terça-feira, fevereiro 09, 2010

Eleições em Costa Rica

O Globo

SAN JOSÉ - A candidata do governo Laura Chinchilla se declarou no domingo vencedora nas eleições presidenciais da Costa Rica, depois de seus rivais admitirem a derrota. Ela será a primeira mulher a governar o país.

- É um momento de alegria e de humildade. O povo me deu sua confiança e não trairei esta confiança - disse a conservadora Chinchilla em San José, diante de centenas de simpatizantes.

De acordo com os resultados do Supremo Tribunal Eleitoral, Chinchilla obteve 48,8% dos votos com 59,5% das seções eleitorais apuradas.

Seus rivais - o centroesquerdista Ottón Solis, que estava na contagem em segundo lugar, com 24,6% dos votos, e o direitista Otto Guevara - reconheceram a derrota para Chinchilla.

-
Comentário: Otto Guevara não é "direitista" na verdade, mas liberal mesmo, do Movimento Libertário, e ficou em 3º lugar nas eleições para presidente, com 20,8% dos votos (até última atualização). Tive o prazer de conhecê-lo no último Fórum da Liberdade em Porto Alegre, onde almoçamos juntos. Um quinto dos eleitores abraçando diretamente uma bandeira libertária. Nada mal...

6 comentários:

rubronegro disse...

Do "ex-blog do Cesar Maia" de hj:

"ELEIÇÕES: UM GESTO IMPENSADO MUDA UMA ELEIÇÃO! COSTA RICA COMO EXEMPLO!

1. A eleição presidencial na Costa Rica, no último domingo, caminhava para um segundo turno. A candidata vitoriosa, do presidente Árias, estabelecia um teto de 40% e, sem ultrapassá-lo, haveria segundo turno. O segundo colocado, Otto Guevara, crescia com um discurso de lei, ordem e polícia. Mas sua noiva, num gesto impensado ao comungar, cortou um pequeno pedaço da hóstia e colocou no bolso da camisa de Otto.

2. O sacerdote e Reitor da Basílica de Los Angeles (CR) avaliou: "A comunhão é o mais sagrado do que temos. Não pode ser levada como um 'souvenir'."

3. Resultado: Laura Chinchilla subiu para 46,78%. Otto Guevara baixou para 20,89% e perdeu o segundo lugar para Solis, com 25,11%. Isto na última hora da campanha eleitoral."

ntsr disse...

Parece que certas pessoas acham que liberal é a mesma direita de sempre com vergonha de se rotular de direita

Toninho^^ disse...

São aqueles pobres burros que acham que votar num direitista dá 'status' uma parcela que tem em todo país, ou por qual outro motivo por exemplo um pobre votaria num governo tucano ?? Eu já vi vários exemplos de pessoas que para sentirem-se elite, faziam questão de falar que votavam num tucano.

Para sua mente fraca e fútil, aquilo concedia um 'status', afinal, existe um 'consenso' de que apenas ricos votam em tucanos.

Um tio meu se considera da alta burguesia apesar de não ser b.osta nenhuma. Para empinar o peito e o nariz um pouco mais, o imbecil sai falando mal do governo Lula sem nenhum embasamento e levanta com todas as forças as bandeiras PSDBistas.

fejuncor disse...

Pois é, Toninho^^. Deve haver quem pense assim. Mas e quem vota na esquerda, no PT, dá o que? Uma cusparada no chão?

ntsr disse...

'são aqueles pobres burros que querem se afirmar'...
Eu acho que nao só eles, já vi uns blogs de esquerda tb falando que liberal = direita = fascismo...

Mas enfim,sobre essa eleição, duvido que se fosse aqui,ele falando que acabaria com a bolsa esmola e tal,ele chegasse nem a 1%

Aprendiz disse...

Toninho

Já pensou que ele pode ter motivos reais para gostar do governo do PSDB e pode ter motivos reais para odiar lula. Eu não sou rico, não me faço de rico, e odeio o governo petista. Tenho motivos para isso, mas que adiantaria falar-lhe? O pior cego é o que não quer ver. E você é desse tipo.