terça-feira, março 02, 2010

Frase do dia



"Lula sabe que em nosso país nunca se torturou ninguém, nunca se mandou matar um adversário e nunca se mentiu ao povo". (Ditador cubano Fidel Castro, mais conhecido como El Coma Andante)

E depois ainda reclamam da turma do Pânico na TV por "humor negro"...

39 comentários:

hugofpontes disse...

É por isso que eu digo: O que o esquerdismo faz com a cabeça das pessoas não é brincadeira.

ntsr disse...

O peso na consciência bate junto com caduquice e dá nisso

ntsr disse...

offtopic
Dilmão chegando lá e investidores extrangeiros saindo do bovespa, coincidência?

Rodrigo Constantino disse...

ntsr, acho que não há ligação ainda. O fator Dilma não está pesando muito ainda nos mercados.

OJ disse...

São dois mentirosos cara de pau

João Pequeno disse...

Me lembrou Tim Maia. "Não bebo, não fumo e não cheiro. Mas minto um pouquinho"

Só que o nariz era dele mesmo...

lingvo-shatanto disse...

Érr... para quem era um cadáver ambulante,parece que vai muito bem obrigado.

E agora com Nike cuidando de seu guarda-roupa e, certamente, dos pés, para melhores caminhadas, certamente o tirano vai durar bem mais do que aquele que prenderam na Inglaterra mas conseguiu escapar, para desgosto e frustração de muitos, menos aqui neste Blogue, naturalmente, onde parece que todos vão ficar muito felizes, pois é o cara (ops a cara) que gostam de mais ver por aqui, naturalmente depois da do Lula e agora da Dilma . :-))) (humor negro também vale, né?)

Acho que ele deve estar muito satisfeito (ele, não o autor do blogue, nem seus fãs de carteirinha), pois nem Salazar durou tanto e olhe que ele, mesmo depois de ter batido o recorde de permanência, ainda mexe nos cordéis do poder por lá.

É impressionante como ditador dura, talvez para justificar o nome da dita cuja?

Mesmo quando vão para o exílio usufruir os milhões roubados de seu povo, muito bem guardados no "free marcket" da Suiça, como o filho do Papa Doc que teve sua fortuna recentemente liberada pela Justiça daquele País, coincidentemente por decisão tomada na véspera do terremoto, mas convenientemente somente divulgada poucos dias depois. Também, com uma Justiça dessa, aquele País só pode estar mesmo em excelente posição no decantado Ranking.

lingvo-shatanto disse...

"menos aqui neste Blogue, naturalmente, onde parece que todos vão ficar muito felizes"

Alguém aqui já falou em Freud, não?

Err... falando nele a atitude acima descrita está mais para mosoquismo... não da parte do autor do Blogue, neste caso é sadomasoquismo mesmo: Gosta de sofrer e de fazer sofrer! :-)))
E tem gente que gosta".

Aqui para nós eu acho o rapaz talentoso, mas que desperdiça um bocado de talento, atirando a esmo para tudo quanto é "amigo" de Lula, desperdiça sim.Vai convencer a quem com isso e aqui no seu Blogue?

Afinal em economia parece-me que a "relação custo/benefício" é mais fundamental.

Junckes Corrêa, F disse...

É verdade. Nunca mandaram matar ninguém. Provavelmente prefiram fazer o serviço pessoalmente.

ntsr disse...

'Err... falando nele a atitude acima descrita está mais para mosoquismo... não da parte do autor do Blogue, neste caso é sadomasoquismo mesmo: Gosta de sofrer e de fazer sofrer! :-)))
E tem gente que gosta".'

Inclusive TU, vive bancando a vítima do capitalismo

Junckes Corrêa, F disse...

Dizem que Lampião teria dito "Eu não mato, só faço os furos. Quem mata é Deus".

GAÚCHO disse...

Naaaada Juncks ehehehh os dissidentes também não foram mortos no "Paredon", ele disse que os seus soldados estavam praticando tiro ao alvo e os dissidentes, acidentalmente, entraram na frente das balas!

Rubens Toledo disse...

