segunda-feira, outubro 25, 2010

É a economia, estúpido!

Rodrigo Constantino

Infelizmente, muitos eleitores "votam com o bolso", e ainda confessam que acham isso normal. O marqueteiro de Bill Clinton expôs essa triste realidade quando disse: "It's the economy, stupid!". Questões éticas acabam relegadas ao segundo plano, na maioria dos casos. Isso explica porque Dilma ainda é a favorita nestas eleições, a despeito de tantos escândalos de corrupção envolvendo as pessoas mais próximas a ela. A economia vai bem, logo...

Mas o grande aliado de Dilma neste caso é a ignorância do povo, a enorme miopia que faz com que as pessoas vejam a árvore, mas não consigam enxergar a floresta. A economia brasileira de fato está crescendo bem nos últimos anos. Alguns comparam os dados do crescimento econômico sob o governo Lula com a era FHC, e pronto!, estaria "provado" que o governo Lula foi melhor neste importante quesito. O contexto internacional acaba totalmente esquecido. Tudo mérito do Lula!

Se fosse esse o caso, Lula deveria se candidatar ao cargo de Deus, não de presidente, por meio de seu "poste". Seria um fenômeno incrível se o mérito deste crescimento fosse mesmo do governo brasileiro. Afinal, os países emergentes, de forma geral, apresentaram crescimento tão bom ou superior no período. Na verdade, o Brasil foi um dos países que menos cresceu entre 2005 e 2009. Os dados são do Banco Mundial. O gráfico vai abaixo.



Como se pode ver, vários outros países em desenvolvimento apresentaram taxas de crescimento bem acima da nossa nos últimos anos. A China e a Índia então, nem se compara! É verdade que devemos tomar cuidado para não comparar laranja com banana, justamente o que o PT vem fazendo. Cada país é um caso diferente. A China sai de uma base menor, vive sua revolução industrial tardia, e isso ajuda a explicar seu elevado crescimento. Mas é visível para olhos mais atentos que há claramente alguma coisa maior por trás desse crescimento econômico, uma vez que ele é geral. Até a Austrália, um país bem mais rico e desenvolvido que o Brasil, cresceu quase a mesma coisa que o Brasil no período. Lula é "o cara", certo?

Quem melhor resumiu o cenário foi Carlos Alberto Sardenberg, que colocou como título de um artigo a síntese da situação: Lula = FHC + China. O quadro macroeconômico brasileiro ajudou, sem dúvida, mas o grande mérito disso foi de FHC, que plantou as sementes que Lula depois colheu. O maior mérito do próprio Lula foi não ter estragado isso, ou seja, foi não ter feito tudo aquilo que sempre pregou na vida. O restante veio do enorme crescimento chinês, puxando preço de commodities para cima e estimulando o comércio mundial. A entrada da China e da Índia na globalização explica muito do nosso crescimento nos últimos anos.

Para completar a explicação, faltam dois fatores importantes. Um deles é a taxa de juros nos países desenvolvidos, próxima de zero. Isso faz o capital arder parado nas mãos e, sem oportunidades em suas economias locais, os ricos exportam capital para países emergentes. O Brasil, pela razoável estabilidade institucional e seu tamanho, acaba sendo um destino óbvio para esse capital. Ou seja, os investidores e especuladores estrangeiros, sempre tão odiados pelos petistas, representam outro grande pilar desse crescimento elevado recente.

E o último fator relevante, este sim responsabilidade do governo Lula, foi a expansão no crédito, em boa parte por meio de bancos estatais (BNDES em destaque). Mas esse é justamente o ponto mais frágil do crescimento, por ser insustentável. Falta a poupança doméstica como lastro para esta expansão creditícia. Isso para não falar da grande concentração nos bancos estatais, o que é perigoso para a liberdade. O governo está controlando metade do crédito no país, e com isso consegue manter os empresários reféns de seus desejos.

Em suma, a economia brasileira tem crescido a taxas elevadas, sem dúvida. Mas isso não é mérito do governo Lula. Na verdade, a economia vai bem a despeito do governo petista. Mas talvez seja exigir demais do povo que entenda isso. É a economia, estúpido!

