terça-feira, fevereiro 09, 2010

Chávez vai multar consumo de energia



O Globo

CARACAS - Depois de implementar um plano de racionamento de energia em janeiro, o presidente Hugo Chávez decretou estado de emergência elétrica na Venezuela nesta segunda-feira e detalhou nesta terça-feira um plano que prevê desde sanções a quem exceder o consumo até descontos na tarifa para quem economizar.

Pelo decreto, os venezuelanos com consumo acima de 500 quilowatts-hora por mês - cerca de 24% dos consumidores residenciais - devem reduzir o consumo em 10%. Caso não atinjam a meta, o preço da conta vai ficar 75% mais caro. Aqueles que ultrapassarem o consumo em 20%, o aumento na tarifa será de 200%.

-
Comentário: O caudilho venezuelano, que está afundando a Venezuela numa baita crise, já declarou que votaria em Dilma se fosse brasileiro. E você, prezado leitor, vai votar na mesma candidata do gorila "bolivariano"? A Venezuela socialista e, portanto, miserável e autoritária, representa o seu ideal de país?

22 comentários:

fejuncor disse...

Que estágio pré-civilizatório encontra-se esta nossa região. Enquanto o mundo pensa num futuro de menor burocracia na vida das pessoas - eis a crise soberana nos governos populistas da Espanha, Itália, Grécia - buscando autonomia gradativa para o mercado da mãe estatal inclusive a China que aos poucos privatiza tudo, ainda estamos “na dúvida” se ansiamos ou não por um futuro com mais Estado.

Debate dum século que já passou. Empreendedorismo, inovação, produtividade dependem do dinamismo privado. Num anuário como “Melhores & Maiores” da revista Exame dividido regionalmente, por que a região Sul, de população menor, recebedora de menos recursos e atenção da União por razões óbvias, assim menos influenciada felizmente por intervenções da corja política que a região Norte-Nordeste (vem somadas na publicação) possui sozinha um número muito superior de empresas, e empresas maiores, pasmem, diferente de lá em grande parte locais? Weg, Marcopolo, Renner, Gerdal... qual destes Brasís está mais próximo do chavismo: os catarinenses, povo com maior rejeição à políticas esquerdistas onde o PT perdeu no último pleito por uma margem maior do que em qualquer outro estado. Ou os Sergipanos digamos, que votaram em peso no Lula e pelo qual Dilma prefere fazer seus comícios?

Se a dúvida persiste, chequem os índices de desenvolvimento humano. Qual dos brasís fica mais próximo do bolivarianismo do Chaveco, aquele que a candidata petista pretende para o país? Vamos pelo mesmo caminho votando na alma gêmea deste comunista barato.

carlos roberto disse...

A sua pergunta fechou com maestria a postagem, Rodrigo!

O assunto está sendo abordado também no meu blog - http://apatotadopitaco.blogspot.com - onde dei destaque ao seu questionamento! Aliás, seu blog é um dos indicados aos meus leitores.

ntsr disse...

Rodrigo, a massa de analfabetos que vai eleger ela nem internet tem

Everardo disse...

fejuncor, o estabelecimento da relação causa/efeito da prosperidade com a ausência de estado não parece um bom caminho para quem defende a ausência do último. China e os BRIC que os digam. Além do mais, a crise econômica está sendo debelada por políticas de estados, com recursos do contribuinte, especialmente em tradicionais redutos do liberalismo e do capitalismo, como os EUA. Nuca tivemos tanta iontervenção com tamanha eficácia.

ntsr disse...

A china que o diga???????????
A guinada da china pro capitalismo começou MUITO antes da morte da URSS

'intervenção com eficácia'?????????
Eficácia aonde,pelo amor de deus, nos EUA a crise continua, desemprego continua, e agora é piorada ainda mais pelo déficit trilonário do sr Barack Hussein, a diferença é que o povo de lá SABE que foi o governo, a fannie mae e a fed mack CRIADAS PELO GOVERNO, o sr Bill Clinton ganhando votos falando que 'todo mundo tem que ter direito a uma casa' que começaram a desgraça

ntsr disse...

Mundo da lua é pouco.Um dia eu vou escrever um livro chamado esquerdologia, sobre como esse povo pensa

ntsr disse...

Taí pra ti, Everardo, a única coisa que teu deus governo foi eficaz:

'Nós não queremos subsidiar as hipotecas dos fracassados! Quem quer pagar a hipoteca do vizinho que resolveu ter um banheiro a mais e não conseguiu pagar? Ninguém! O senhor está ouvindo, presidente Obama?

http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,onda-conservadora-anti-obama-abala-politica-americana,507623,0.htm

ntsr disse...

Se a china acreditasse no planejamento central teriam continuado comunistas e desabado junto com a URSS.O que eles tem hoje foi por terem se livrado do livrinho vermelho do mao

E de onde tu tirou que o plano de estímulo do Obama ta ajudando alguma coisa?Vou repetir, o negócio lá ta piorando.

fejuncor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
fejuncor disse...

