sexta-feira, julho 19, 2013

A Avaaz mostra sua cor... e ela é vermelha!

Rodrigo Constantino

Eu já sabia e já tinha alertado. Mas agora é oficial: a Avaaz mostra sua verdadeira cor, e ela tem cinquenta tons de vermelho. Em artigo para o GLOBO, Pedro Abromovay, o indivíduo por trás da Avaaz, já deixa toda a máscara de imparcialidade ao assinar o artigo com Lindbergh Farias, senador petista. Apartidário? Sei... Eles dizem:

Cidadãos que nunca haviam discutido a questão antes estão debatendo política com seus amigos, passaram a agir. A velha política está morrendo e existe agora um novo diálogo, horizontal e contínuo, e uma nova cultura política.

Mas essa "nova" forma de fazer política, mais "horizontal", vem com um selo de um senador pelo PT? É isso mesmo, produção? Essa maneira "moderna" de democracia sem políticos ou partidos está sendo proposta pela Avaaz ao lado de um senador petista? Eu entendi isso corretamente? Mas não é só isso. A Avaaz quer mais, e expõe seu objetivo de forma direta:

E qual a reforma capaz de dialogar com a nova realidade política? Instituir o financiamento público e reformar o sistema eleitoral é um bom começo. Mas essa nova reforma tem por meta tornar o Brasil uma democracia moderna que se destaque com orgulho no século XXI. O tamanho das manifestações públicas exige respostas ambiciosas. Podemos nos tornar uma nova Atenas.

Financiamento público de campanha? E que tipo de "gênio" pensa que isso vai reduzir o caixa dois, a corrupção, o poder financeiro de empreiteiras na política? Nova Atenas? Ah, agora estou entendendo. Ágora! Eis a solução para nossos problemas. Só um pequeno detalhe: não somos os cantões suíços, tampouco temos o tamanho da população de Atenas e a simplicidade de temas políticos a serem decididos de forma direta. 

A "nova" democracia, então, é a velha "democracia direta", só que aplicada para 200 milhões de pessoas, no modelo centralizador do estado brasileiro. Entenderam? Ainda não? Então vou facilitar com uma palavra: Venezuela. O que a Avaaz de Pedro Abromovay quer, bem ao ladinho do senador do PT, é apelar para plebiscitos manipulados para instaurar no país a "ditadura da maioria" sob o controle populista de uma seleta minoria.

Sinto muito lhe dizer isso, mas se em algum momento você assinou petição da Avaaz, saiba que você foi massa de manobra da esquerda. A Avaaz não me representa!

16 comentários:

Viviane disse...

O Pedro Abramovay não precisa estar ao lado de um senador do PT. Se ele não for filiado ao PT, é só para não "dar na cara". Nasceu em berço vermelho e foi criado assim.
O AVAAZ não me engana, e não me representa, pois de democracia não tem nada: só ficam lá os temas que eles aprovam.
Tenho certeza que ele tem um discurso e uma retórica bela, e, infelizmente, a maioria cai nessa.

Anônimo disse...

Eu já assinei essa porcaria Rodrigo, mas depois que eu sobe que esse sujeito que comanda essa petição era ptralha, não assinei mais, e ainda mandei e-mail p/ esse tal de pedro, que parasse de me enviar tais petições, por sendo ele um ptista, essa petições perdiam toda a credibilidade!!!!!!!Desde então nem tenho mais recebido e-mail dessa cambada que cuida desse site.Abraços a você RODRIGO, e VERGONHA dessa gente CORRUPTA...

Gredson Santos disse...

Puts eu já assinei uma petição no site da Avaaz. Me arrependi. tem como cancelar? não quero que esses podres utilizem meu nome.

Anônimo disse...

Rodrigo, vários movimentos estão se aglutinado centralizados pela facebook.com/nas ruas.. Nas Ruas Mobilização ...dá uma olhada
no EPOCC que nortea via consenso as reivindicações... e estão programando para 7/9 uma grande passeata...estes sim são apartidários...

https://www.facebook.com/notes/nasruas/pauta-dos-movimentos-contracorrup%C3%A7%C3%A3o/467928146632421

Anônimo disse...

A Avaaz é do grupo de George Soros e representada no Brasil por Pedro Abromovay, ex-Secretário de Justiça do Ministério da Justiça do governo petista e queridinho do ex-Ministro Márcio Thomás Bastos. Foi dele a fala que o filho de Romeu Tuma disse ter escutado, de que estaria cansado de ser chamado para ajudar na feitura de dossiês, quando trabalhavam juntos no MJ.

É petista de carteirinha.

anacletum disse...

Doravante, a Avaaz também não me representa!

anacletum disse...

Doravante, a Avaaz também não me representa!

SERGIO disse...

Excelente texto. Esses picaretas não desistem. Às vezes vem petição do tipo "Fora Ranan" , mas é disfarce. Esses bandidos estão ocupando tudo e nós assistindo.

Anônimo disse...

Pois é ... comunismo liquido no dos outros é refresco. Que essa turma, sua chefia do foro de S.P. e demais vermelhos que partam para a Cuba que os pariu e nos deixem em paz.

Diogo R Santos disse...

A Avaaz há muito me desperta repulsa.

Este artigo do Pedro mostra muitas semelhanças com a proposta do plebiscito petista.

E ainda por cima fala de apartidarismo???

Que vá ser cara-de-pau no quinto dos infernos...

Anônimo disse...

É, eu e mais um milhão e meio de pessoas assinamos o "Fora Renan Calheiros". No embalo, vieram outras petições e acabei ficando desconfiado. Principalmente depois que o Reinaldo Azevedo disse em seu blog que o Grande Chefe do Avaaz no Brasil tinha proibido uma petição em favor de Silas Malafaia, muito embora uma CONTRA o Malafaia ele tinha aceitado. Pessoalmente tenho prós e contras o Silas Malafaia, mas a postura desse senhor deixou perceptivel tendência PesTilenta. Nunca mais assinei nada e meus familiares também não.

Anônimo disse...

Vc não se incomoda em postar vários artigos e não receber nenhum comentário na grande maioria deles ?

Anônimo disse...

Para mostrar o absurdo da roubalheira nesse país. E como é tratado nosso serviço público.

http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/109107/Isto%C3%A9-aponta-propinoduto-tucano-no-metr%C3%B4-paulista.htm

Ricardo Froes disse...

Impressionante: um artigo a quatro mãos e sem cérebro nenhum

Anônimo disse...

Eu não caí nessa de assinar petição nesse site. Eu vou alertar passando esse artigo para outros blogs também para que ninguém assine petição alguma desse Avaaz.

Anônimo disse...

Caro Rodrigo. Assinei uma petition do avaaz do "não à volta do Renan" em janeiro de 2013. No dia 19 de fevereiro percebi, com a ajuda de Reinaldo Azevedo, que Pedro Abramovay/avaaz é vermelho e não me representa e pedi para ser removida da lista e divulguei para todos os meus amigos.
Vale repetir e insistir.