33 comentários:

Ronaldo disse...

Quando deixar a presidência, Lula deveria ir para o Haiti com sua equipe econômica e tirar aquele país da miséria. Pois conforme ele sempre disse, ele pegou o Brasil arrasado por FHC e foi o responsável pelo crescimento econômico atual. Depois do Haiti, vá para os países africanos. E a miséria no mundo acabou!!!

Juliana disse...

Parabéns pelo texto. Reflete bem a realidade do país e atribui méritos a quem merece.

Mayara Beckhäuser Dorta do Amaral disse...

Muito bom o texto. Adorei o blog, conheci atraves do video "manifesto dos intelectuais".
Se fosse pra analisar apenas o aspecto economico de um governo, Hitler deveria ser o maior exemplo da historia a ser seguido, como mostra aquele comercial da Folha http://www.youtube.com/watch?v=jYrKEdSfO8s

aliancaliberal disse...

A culpa em grande parte e do proprio fhc que por "escrupulos" não divulgou suas conquistas mesmo pq não o fez com toda conficção, fez mais por necessidade e por racionalidade do que por conficção ideologica.
Digamos que foi com muita "dor" que fez as privatizações e não desestatização dos setores da economia.
Ai defender o que na verdade não queria fazer fica dificil.

Marcelo P. disse...

Tanto FHC como Lula tiveram suas virtudes e seus erros. Por isso, não acho que sejam santos, mas tampouco sou partidário do "tá tudo errado". Se estivesse tudo errado, o Brasil estaria piorando, e não melhorando. O que segurou o Brasil durante a crise foi o consumo das classes mais baixas, graças a duas políticas de distribuição de renda: aumento do salário mínimo (incorporando o crescimento do PIB) e bolsa família. A desigualdade social diminuiu. É claro que muitas coisas estão péssimas: educação e segurança pública, por exemplo. Mas já estavam péssimas há muito tempo.

Mudando de assunto,

O Serra acusar a Dilma de abortista é o sujo falando do mal-lavado.

Mônica Serra abortou, o Serra foi o autor da norma técnica do Ministério da Saúde que dispensa a apresentação de BO para realizar aborto em caso de estupro. Enquanto os amadores do PT colocam o aborto no programa do partido, o Serra, muito mais prático, descriminaliza o aborto neutralizando uma lei com uma simples portaria.

Qual dos dois abortistas - Serra ou Dilma - é mais hipócrita? A parada é dura, mas Serra vence pelo cinismo. É mais ou menos como o Tiririca acusar um adversário de analfabeto.

Abraços,
Marcelo

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

Em praticamente todos os paises do planeta o IDH vem subindo ao longo dos últimos vinte anos. No Brasil é que tem subido pouco, devido ao alto grau de corrupção do governo e da falta de investimentos. O Brasil é, hoje, uma espécie de cloaca do mundo, onde o presidente é um ignorante corrupto e retrógrado e a classe política é a mais sem vergonha que existe.
............. ................. ...................

Índice de Desenvolvimento Humano

Entre 2002 e 2007, o Brasil, embora tenha melhorado um pouco seu IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de 0,790 para 0,813, caiu da 63º posição para a 75ª posição no ranking dos países do mundo. O estudo é divulgado pelo PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento).

O programa Fome Zero não deu certo e costuma ser citado como um dos principais fracassos da administração Lula.

Diego Oliveira disse...

O mais interessante é notar que entre os países emergentes mostrados que tiveram um crescimento menor que o Brasil está o Chile, que depois de duas décadas de crescimento sem igual na América Latina foi governado pela socialista Bachelet de março de 2006 a março de 2010 (3 dos quatros anos cobertos pelo gráfico) - vendo o "herdeiro" Frei ser derrotado pelo direitista Piñera nas últimas eleições - e a Tailândia, que enfrenta uma crise institucional grave, com paralizações e conflitos entre opositores e situacionistas. É com eles que o Partido Tergiversador quer nos comparar?

Anônimo disse...

