segunda-feira, julho 08, 2013

Coisa fina chamada funk

Fonte: G1
Rodrigo Constantino

O funkeiro MC Daleste morreu com um tiro durante show, despertando a revolta de vários colegas de profissão. Confesso que até então nunca tinha ouvido falar do cantor. É que realmente funk não é bem minha praia. 

Há quem diga que entre funk e música clássica, tudo é apenas questão de gosto. E ai quem ouse afirmar que existe uma mínima hierarquia objetiva nesse embate! Mozart ou Daleste? Pura questão de escolha pessoal, e quem diz o contrário é um preconceituoso elitista.

Vivemos na era do relativismo exacerbado, da suspensão de qualquer julgamento estético ou mesmo ético. Tudo é igual, e negar isso é remar contra a maré do politicamente correto. Aderindo ao zeitgeist pela primeira vez neste blog, vou me abster de julgar qualquer coisa que seja. Vou somente divulgar, em homenagem ao falecido "músico", uma de suas canções. O leitor que faça seu próprio julgamento, se quiser. Lá vai:


“Matar os policia é a nossa meta
Fala pra nois quem é o poder
Mente criminosa coração bandido
Sou fruto de guerras e rebelioes
Comecei menor ja no 157 hoje meu
Vicio e roubar profissão perigo
Especialista formado na faculdade criminosa
Armamento pesado ataque sovietico e que esse
É o bonde do mk porque quem manda aqui
É o 1 p e 2 c fala pra nois que e o poder
Se tu quer ouvir apologia eu te apresento nosso
Arsenal ataque só na glock , g3 , mini-use
762 funrador parafal , a r15, A.R baby, magno macs , fuzil
Holandes , mp5 762 semi automatica m16 a colt
Pente 90, galac torrents , meiota e 50 especialista
Em assaultos bancarios formado na faculdade criminosa
Sub use , aim check , flatclonos ponto 40 tipo guerrilha
Sao paulo sp a grande capital e toda nossa meu nome voce
Quer saber pra me denunciar pros verme da ... quer me
Rastrear e toma la daca bate de frente faz sua parte
E nois que soma e nois que ta forma de expressão pra mim
Nao interessa tamo embraçado na mesma missão matar os policia
É a nossa meta se tu quer ouvir apologia eu te apresento
Nosso arsenal (ham) esse é o kit do mal
Fala pra nois quem é o poder matar os policia e a nossa meta
Fala pra nois quem é o poder
Mente criminosa coração bandido
Sou fruto de guerras e rebelioes
Comecei menor ja no 157 hoje meu
Vicio e roubar profissão perigo
Especialista formado na faculdade criminosa
Armamento pesado ataque sovietico e que esse
É o bonde do mk porque quem manda aqui
É o 1 p e 2 c fala pra nois que e o poder
Fala pra nois quem é o poder (2x)
Se tu quer ouvir apologia eu te apresento nosso
Arsenal ataque só na glock , g3 , mini-use
762 fundador parafal , a r15, A.R baby, magno macs , fuzil
Olandes, mp5 762 semi automatica m16 a colt
190 galac torrents , meiota e 50 especialista
Em assaultos bancarios formado na faculdade criminosa
Sub use , aim check , flatclonos ponto 40 tipo guerrilha
Sao paulo sp a grande capital e toda nossa meu nome voce
Quer saber pra me denunciar pros verme da ... quer me
Rastrear e toma la daca bate de frente faz sua parte
E nois que soma e nois que ta forma de expressão pra mim
Nao interessa tamo embraçado na mesma missão matar os policia
É a nossa meta se tu quer ouvir apologia eu te apresento
Nosso arsenal (ham) esse é o kit do mal”
PS: Apenas para caráter informativo, o clip da música no YouTube tem mais de 1,4 milhão de views, e um terço a mais de gente que curtiu em relação a quem não curtiu.

10 comentários:

Brena Braz disse...

Vi hoje no jornal o apresentador lendo trecho da letra da música e no final terminou ironicamente com "a vida imita a arte?"

Alex Silvério disse...

Legal o Blog em, acabei de conhecer.
Compreendi a postura do autor do texto em não julgar nada sobre o assunto, só fiquei com uma dúvida, o que seria "Aderindo ao zeitgeist pela primeira vez neste blog"?

Seria ZEITGEIST de espirito do tempo na forma alemã que é compreendida está palavra? Vou acompanhar o blog, parabéns vi textos bacanas aqui. abraço

Meu e-mail culturaemdecadencia@gmail.com

LoveChords disse...

Podre! Esse daí já foi tarde!!

Gustavo disse...

Li em uma dessas reportagens do G1:

"Assim que soube da morte do cantor, Neguinho do Caxeta utilizou as redes sociais para postar uma imagem do amigo. "Luto MC Daleste! O Funk pede Paz", disse o cantor do litoral de São Paulo."

Pede paz com esse tipo de letra?

Anônimo disse...

"Há quem diga que entre funk e música clássica, tudo é apenas questão de gosto."

Pode apostar que quem diz isso gosta de funk.

O que ocorreu com esse cara tem tudo a ver com o que ele diz na sua "música". Que coincidência né?

O fato de muita gente gostar disso não ne assusta, é a cara do Brasil.

Anônimo disse...

Segundo o meu filho, o fato ocorreu numa festa organizada pelo PCC e que o assassino já foi preso, julgado e executado.

Tony disse...

"Nóis pega o peixe".

É possível cogitar sobre a hierarquia de valores com pessoas que admitem que a educação formal é meio de opressão?

Nós estamos tão no fundo do poço, que aqueles que deviam estar por cima têm os mesmos horizontes daqueles que continuam cavando o buraco.

Bruno Sampaio disse...

É o apogeu total do relativismo total. Semi-analfabetos como modelo de sucesso e ascensão social para uma turba de semi-analfabetos. Em São Paulo virou uma praga os tais "pancadões", festas no meio da rua com essas letras maravilhosas sendo cuspidas a 90 Db de alto-falantes de carros, infernizando a vida de quem tem o azar de estar por perto. Me sinto cada vez mais deslocado nesse mundo em que a ignorância virou uma espécie de medalha de honra ao mérito.

Anônimo disse...

Não consegui ler a composição do referido "artista" até o fim, tamanha a estupidez do que uma mente podre pode gerar...

JuNiOr Fernandes disse...

Lixo moral e tóxico !!!