Cubanos exilados invadem Consulado brasileiro em Miami.
Ver: http://www.youtube.com/watch?v=GlhlKKKXj5Q

Palavras de ordem: “Lula Cúmplice”.

Stefano disse...

Sinto-me feliz todas as noites quando assisto o noticiário. Porque, no noticiário da Globo, o mundo está um caos, mas o Brasil está em paz."

Emilio Médici...

Stefano disse...

ah.. sim.. Rodrigo. e a Globo que já disse n vezes que o Brasil vai bem etc etc... ???


ah.. e a Globo que taxou de pedofilos o casal de japas da escola-base???

ah.. isso vc nao fala!!

fejuncor disse...

O Brasil é, hoje, o país mais corrupto e violento do mundo STEFANO. Dois indícios das causas deste estado de coisas: o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso escrevendo que "a sociedade perdeu a guerra contra as drogas e portanto é preciso descriminalizar a maconha". Se você não fuma maconha, você está fora deste projeto social, embora você seja parte da Nação que perdeu a guerra, segundo o ex-presidente. Já o presidente atual, Lula da Silva, afirma que as obras públicas onde ocorrem irregularidades, milionárias, não devem parar porque isto traria desemprego. Quer dizer que se você trabalha numa empresa que não faz falcatruas, você não está no universo do presidente. Mas você é quem paga as falcatruas.

É isso aí. Maconha e roubalheira. Droga e armas. Narcotráfico e corrupção. Brasil.

Sacripanthas - Timão disse...

pilantragem nas empresas privadas a Direitona faz vista grossa
a Daslu sonega em impostos 1 bilhão de reais, e issso a PIG reserva somente alguns minutos !!!! a ideologia dominante tem a desfaçatez de propagar que os ricos são ricos graças ao suor do seu trabalho!
Ao suor e à dignidade do trabalho dos pobres...
ei vem falar das obras que o governo Lula estão trazendo progresso ao povo
Enquanto isso, a corja de Higienópolis/Morumbi e as dondocas da Daslu constinuam mais LOST do que cachorro que caiu da mudança

fejuncor disse...

Quanto??? Rsrsrs. A Daslu é alguma empresa de petróleo?

Para sonegar 1 bilhão, calculem quanto não foi o ativo! E o debilóide vomita uma porcaria destas achando que nós somos tão idiotas quanto ele. O ranço petista contra o que eles pensam que seja as "zeliti" é tão visceral que chega a ser patológico.

fejuncor disse...

Aproveitando para lembrar que a marca Daslu acabou sendo imitada pelo sindicato das "cortezãs", que fez a marca "Daspu, a marca davida". Shuashuashua!!!

ntsr disse...

'a ideologia dominante tem a desfaçatez de propagar que os ricos são ricos graças ao suor do seu trabalho!
Ao suor e à dignidade do trabalho dos pobres...'

Se vc conhece na história algum exército que ganhou a guerra sem general, eu gostaria de saber qual

ntsr disse...

Para sonegar 1 bilhão, calculem quanto não foi o ativo! E o debilóide vomita uma porcaria destas achando que nós somos tão idiotas quanto ele.[2]

ntsr disse...

Obs, explicando o óbvio, guerra, general, etc, são METÁFORAS
Primeiro é sobre a diferença que faz uma boa administração, que os marxistas acham que n existe, tudo é uma questão de ter os 'meios de produção', e convenientemente eles nunca definem direito o que são esses meios de produção.Pra um cara como Mauricio de Souza o mp dele pra começar do nada foi uma mísera caneta
Depois, esse negócio de 'rico depende da pobreza do pobre' é tão sem sentido, então o cara cria uma empresa, ela cresce e gera empregos que chegam a pagar até MAIS do que muito empresário por aí ganha.Ele quer que os empregados vivam na merda então?Pagando bem assim?
Ou essa empresa desenvolve uma tecnologia ou um método que faz a casa do pobre custar 40% menos.Ele quer que o pobre viva na m* tornando MAIS FÁCIL pro pobre comprar a casa dele?
O que esse povo quer pensar é que eles vivem na m* por causa de uma conspiração secreta dos ricos, eles n entendem que riqueza não é dinheiro, riqueza é produtividade, se vc resolver estudar de noite, se qualificar melhor pra poder fazer algo melhor pras outras pessoas elas vão te pagar melhor tb, n tem conspiração nenhuma
Agora, se o que vc quer é fazer dez filhos sem ter dinheiro pra criar nenhum e mandar a conta pros outros, aí são outros 500

lingvo-shatanto disse...