Dois anos do governo Lula - 2004 e 2008 - tiveram PIG negativo. A média histórica segue a mesma. Só o que mudou foi a "impressão" de aquecimento do mercado proveniente dessa irrigação creditícia temporária. Ou alguém vê diferença entre o Brasil de hoje e o Brasil de sempre. Nem poderia ser diferente, pois a taxa potencial crescimento brasileira (atesta o modelo Harrod-Domar) não aumentou. As reformas e os investimentos necessários não foram realizados.

Anônimo disse...

Correção: 2003 e 2008.

fejuncor disse...

Por incrível que pareça, nesse hiato o Brasil teve um crescimento econômico real médio de 3,57% ao ano. Crescimento 18,68% menor do que no governo Sarney (4,39% ao ano), com moratória e hiperinflação (Fonte IBGE). Por incrível que pareça.

Burocratoparasita da União disse...

Que pensem que eu estou mentindo não me surpreende, pois até mesmo eu custo a crer no que está acontecendo. O Brasil está conseguindo piorar em relação a um histórico que sempre foi aquém do ideal. O Índice de Desenvolvimento Humano está caindo em relação à média mundial, que indica, sob certos aspectos, a evolução da humanidade. Estão em crescimento vertiginoso a criminalidade em geral, o crime organizado, o tráfico de drogas, a importação ilegal de armas e, evidente, a corrupção. A dívida pública fugiu ao controle, cresce UM BILHÃO de reais por dia. Não há mais nenhum retorno pelos impostos pagos. O governo, para manter-se no poder, cela compromissos com as organizações criminosas, terroristas.

O governo deportou atletas durante os jogos Panamericanos, deu asilo a criminosos condenados na Europa e procurados em paises vizinhos. O escândalo do licenciamento da Usina de Belo Monte, na Volta Grande do Xingu, coloca o Brasil na condição de inapto em questões ambientais e na questão do respeito à cultura autóctone da Amazônia. Há assassinatos de ambientalistas; há assassinatos de testemunhas de casos envolvendo as guerras intestinas do partido do presidente; há sentenças judiciais desmascarando trajetórias ilícitas; censura; decadência dos serviços públicos.

Não há diferença nenhuma. O problema é que o mal foi exponencializado enquanto o bem está sendo perseguido de todas as formas. É trágico. Um dos episódios mais tétricos já ocorridos numa nação ocidental.

Lucio A disse...

As pessoas que defendem o Lula.,não o conhece pessoalmente,ele quando dizia que estava lutando pelos trabalhadores fazendo greve,na realidade estava ajudando os empresários a demitir os trabalhadores com um bom pretexto,e apos o termino das greves ele se reunia com os empresários para receber seu dinheiro .enquanto aumentava o numero de desempregados.Os sindicatos promovem greves em época de eleições nos Estados que não são comandados por petistas,para uma disfarçada campanha política........e tem gente ignorante que ainda acredita no PT...........só os leigos mesmo.
Fonte(s):
As fontes são todos meu colegas que perderam seus empregos por calsa de greves sem sentido com fins eleitoral usados pelo PT.

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

Para o Brasil ser um país de Primeiro Mundo ou melhor um país desenvolvido ele terá além de crescer economicamente, erradicar o analfabetismo ou pelo menos ficar acima de 0,800 no ranking do IDH na educação, melhorar a distribuição de renda pois somos líderes na má distribuição de renda, investir na qualidade de vida da população propiciando ao mesmo tempo boas perspectivas educacionais e de saúde, investir na produção de produtos que tenham conhecimentos tecnológicos agregados a eles aumentando o seu valor e criando mercado interno e externo.

O Brasil juntamente com a China pela posição geográfica e pela riqueza de suas terras tem a possibilidade de aproveitar melhor suas reservas naturais, e, nesta sociedade para o futuro que se pretende mais harmoniosa para com o meioambiente, o desenvolvimento sustentável se torna muito importante.

Por enquanto, estamos na contramão de tudo isto.

Zeca disse...

Se Dilma é tão preparada, como ela não sabia o que Erenice fazia debaixo de suas barbas, digo, de suas saias?

vinicius disse...

