sábado, julho 20, 2013

Favela pacificada... pero no mucho!

Rodrigo Constantino

Deu no GLOBOExpulso por traficantes, AfroReggae encerra suas atividades no Complexo do Alemão

A sede do AfroReggae e a pousada da ONG, na Rua Joaquim de Queiroz, na Grota, no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, amanheceram fechadas na manhã deste sábado. Normalmente, aos sábados, a sede funciona até as 16h. A ausência de funcionários e integrantes do projeto no imóvel confirmam a informação publicada hoje em reportagem da revista “Veja” de que o AfroReggae teria sido expulso pelo tráfico.

Segundo a publicação, os bandidos chegaram a fazer ameaças à ONG, dizendo que “a desobediência seria punida com a explosão da sede e uma chacina”. Em seu twitter, o coordenador do AfroReggae, José Júnior, disse que daria neste sábado“ uma péssima notícia: “Tenho uma pessima noticia pra dar + q muito me orgulha de não omitir. Ja comunicamos as autoridades do nosso estado e país. Post amanha”. No início da tarde, ele postou o link da reportagem e acrescentou a frase “Não da pra deixar assassinarem inocentes”.

Apesar da aparente tranquilidade e do policiamento na comunidade, moradores e comerciantes evitam falar sobre o assunto.

— Não estou sabendo de nada. Soube pela televisão do incêndio —disse uma moradora da Rua Joaquim de Queiroz, que não quis se identificar.

Como fica claro, o sonho da pacificação das favelas cariocas ainda não virou realidade. As UPPs devem ser vistas, no máximo, como um primeiro passo, um começo tímido frente ao real desafio. Não podemos imaginar, de forma ingênua, que se derrota tantos bandidos dessa forma simples, sem confronto, sem desarmá-los, sem prisões. Isso é uma doce ilusão!

Como definiu Reinaldo Azevedo, se não me engano, as UPPs são mais operações "espalha ladrão", e o que precisamos são operações "prende ladrão". Bandido solto é ameaça constante. Ao que tudo indica, a comemoração com as UPPs foram bastante precipitadas. O tráfico ainda manda na maioria das favelas. A guerra está longe de ter terminado. E ela não será vencida com flores ou discursos românticos de esquerda.

11 comentários:

Cel Marco Balbi disse...

Ainda bem que esta falácia está sendo desmascarada antes que o Beltrame componha a chapa com o Pezão.

Anônimo disse...

O PARTIDO NOVO É CONTRA AS UPPS ? DEFENDE O FIM DAS UPPS ? O POVO CARIOCA DEVE SABER O QUE VCS REALMENTE PENSAM PARA NÃO LEVAR GATO POR LEBRE

Vitor Roma disse...

Legalizar as drogas seria, de longe, a medida mais eficiente contra a bandidagem.

Gilrikardo disse...

A maneira que esse tal José Junior começou a ganhar a vida, principalmente em cima da desgradeira dos outros, estava indo longe demais e que hora ou outra haveria de prestar contas a alguém...

Jorge Rodrigues disse...

O governo do Rio de Janeiro também está sendo extremamente inepto no combate a onda de vandalismo que tomou conta da capital. O Sérgio Cabral se assemelha ao Lula: muito discurso, muita pirotecnia mas pouco conteúdo.

Anônimo disse...

Simplesmente perfeito! Obrigada

Paulo José Ribeiro Silva disse...

Constantino, você não é mais a favor da legalização das drogas? Por que não defendeu isto neste artigo? Nem os EUA conseguiram acabar com este problema, tem que cortar o mal pela raiz e isto só é possível através da legalização da produção, comercialização e uso de todas as drogas.

Paulo José Ribeiro Silva disse...

Consta, você não é mais a favor da Legalização das Drogas? A única forma de acabar com esta violência e criminalidade toda é jogando a produção das drogas nas mãos de empresários e isto só é possível através da legalização da produção, comercialização e uso de todas as drogas.

Grande Abraço

Paulo José Ribeiro Silva disse...

Consta, você não é mais a favor da Legalização das Drogas? A única forma de acabar com esta violência e criminalidade toda é jogando a produção das drogas nas mãos de empresários e isto só é possível através da legalização da produção, comercialização e uso de todas as drogas.

Grande Abraço

rodrigo disse...

O Brasil precisa de escola de qualidade e cadeia, ambas em imensa quantidade.

gutenberg disse...

Fiquei chocado com a notícia. Pela leitura das matérias da grande imprensa poderia jurar que no Rio estava tudo pacificado!
E Cabral e Beltrame, o que dizem os patetas?
Gutenberg