"O Brasil é, hoje, o país mais corrupto e violento do mundo STEFANO. Dois indícios das causas deste estado de coisas: o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso escrevendo que "a sociedade perdeu a guerra contra as drogas e portanto é preciso descriminalizar a maconha". Se você não fuma maconha, você está fora deste projeto social, embora você seja parte da Nação que perdeu a guerra, segundo o ex-presidente. Já o presidente atual, Lula da Silva, afirma que as obras públicas onde ocorrem irregularidades, milionárias, não devem parar porque isto traria desemprego. Quer dizer que se você trabalha numa empresa que não faz falcatruas, você não está no universo do presidente. Mas você é quem paga as falcatruas.

É isso aí. Maconha e roubalheira. Droga e armas. Narcotráfico e corrupção. Brasil.

By Blogger fejuncor, At 11:39 PM"

É o "livre mercado das drogas" funcionando a todo vapor, não?

Afinal o consumidor é quem determina o que dever ser produzido e comercializado. Ah, o preço, depende sempre da oferta e da procura...

E com o governo insistindo em intervir nesse promissor "mercado livre", reduz (in)conscientemente a oferta, com as dificuldades impostas ao tráfico e as seguidas apreensões de estoques, a oferta está sempre reduzida, e os preços nas alturas...

Imagine por onde andam os lucros.

É isso aí, Hayek tem toda a razão. Nada de incentivos (ou óbices governamentais) deixa o vento soprar na vela, que ela enfuna e não tem quem consiga segurar o barco.

É o exemplo mais brilhante da autoregulamentação do mercado, que manda todo governo para as cucuias. Também pudera, com o dinheiro que ali circula e com o nível salarial dos principais consumidores do pó, deve ter muito dinheiro "bom" investido, às escuras, nesse negócio, de cara o mais lucrativo e sem risco, pois só quem morre são os coitados da favela, porque ç´para a maioria deles o "livre" mercado só deixa esse "ganha-pão". Ou sera "perde-vida"?

FHC diz que a sociedade perdeu a guerra, mas parece que o novo governo do Rio está encontrando o caminho das pedras, seguindo o exemplo de Chicago e de Nova Iorque.

José Mário Marques

ntsr disse...

lingvo, tu mistura alhos com bugalhos,falar que droga = livre mercado de drogas, daqui a pouco a indústria do sequestro é livre mercado tb
Na minha opinião, drogas n deviam estar no mesmo saco das trocas consensuais pq a dependência química FORÇA a pessoa pra uma coisa que, se ela estivesse fria e racional, n ia querer

lingvo-shatanto disse...

"lingvo, tu mistura alhos com bugalhos,falar que droga = livre mercado de drogas, daqui a pouco a indústria do sequestro é livre mercado tb
Na minha opinião, drogas n deviam estar no mesmo saco das trocas consensuais pq a dependência química FORÇA a pessoa pra uma coisa que, se ela estivesse fria e racional, n ia querer

By Blogger ntsr, At 1:18 PM "

Do mesmo que jeito que o consumo do cigarro, do álcool, do chocolate e do açúcar, do refrigerante que o contém (qualquer um, mas a coca-cola lidera), ntsr. Também causam dependência (além da obesidade e da diabetes, sem falar no câncer) e que dependência... Mas essas são drogas liberadas, pois só liberam... endorfina...

E a compulsão do consumo estimulado pela "livre" propaganda de outros bens de consumo?

Qual é para vc. a fronteira entre o "livre" mercado e o "escravo"? No momento em que algo se transforma em mercadoria, parece-me que se está diante do fenômeno, pelo é o que eu depreendi do que tenho lido aqui, e as forças do mercado de imediato começam a atuar "livre" e "compulsivamente", não adiantando ninguém se insurgir contra isso, principalmente se for governo.

