sexta-feira, novembro 13, 2009

Africanos também devem pedir desculpas



Escravatura - 'Africanos também devem pedir desculpas'

Uma organização de direitos humanos na Nigéria pediu aos líderes tradicionais africanos que peçam desculpas pelo papel que desempenharam no comércio de escravos.
O Congresso dos Direitos Civis diz ser altura de os líderes africanos copiarem os EUA e a Grã-Bretanha que já lamentaram o sucedido.

Numa carta endereçada a líderes tradicionais, o Congresso dos Direitos Civis disse que estes não podiam continuar a culpar os homens brancos quando os seus próprios ancestrais haviam ajudado a capturar e a raptar comunidades indefesas, vendendo-as depois aos americanos e aos europeus.

15 comentários:

Antonio disse...

Raramente alguém cita esse detalhe quando se discute polílitas públicas sobre cotas com argumentos raciais.
Mas a informção está aí.

picasso disse...

É ridiculo: debaixo da repressaum q os africanos viviam, obrigados a receber ordens crueis, sob forssas coloniais com poder militar, e agora depois de tudo isso ter q pedir desculpas. É como acusar um cego de q é culpa de DEUS. Escravidaum prosseguio durante 400 anos e ainda hoje naum ha nenhum monumento elevado em memoria das vitimas, apesar de haver africanos em toda parte do mundo q gostariam de ir por umas flores em memoria. Vejam os Judeus, foram victimados durante 6 anos, presidentes, reis,sultaens,monarcas,em toda parte do mundo participam em cerimonias onde se levantam monumentos em memoria das suas victimas, familiares das victimas foram até reembolsados economicamente. "os africanos" teem até q pedir desculpas.´Só ha uma explicassaum neste comportamento: Judeus saum mais "claros" na sua pele em relassaum aos africanos, caso contrario, expliquem-se.
Picasso

gato e botas disse...

não entendo isso de pedir desculpas , não h´mais responsaveis por tudo isso vivos agora, e não é correto um filho ser julgado pelos crimes dos pais ou no caso dos tataravós


ps: eu acredito que quem tem que pedir desculpas pelo holocausto é a austria hitler veio de la a alemanha não tem nada a ver com essa história toda , a culpa é da austria

Aprendiz disse...

Picasso

Acho que você não conhece a história da África. Os europeus não inventaram a escaravidão, muito menos a escravidão de negros. Durante muitos séculos, existiam reinos na África que viviam de tomar as tribos mais fracas e vender essas pessoas como escravos. Muitos séculos antes dos europeus, foram os árabes que adquiriam tais escravos (e ao árabes faziam incursões também nas costas de paises europeus, escravizando pessoas das vilas litorâneas e os que viajavam em navios).

Quando os europeus resolveram levar escravos africanos para as Américas, já existia um tráfico milenar no velho mundo.

A história da escravidão é realmente terrível, mas não se pode, a pretexto de mostrar indignação, espalhar mentiras.

Leia bastante sobre a escravidão por mulçumanos e africanos, para ter uma visão mais justa.

Essa chaga tem acompanhado a história humana por muitos milênios, em todos os continentes, na Europa na Ásia, na África e nas Áméricas (muito antes dos europeus chegarem aqui). Se há algo em que os europeus foram pioneiros, foi em banir a escravidão.

Se a escravidão chama a atenção e repugna hoje, é justamente pelo fato dos ocidentais terem-na banido. Cinco séculos atrás, simplesmente fazia parte da paisagem, no mundo todo.

barros disse...

Excelente tópico e Aprendiz único comentário que vale a pena ler aqui e que mostra erudição. Os demais, QUE POBREZA!!

fejuncor disse...

Aos próprios africanos.

(quem não entendeu)

Everardo disse...

Aprendiz, podemos então concluir que a entrada dos europeus no mercado de escravos negros, ao final, foi uma dádiva, pois eles mesmos (negros) é que são os responsáveis pelo negócio. Temos aí um caso típico de vitimologia. A culpa foi da vítima que expôs seus hábitos escravagistas milenares à "tentação irresistível" dos pobres europeus. É assim, de forma cínica que se escrevem frases "eruditas"?

picasso disse...

Aprendiz... Nao se trata de quem iniciou a escravidao, "naum tente fugir com o cú a ceringa" Essa mentalidade é de saloio q diz q a sala esta torta porque naum sabe dansar". Naum me diga q o "apartheid" tambem foi inventado pelos arabes. Os europeus q saum taum agarrados a sua historia, mas quando a historia é suja já naum lhes é famosa, esta na hora de assumirem, aceitarem,e reconhece-la senaum nunca hao-de poder continuar sem sentido de culpa. Para esses q dizem q (filhos) naum devem pagar pelo q os (pais) fizeram: se o teu pai cometeu um crime, to como filho andas de cabeca erguida cheio de orgulho, e quem deve andar com vergonha é o filho da victima? Humm mentalidade oportunista.
Pensem duas vezes.