Caro Rodrigo, pretendo fazer um seminário sobre ás falácias econômicas do governo lula na faculdade e seu texto vai me ajudar muito. Como posso achar mais fontes sobre esse assunto? Você tem mais artigos? Indica algum livro?

P.J. disse...

AINDA BEM QUE O REAL NAVEGA SOSINHO
POR QUE NÃO TEM NINGUEM NO COMANDO

Anônimo disse...

Essas informações deveriam ter sido exploradas no horário eleitoral gratuito do Serra. Agora Inês pode estar morta. Vá para o Twitter, Rodrigo.

Kitagawa disse...

Dizer que o crescimento brasileiro
se deve somente ao crescimento
mundial, e que o governo Lula não
tem mérito nenhum, equivale a
dizer que o FHC não tem mérito
nenhum sobre o fim da
hiperinflação, já que ela caiu em
todo o resto do mundo. Ou pra cada
governo vc vai usar critérios
diferentes?

Outra coisa: o governo ainda não
terminou seu mandato e o gráfico
só conta até 2009, quando o
crescimento foi praticamente zero.
Mais em 2010 a previsão é de quase
8% de crescimento. Portanto, a
média de crescimento vai ser bem
mais parruda do que vc quer fazer
crer.

ntsr disse...

'equivale a
dizer que o FHC não tem mérito
nenhum sobre o fim da
hiperinflação, já que ela caiu em
todo o resto do mundo.'

Vcs tão vendo? ESSE é o brasil.
Se vc der educação pra esse povo, é isso que aparece: milhões de dilmas que não conseguem formular um pensamento mínimo com lógica.

ntsr disse...

Explicando o óbvio, crescimento é uma coisa e inflação é outra, inflação é criada pelo governo imprimindo papelzinho feito louco e jogando pra cima dos otários, antes do real o governo nem sabia direito o quanto gastava e imprimia dinheiro a rodo pra pagar as contas.Real aliais que o seu lula era contra e chamava de estelionato eleitoral:
http://www.youtube.com/watch?v=wRBLhxtr8Vk&feature=player_embedded


Já crescimento depende sim de TROCAS entre os paises, um analfabeto fica todo alegrinho de comprar um cel de 50 reais, acha que o mérito disso é do lula e não do cara que trabalha 16h por dia pra fazer ele lá na china

Kitagawa disse...

"Se vc der educação pra esse povo, é isso que aparece:"

Pelo jeito vc é contra dar educação
a "esse povo". Já sei em quem vc
vai votar.

"um analfabeto fica todo alegrinho de
comprar um cel de 50 reais, acha que o
mérito disso é do lula"

Indiretamente é, pois foi o
crescimento e a geração de emprego
proporcionados pela política
economico bem sucedida que
possibilitaram ao "analfabeto" de
dispor de 50 reais para comprar o
celular.

"e não do cara que trabalha 16h por
dia pra fazer ele lá na china"

Uau, de repente vc virou marxista,
acha que o mérito pela produção é
do operário que se mata de
trabalhar. legal.

Outra coisa: inflação também depende
de "trocas entre países".
Porque vc acha que o FHC queimou
boa parte das reservas para manter
a paridade?

ntsr disse...

'Pelo jeito vc é contra dar educação
a "esse povo". Já sei em quem vc
vai votar.'

Ah ta, faz de conta que eu não sei que no dicionário de vcs educação = doutrinação marxista.

'Indiretamente é, pois foi o
crescimento e a geração de emprego
proporcionados pela política
economico '

Crescimento e empregos são criados pelo mercado.A única coisa que o governo faz é atrapalhar, sugar de quem realmente produz e levar o crédito no fim.

'acha que o mérito pela produção é
do operário que se mata de
trabalhar. '

Não só dele, mas é mais dele do que de um político popularesco já acostumado a mentir, TERGIVERSAR e a levar o crédito pelo trabalho dos outros.

ntsr disse...