Afinal até mercado de seres humanos continua a existir, inclusive no Brasil e, por óbvio, a eles se aplica a mesma regra. Só funciona se der lucro e este compensar os riscos do negócio.

ntsr disse...

'Também causam dependência (além da obesidade e da diabetes, sem falar no câncer) e que dependência... Mas essas são drogas liberadas, pois só liberam... endorfina...'

Então tu definitivamente n sabe do que ta falando, dependência química é MUITO além de algo que libera endorfina.Teus coleguinhas liberam endorfina quando vêem alguém falando q o esperanto vai salvar a humanidade, isso é motivo pra proibir?
Eu sou contra drogas pesadas como o crack, cocaina, e em certo ponto até o álcool que depois de anos causa cirrose e mata, agora coisas como cigarro, se vc tiver um mínimo de determinação dá pra parar de fumar, muito diferente do crack que na primeira coisada vc ja vira viciado
E de novo esse negócio de propaganda, putz quando um publicitário faz uma propaganda de um carro,ele ta mostrando o que existe da melhor forma possível, ele n ta forçando ninguém a nada pq ele ta SUPONDO que quem vá ler tenha um cérebro, que saiba usar, que mesmo que ache o carro legal, tenha uma voz na cabeça que fale 'mas perai, hoje o orçamento ta apertado, é melhor deixar pra depois' como TODO SER RACIONAL faz antes de tomar decisões racionais, ele pensa por todos os ângulos.
Agora quem é desesperado pra ser a vítima de tudo n faz isso, claro, eles são como o idiota do supersizeme, a mulher pergunta: 'vc quer o sanduiche grande ou pequeno?' e ele 'o grande, vc me convenceu' ou seja, a balconista n fez NADA, só fez perguntar, mas a criatura é tão sedenta pra bancar a vítima que vem com essa palhaçada de 'vc me convenceu'

E outra, tu anda falando de mercado isso, mercado aquilo, sem saber o que ta falando, livre mercado pressupõe trocas VOLUNTÁRIAS, tu mete drogas e tráfico de humanos no meio como se isso tivesse algo a ver, o livre mercado que a gente fala não é esse teu mas sim um que ninguém obriga ninguém a nada, e o negócio só acontece se todas as partes concordarem

ntsr disse...

E tinha outra coisa pra falar...ah sim, esse negócio de mensagem subliminar é outra besteira do tamanho do mundo, quem n tem o que fazer pode ficar olhando pra qualquer padrão aleatório que depois de um tempo vai ver uma nuvem ou camelo ou alguma outra coisa qualquer, o que os malucos da mensagem subliminar fazem é procurar uma imagem que sirva como pretexto qualquer pra eles bancarem a vítima, pra poderem falar que estao sendo manipulados, mas no fim isso tudo n passa de uma lorota que não tem comprovação científica nenhuma.

ntsr disse...

Mensagem subliminar é como aquele 'código da biblia', um cara inventou uma combinação de numeros que supostamente arranca menagens escondidas na bíblia, e eles falavam que a biblia tinha previsto o futuro, falando de hitler etc, até que outros usando o mesmo codigo mostraram que é so uma questao de estatística, que vc tb podia arrancar coisas sem sentido como 'Franklin Roosevelt assassinated," ou "Noble Peace prize Hitler
Infelizmente no mundo de hoje as coisas sem sentido são idolatradas e a razão e a lógica, essas deixa pra lá

lingvo-shatanto disse...

"Qual é para vc. a fronteira entre o "livre" mercado e o "escravo"?"

Vendo agora a antítese "livre" - "escravo", me dei conta da impropriedade do termo "livre" para explicar esse "fenômeno" da modernidade.

O melhor adjetivo seria o adjetivo/particípio "contido", antecedido dos advérbios "mais" ou "menos", pois a ilusão do mercado totalmente livre de qualquer restrição só realidade na cabeça de vcs. e dos ideólogos de plantão da "Nova Economia", como o prova o próprio índice da Fundação Heritage, pois nenhum país ali listado recebe a nota "Cheia".