Desde 97 os chineses abandonaram de vez o socialismo de mercado para o capitalismo, não convencional, mas dos mais agressivos e selvagens acabando com principio de propriedade estatal e executando um maciço programa de privatização. Ela selou tal condição de nação globalizada em 2001 quando foi aceita na OMC. Hoje mais de 75% DA ECONOMIA CHINEZA É PRIVADA e esse número continua crescendo, com gradativa liberalização.

A transformação começou com Xiaoping em 78 e é de uma ignorância tremenda você negar o quão relacionada esteja com isso, Everardo.

"China, economia setoralmente-privada" http://www.businessweek.com/magazine/content/05_34/b3948478.htm

fejuncor disse...

Não entrou. Vai outra vez:

http://www.businessweek.com/magazine/content/05_34/b3948478.htm

fejuncor disse...

Bom o título é "China Is a Private-Sector Economy", uma matéria muito completa da Business Week. Como o link anda truncando, quem quiser joga no google para ler.

ntsr disse...

Novo programa de rádio do sr hugo chavez, vai se chamar 'de repente hugo' e vai entrar no ar sem hora definida,e ele já avisou que quando não tiver o que falar ele vai...CANTAR E TOCAR VIOLÃO
Seria engraçado se n fosse trágico

rogerio disse...

Imagina o bafo do Chavez e da Colchão"Dima" dos companheiros

Antonio disse...

O problema da energia na Venezuela é técnico, ou seja, faltou investimento no setor, algo semelhante com o que ocorreu no Brasil durante a era FHC, ele não se dizia nem um pouco de esquerda. Não tem nada a ver como socialismo, liberalismo, comunismo, capitalismo ou o raio que o parta. Nada que uma boa equipe de engenheiros, uma boa gestão de custos (e um pouco de tempo) não resolva.

Rodrigo Constantino disse...

Que besteira, Antonio!

É CLARO que tem tudo a ver com o socialismo, com a ausência de LIVRE MERCADO no setor. No caso brasileiro também, por sinal. No caso cubano, idem. E até no caso californiano, onde o governo tentou controlar os preços finais (tarifas), socialismo puro.

Onde o governo mete a mão e intensifica o controle, dá cagada. Simples assim.

Antonio disse...

Pq besteira? A Venezuela está com a corda no pescoço porque o Chavez é um mal administrador, e não por defender a bandeira socialista. E outra, me diga um governo no mundo que não usa a máquina estatal para interferir na economia. Aliás, me diga um lugar no mundo onde não haja governo.

No fundo a teoria liberal é igual a teoria marxista, no papel é muito bela, mas na prática é inviável...

Rodrigo Constantino disse...

Não, Antonio, o ponto não é o Chavez ser um admnistrador ruim. O ponto é que o socialismo nunca funcionou, nem jamais funcionará! É um sistema com incentivos errados, e sem um mecanismo de preço livre com propriedade privada, único que permite o funcionamento eficiente do mercado.

Sim, todos os países têm governos. Mas com graus de intervenção bem diferentes. Quais os que prosperaram? Exatamente aqueles com MENOS intervenção na economia.

Rodrigo

samuel disse...

Da foto: A Dilma está se oferecendo ao Chavez, MAS ele está dizendo a ela: Tenho colchão melhor aqui na Venezuela do que Colchão"Dima" dos companheiros!
Que mulher vulgar!

fejuncor disse...

Há só 2 coisas: mais roubo ou menos roubo. Mais governo ou menos governo. É impossível multiplicar riqueza dividindo-a. Governo não produz.

Dívida pública: quase 2 trilhões de reais.

Impostos pagos, por cabeça, em 2009: R$ 5,6 mil.

Uma família média está devendo, como avalista do governo, cerca de 40 mil reais. Sendo que a segurança, a educação, a saúde e os transportes urbanos estão em franca decadência, ou já entraram em colapso, como a segurança e a saúde. Ou seja, dos R$ 24.400,00 que a família brasileira pagou em impostos, durante o ano de 2009, ela não recebeu praticamente nada como retorno em benefícios públicos.

Foi praticamente tudo roubado.

E além do governo roubar praticamente tudo que recolhe em impostos, ainda assume dívidas, some com o dinheiro, e deixa a dívida para o povo pagar.

E ainda ficam ofendidos se dizemos o óbvio: criminosos, traficantes, ladrões, corruptos.

Diego de Paula disse...

Ahh... claro!!! Com esse voto de confiança dessa figura emblemática... olha... a Dilma já ganhou!!!!

Aprendiz disse...

Antônio

É impressionante como vocês, socialistas, gostam de ditadores. O único problema de Chavez é que é um péssimo administrador? Financiar e proteger terroristas, interferir na política interna de todos os países da região, destruir as instituições democráticas, transformar a educação em doutrinação, prender, torturar e matar gente inocente, promover um aumento brutal da violência no próprio pais, tirar as propriedades dos adversários para da-las aos amigos, isso está bem? Se não fosse um administrador tão incompetente, mereceria seu apreço?

No meu conceito, você está no mesmo nível dele.