E só mais uma coisa, essa besteira de 'já sei em quem vc vai votar' é outra coisa típica dos esquerdinhas.
Eles querem passar a falsa idéia de que ser a favor do livre mercado é ser contra os pobres, o que é uma coisa sem lógica e sem base nenhuma na realidade.Um pedreiro num pais com economia aberta tem uma vida de fazer inveja a um pedreiro que faz exatamente o mesmo serviço numa venezuela da vida.
O motivo dessa 'caridade' dos esquerdinhas é que mesmo sendo um sistema ineficiente é conveniente que tudo tenha que passar pelo governo pq aí o burocrato-parasita pode tirar a parte dele e fazer a festa.

kitagawa disse...

"A única coisa que o governo faz é
atrapalhar, sugar de quem realmente
produz e levar o crédito no fim."

Isso é o que eu chamaria de
fundamentalismo, de doutrinação
neo-liberal. Não sou marxista, mas
quero mais igualdade. E sou
pragmático. O mercado livre por si só não resolve o problema dos pobres
e miseráveis.
E se dependessemos do mercado para
sair da crise, estariamos ainda
estagnados e nunca atingiríamos
o menor indice da desemprego da
historia. Enquanto a iniciativa
privada pensava só pensava em fechar todas as torneiras,
dispensar trabalhadores e adiar
investimentos, o governo assumiu
pra si a responsabilidade de manter
a economia aquecida, ampliou o
crédito, os investimentos, baixou
impostos, e, não, não comprometeu
as contas como dizem por aí.
E foi unanimanente aplaudido
mundo afora.

ntsr disse...

Foi aplaudido por outros socialistas, o que não significa grandes coisas.
Sobre a crise, no mínimo curioso que uma crise onde o culpado é o mercado tenha começado justamente nos setores mais regulados e com maior interferência do governo de todos.
Tem mais sobre isso nos arquivos do blog.
Aliais, Rodrigo, falta vc comentar que os EUA continuam atolados na crise, quando todo mundo já saiu, justamente por causa do pacote de estímulo do Obama

'o mercado não resolve o problema dos pobres'
Não resolve porque igualdade é um mito.Todo mundo é diferente em tudo, pq não seria também em produtividade?

ntsr disse...

Como já disse antes, um pedreiro num país com livre mercado vive muito melhor do que um numa tralha socialista, como isso que o brasil ta virando.

Outra coisa interessante é que se um governo gigantesco fosse tão bom assim, vcs socialistas já teriam muitas opções pra onde se mudar.
Mas não, vcs só querem viver sendo parasitas de onde tem um pingo de capitalismo

Ebert disse...

Kitagawa esse último comentário foi de doer.
Na verdade a maioria dos seus comentários são bem parecidos com o dos petralhas que dizem que fizeram um monte de coisas que não fizeram.
Inclusive muito do que você escreveu eu tenho que concordar com o ntsr não tem um raciocinio muito lógico. Parece a Dilma e o Lula falando um monte de bobagens.
Se deixar o Lula vai apagar todos os personagens importantes da história assim como seus feitos e atribuí-los ao seus camaradas assim como Jorge Orwel cita no seu livro 1984. Onde os acontecimentos históricos eram apagados e reescritos de acordo com a conveniência do Partido.
Essa história de "não sou marxista" não cola muito não, afinal de contas se os próprios sindicalistas líderes do PT estão cheios da grana onde está a igualdade? Normalmente esse "marxistas" utilizam o povo tolo com uma idéia brilhante que é o socialismo que só tem um defeito, que para existir depende do ser humano e o ser humano não quer ser igual.
Você acha que a fortuna de Eike Batista por exemplo deveria ser dividida? Ou a fortuna de qualquer outro?
Isso normalmente é o que o povão pensa que vão ter um dinheiro fácil na mão.
O governo tem apenas que dar condições para que todos possam estudar e competir e cada um atingir o resultado que seu esforço e sua competência permitam e não ganhar premios sem precisar fazer nada.
Se fosse assim eu não precisaria trabalhar desde os 15 anos, estudar e me formar e depois de mais de 15 anos continuar trabalhando e estudando. Poderia ter entrado para o sindicato ou participar de movimentos socialistas para conseguir alguma coisa na vida.
Como seria essa igualdade que você prega? Tira do rico e dá para o pobre?
Ou aumenta impostos de quem rala e dá para o pobre?
Normalmente esse pensamento é de quem quer se beneficiar de alguma coisa.
Pense da seguinte maneira, você e um colega seu que seguiram caminhos diferentes na vida. Você trabalhou, estudou e esse seu amigo largou escola e sempre era demitido de empregos pois não era muito chegado ao batente. Mesmo assim vem um certo louco propondo igualdade entre vocês, então resolvem cortar seu salário pela metade e colocar ele para trabalhar com você e ficar com a outra metade, claro que a maior parte do serviço fica para você e mesmo assim ganham igual, isso seria justo?