Mas vcs. querem passar a ilusão de que isso é uma realidade inconstrastável, contra a qual ninguém pode resistir. No máximo tornar-se um anacoreta e se isolar em alguma caverna distante sobrevivendo de mel e gafanhotos.

Mesmo assim isso é perigoso, porque foi assim que surgiu o anunciador do cristianismo e o iniciador do islamismo, que tanta dor de cabeça tem dado às pretensões hegemônicas das potências mundiais naquela área, inclusive a russa, chinesa e indiana.

Blogger ntsr said...

"Então tu definitivamente n sabe do que ta falando, dependência química é MUITO além de algo que libera endorfina.Teus coleguinhas liberam endorfina quando vêem alguém falando q o esperanto vai salvar a humanidade, isso é motivo pra proibir?"

E por falar em dependência química se "tu" (na minha terra a gente dá preferência ao mais prosaico 'você') não o sabes, açúcar, álcool e alcatrão e nicotina são produtos químicos também e causam dependência, com o agravante de que o primeiro é extraído em toda a sua pureza, como é feito o processo de extração da cocaína e da heroína, e exposto à venda aos incautos, na maioria das vezes embutido em outros produtos, sob o nome genérico de "carbohidratos".

Esperanto salvar o mundo, de onde vc. tirou essa baboseira? Eu até que preciso me informar melhor sobre economia, reconheço, pois essa nunca foi minha praia, mas vc. igualmente anda precisando de umas boas leituras, para se informar melhor e sair da mesmice.

Mas a sua comparação até que boa, pois vcs. aqui é que acham que o "livre" mercado vai salvar o mundo e vivem se deliciando com essa "guloseima" (quanta endo(mo)rfina liberada, hein?), em verdadeiras explosões orgásticas.

ntsr disse...

'E por falar em dependência química se "tu" (na minha terra a gente dá preferência ao mais prosaico 'você')'
E na minha se fala é TU mesmo, e daí? Qual o problema?

'açúcar, álcool e alcatrão e nicotina'
É o que vc quer comparar com cocaina e crack que viciam com uma dose, e convenienetemente ignorou meu comentário sobre drogas leves e a pessoa que tem um mínimo de força de vontade e pára de fumar

'Esperanto salvar o mundo, de onde vc. tirou essa baboseira? '
Foi um EXEMPLO, Einstein!Foi uma suposição pra chegar em um ponto que tu convenientemente ignorou, que se uma coisa tem que ser proibida pq faz a pessoa liberar endorfinas, então quase tudo no mundo vai junto!

'Mas a sua comparação até que boa, pois vcs. aqui é que acham que o "livre" mercado vai salvar o mundo e vivem se deliciando com essa "guloseima" (quanta endo(mo)rfina liberada, hein?), em verdadeiras explosões orgásticas.'
Primeiro que como já disse, tu ja mostrou que nem sabe direito o que ta falando quando fala em livre mercado, depois, se for pra descer no mesmo nível desse teu último parágrafo, dá pra notar como vcs tem orgasmos múltiplos sonhando com o che guevara mandando em ti em esperanto.

ntsr disse...

Vcs socialistas tb se deliciam com as coisas que só existem por causa do livre mercado, a diferença é que vcs são hipócritas, passam a vida criticando e depois vão desfilar com a camisa da nike

lingvo-shatanto disse...

Blogger ntsr said...
"isso é motivo pra proibir?"

Eu sou do tempo em que foi lançado o brado "é proibido proibir" (é o novo?!), e acho que é melhor informar, esclarecer e debater do que proibir, e deixar ao livre-arbítrio de cada um escolher o que entender de melhor para a vida de cada.

Isso não quer dizer que eu sou a favor do oba, oba, da descriminalização das drogas, cujo consumo tem de ser contido, mesmo se para isso for necessário intervir em seu mercado promissor, parecendo-me mesmo que precisa uma atuação mais forte na ponta do consumo, pois como vcs. dizem, só há mercado se houver consumo.