Aprendiz disse...

Everardo e Picasso

Vocês inverteram totalmente o sentido do que eu disse.

Em primeiro lugar, o fato de que a escravidão é uma instituição antiquissima é tão conhecido que não merece ser debatido.

Em segundo lugar, eu não disse em lugar nenhum que os europeus não eram culpados (mas vocês não sabem ler, não é mesmo?). Europeus, árabes, negros, há muitos cúmplices nesses crimes. Leia o texto original do Constantino. Não se põe em causa a culpa dos europeus, apenas conta-se a história de forma mais completa, indicando outros culpados.

Em terceiro lugar, o princípio de que os filhos não podem ser castigados pela lei pelos crimes do pai é um princípio que existe desde a antiguidade, em vários povos. E é justo. Quanto a "andar de cabeça erguida", quem falou isso aqui? Eu concordo no pedido de desculpas pelos crimes dos pais, não como um julgamento sobre os filhos, mas como um sentimento natural de vergonha e repulsa em relação a tais crimes.

E seguindo tal sentimento natural de justiça, os brancos já pediram desculpas. Os negros, descendentes daqueles reinos que escravizavam, também já pediram desculpas. Que eu saiba, só os árabes nunca pediram desculpas. Eles nunca pedem ... como os esquerdistas.

Everardo disse...

Recentemente, Aprendiz, o Papa pediu desculpas pelos erros cometidos pela igreja (possivelmente - eu não estou afirmando) no período negro da inquisição. Mas, ninguém cobrou a devolução do patrimônio da Santa Sé aos antigos proprietários. O pedido de desculpas muitas vezes se esgota na capacidade imaterial de reparar o dano. Mas, em todos os casos em que o dano possa ser reparado, é justo que se faça.

Aprendiz disse...

Everardo

Eu concordei com o texto do Constantino, que está irretocável. Como você responde? Primeiro faz acusações falsas contra mim. Quando eu replico, você foge do assunto. Mas não tem problema, todo mundo aqui sabe como você é.

Quanto às reparações, creio que é muito dificil mesmo fazer reparações que fossem justas. Mas, se quiserem insistir nisso, que não seja através de uma política racialistas, que só pode criar mais ódio entre as pessoas. O racialismo envenena as relações. Veja este blog que se opõe a esse veneno:

http://noracebr.blogspot.com/

Repare na viriedade dos que o apoiam, inclusive muitos militantes negros.

Aprendiz disse...

Leiam isto:

http://noracebr.blogspot.com/2009/11/o-marketing-do-racialismo-explicito.html

Simone. disse...

Eu gosto da discussões nos coments desse blog. rs

Daqui a pouco leio todos com mais calma.
Mas há diferenças entre a escravidão entre negros e a escravidão feita pelos homens brancos. Os motivos/razões eram diferentes.
Mas tbm ñ sei tanto da história da África... Sei q parte da hitória que conhecemos foi contada por uma visão não negra.

Everardo disse...

Aprendiz, eu não fiz acusações falsas contra você. Leia, você mesmo, o que escreveu. Você mitiga a desumana escravização comercial da África pelos europeus e relativiza a importância daquela política, encontrando coisas que poderiam, pela sua ótica, "justificar" o processo. Por fim, ainda menciona que os europeus deveria ser reconhecidos por terem acabado coma a escravidão. Leia o que escreveu, e não o meu comentário. Você poderá compreender o que pensam os que estão fora da sua cabeça. (Os africanos devem pedir desculpas a quem?)

GUGART disse...

ENTRE 1530 E 1780 FORAM CAPTURADOS,SEGUNDO O ESCRITOR ROBERT C. DAVIS,CERCA DE 1,25 MILHÃO DE EUROPEUS NAS CIDADES COSTEIRAS DA SICÍLIA A CORNWALL,LEVADOS POR MUÇULMANOS DOS ATUAIS MARROCOS,TUNÍSIA LÍBIA E ARGÉLIA.PARA CONTRASTAR,SOMENTE O REI BELGA LEOPOLDO DEU CABO DE 10 MILHÕES DE NATIVOS NO CONGO,IGUALMENTE VÍTIMAS DE TRABALHO ESCRAVO,A METADE DA POPULAÇÃO DAQUELE PAÍS.