lutar por ele.

Não é você que vai para ruas para porrada com ele. Um ideólogo indica caminhos. Sobram três forças para combater pela direita: Católicos+ evangélicos, dissidentes do exército, classe média exausta.

Criar coesão, argumentos unificar o discurso anti-PT com estas partes significa vitória.

Continue Constantino, vamos lá. E vamos ver se não há alguma possibilidade de conciliação sua com o "astrólogo Tacanho xenófobo e medieval" :P

Valeu

ALBATROZ disse...


Rodrigo,

Realmente, o que se vê e lê por aí é um processo lento e gradual de extermínio das liberdades individuais. O PT é um partido com viés antidemocrático e um partido que é apegado ao poder. Acho (infelizmente) difícil eles saírem do poder tão cedo.

Isso porque ele se aproveitam da miséria do povo distribuindo bolsas esmolas e fazendo um terrorismo através de intimidação desses "beneficiários" e através do sindicato. Eles ganharam as eleições fazendo um discurso que o PSDB é um partido privatista e eles mesmo estão seguindo a mesma linha de privatização do patrimônio público.

Sabe o que eu acho? Vocês aí da imprensa e o grande empresariado deveriam cobrar mesmo o aprofundamento da privatização e fortalecer as agências reguladoras. Mas fortelecer através da meritrocracia, não de cabide de empregos como está acontecendo agora.

Ouso dizer que o PT está sendo um grande retrocesso a reforma administrativa feita por FHC. O Estado está com um viés patrimonialista muito perigoso para as finanças públicas e para o bom andamento do serviço público.

Outra coisa, a oposição está sendo COMPRADA. Vide o caso do Affif. Ele se vendeu e jogou fora todo o discurso oposicionista que ele tinha. É isso que eles estão fazendo com quem ousa ir contra a esse aparelhamento do Estado: Eles calam a boca com cargos públicos.

Precisamos abrir o olho. Acho que se não mudar de grupo político nas próximas eleições, receio que as nossas liberdades estarão em sério risco.

Juarez disse...

Ser conservador é no mínimo ter educação, o que é mais tradicional que uma linguagem polida nos tempos atuais ?

Até para se desvendar esquemas subversivos da esquerda é preciso honestidade intelectual, sob pena de se desmoralizar e ser tomado por alguém senil, fanático e obsessivo com quaisquer teorias conspiratórias e Ufos...

A direita tacanha e ultrareligiosa, não merece realmente complacência. Ser conservador em termos de valores não significa submeter-se eternamente a admirar pinturas rupestre tal como o fazia o homem das cavernas.

Há muitos pilares da civilização que são positivos, saibamos discernir entre o que é fundamental e o que é meramente dejeto, fruto de uma época, porém que com o passar do tempo tornou-se descartável por sua inadaptação a realidade atual.

Porém... Brizola abraçou o Sapo barbudo, Lacerda tentou juntar-se com JK e Jango. Em movimentos esporádicos há que se ter os cérebros, e também os palhaços.