Mas consumidor de droga é "dependente químico"... se bem que a maioria consome sem criar a dependência como ocorre também com o álcool. Esses são cúmplices mesmo do tráfico e não estão nem aí para os males causados à sociedade.

lingvo-shatanto disse...

"se for pra descer no mesmo nível desse teu último parágrafo, dá pra notar como vcs tem orgasmos múltiplos sonhando com o che guevara mandando em ti em esperanto."

"Vcs socialistas tb se deliciam com as coisas que só existem por causa do livre mercado, a diferença é que vcs são hipócritas, passam a vida criticando e depois vão desfilar com a camisa da nike
By Blogger ntsr, At 5:52 PM"

"Take it easy", ntsr, porque a explosão? (Olhe que acrescentei qualquer adjetivo, tenho de me conter não? Só o mercado é que não pode ser contido, não é assim?).

Afinal, do jeito que vc. trouxe apenas "um exemplo" (e sem o adjetivo 'ilustrativo') do mesmo modo a expressão que eu utilizei foi apenas uma metáfora (err... talvez um pouco mais enfática), porque parece que é nessa explosão que se libera mais endorfina, ou não? Vc. que certamente é um especialista em química, deve ter a resposta... ou é o mercado quem dá?

Quanto a orgasmos múltiplos, pelo menos ao que me consta em minha terra, essa praia só pertence às mulheres...

lingvo-shatanto disse...

Ah esqueci-me de acrescentar... Che Guevara, socialista, Fidel... porque não virar o disco? vcs. vão e voltam e é sempre a mesma coisa, parece até idéia fixa?

Afinal falar que não existem torturas na ilha, é puro eufemismo, inclusive na ponta mais oriental, e nem Che, nem Fidel, nem o socialismo como até agora foi praticado (e muita gente e muita coisa mais)não são modelo para ninguém.

Germano Machado disse...

Ô NTSR...

Lembra do negócio de babar e esbugalhar os olhos? Quer um lenço?
Rebate os argumentos, rapaz...numa boa.

Germano Machado disse...

Lingvo-Shatanto,

Vc disse que está se informando mais a respeito de economia. Apóio bastante. Já leu "The Dismal Science"? Vale a pena.
Se quiser sugestões técnicas, a gente vai se falando.

Abs

lingvo-shatanto disse...

Já leu "The Dismal Science"?
By Blogger Germano Machado,

Ainda não.Qual o autor e a editora?

Germano Machado disse...

Lingvo-Shatanto,

Autor: Stephen Marglin
Editora: Harvard University Press

Até onde sei, não há edição em português.

PS: não confundir com um livro anterior, com nome parecido, mas provavelmente falando de outra coisa: "A Not-so-Dismal Science", do institucionalista Mancur Olson. Conheço o autor, mas não este livro.

Abs

lingvo-shatanto disse...

Vc disse que está se informando mais a respeito de economia. Apóio bastante. Já leu "The Dismal Science"? Vale a pena.

Pelas resenhas que vi no Amazon, vale sim. Vou encomendá-lo.

Na resenha gostei muito da expressão fair marcket versus free marcket.

É que o eu acho realmente que o "free" não é tão "fair" como apregoam seus fâmulos, que somente é fair quando realmente traz benefícios para a comunidade, o que não é garantido pelos caminhos tortuosos na maioria das vezes seguidos pelos seus agentes e operadores. Tem muito jogo sujo na obscuridade que a "dismal science" com suas meias verdades faz questão de manter sobre a verdadeira realidade, como parece sugerir o livro indicado, pela resenha lida.

É, tudo pelo mercado "limpo", mas toda restrição possível ao "free" marcket que somente "would deserve" este epíteto se fosse de fato um promotor da liberdade, que passa necessariamente pelo estado de bem estar das pessoas que a ele estão submetidas, não para atuarem como escravas, mas gozar dos benefícios que pode e deve propiciar a todos, e não somente a alguns, como modelo concentrador de renda com que vem se mostrando onde lhe deixam atuar com absoluta liberdade, sem controle da sociedade a que deve servir.