quinta-feira, dezembro 17, 2009

Acabou em Pizza



CPI da Petrobras encerra trabalhos no Senado sem pedir indiciamentos
Relatório de Romero Jucá isenta a estatal de qualquer irregularidade.
Em protesto, oposição deixou a comissão e entrou com 18 ações no MPF.

Eduardo Bresciani
Do G1, em Brasília

Os integrantes da CPI da Petrobras aprovaram nesta quinta-feira (17), por unanimidade, o relatório final do senador Romero Jucá (PMDB-RR), que encerra o trabalho da comissão sem pedir o indiciamento de supostos envolvidos no conjunto de denúncias que levaram à abertura da investigação, há pouco mais de cinco meses.

Clique aqui para ver o restante da matéria.

Comento: alguém está surpreso? Apenas mais uma CPI que termina em pizza, enquanto o governo protege seus comparsas, mantém a corrupção correndo solta na estatal Petrossauro, e defende os cabides de emprego de seus pelegos. Mas o petróleo é nosso!, não vamos esquecer. O status quo está garantido. Tudo continua como está, ou seja, mal. E depois a esquerda ainda chama os liberais de "reacionários". Seria cômico, não fosse trágico...

4 comentários:

lRhapsody disse...

O governo comemorando: "A CPI poderia atrapalhar a Petrobrás!". Nossa! Calculem a baderna que deve estar lá dentro!? Investigações de sobrefaturamento da refinaria Abreu Lima, plataformas, caixa 2 de 4,3 bilhões, desvio de royalties, fraudes em licitações; tudo demonstrado pela PF na operação "Águas profundas, operação ‘royalties’", pelo MPF e pelo TCU.

A maracutaia é graúda, por isto tanta reação, ainda alegam antipatriotismo e voltaram com a historia de privatização!

Nunca antes neste país a realidade foi tão surrealista.

O óbvio está escrachado.

C.o.n.s.u.e.l.o disse...

Quando o roubo se veste de pátria..........A coisa tá feia.

Adamos Smithson disse...

Considerando os R$ 4.5 bilhões de impostos sonegados pela Petrobras, pensei que o Rodrigo fosse considerá-la uma heroína e não uma empresa criminosa.

fejuncor disse...

Mas essa é uma "carne de vaca", o lucro vai pro balanço, o dinheiro do BNDES e da Caixa eles rateiam entre eles. É as "zelitis".

Pena que o Portal da Transparência seja tão complicado, tão difícil de acessar a informação que se deseja. Mas se procurar nas despesas da presidência encontra-se seguidos repasses do governo para a Petrobrás. São pagamentos da ordem de milhões. Uma lista. Frequência mensal.

De outro lado, a Petro patrocina uma ONG que faz festas folclóricas na Bahia. A presidente da ONG é vice-presidente do diretório do PT e secretária de um deputado... do PT, óbvio. Levou 1,4 milhão ano passado.