Pedro disse...

Não acho que mereça tão pouca atenção o fato de Lula "não ter errado". Isso foi sim um acerto. Vamos dar o nosso braço a torcer, assim como fez Lula ao manter o que deu certo no governo anterior (antagônico às suas idéias, como já foi dito aqui).

Lula acertou na mosca ao colocar Meirelles no BACEN e deixá-lo trabalhar sossegado. Logo em início de governo houve grande alta da SELIC, que saiu de uns 18% a.a. chegando a 26,5%, se não me engano; com Palloci tendo que se segurar a onda, em meio à chuva de pedras que a oposição tucana (Virgílio e Jereissati, em especial).

O argumento de que o PT fazia o mesmo antes é vazio... como se um erro justificasse o outro, na briguinha ridícula entre partidos em detrimento da economia. Não só o PSDB vociferou contra os "juros altos", e a política monetária de uma forma geral, mas vociferou contra algo que ELES criaram E DEU CERTO; então ao meu ver esse período foi tão lamentável quanto o PT ter sido contra Plano Real, Metas de Inflação, Lei de Resp. Fiscal etc. O PSDB jogou pedra em sua própria criação bem-sucedida.

Voltando ao tema: outro fato muito importante é o de não termos "nos empolgado" por conta da bonança mundial. Sim, a conjuntura ajudou muito o Brasil, mas também poderíamos ter nos alavancado bastante, exatamente com base em uma conjuntura internacional pujante. Não foram tomados empréstimos, juros não foram baixados à força, entre outras medidas expansionistas que NÃO FORAM tomadas; ao meu ver, justificando o crescimento "modesto" do país frente a similares. Aproveitamos a bonança para arrumar a casa, e deu muito certo; pois noutros tempos teríamos tomado um trem para Paris, e depois da crise estaríamos com o pires na mão novamente.

Kitagawa disse...

Vamos esclarecer uma coisa: não é por apoiar o governo Lula e votar em sua candidata que faz de mim um socialista. Em termos praticos, tampouco socialista é o Lula ou mesmo a Dilma, se é que esse 8 anos de quase perfeita harmonia entre empresariado e trabalhador não provaram nada. O resto é paranóia.
Não prego a igualdade absoluta e nem uma melhor distribuição pilhando os mais ricos. Prego, em primeiro lugar igualdade de condições. Esse papo de que pobre é pobre por causa da própria imcompetencia, sinceramente... Quer dizer que se vcs tivessem nascido num lugar do interior do Piauí onde não houvesse nem escola ou mesmo numa favela da periferia de São Paulo vcs chegariam exatamente onde chegaram? Sim, o governo deve dar as condições para que qualquer um possa subir na vida (e isso o governo se mostrou muito mais comprometido que qualquer outro na história recente). Em alguns casos extremos, não adianta discutir, não dá pra subir na vida quem tem dificuldade pra comer e se vestir, e aí entra o Bolsa Família. São apenas 180 reais no máximo, não chega a um salário mínimo e não chega a comprometer o sistema capitalista. Se alguém aqui acha que isso é "boa vida" pode se desfazer de todos as suas posses até ficar miserável e requisitar o BF (caso, claro, tenha filho na escola).
Ninguém cresce por si só, é preciso que alguém invista no indivíduo, sejam seus pais ou o governo. E aqui os governos sempre preferiram investir de maneira concentrada, excluindo boa parte da população. Hoje o nordeste cresce muito mais que São Paulo. São Paulo ficou mais preguiçosa e os nordestinos mais produtivos? Não, finalmente resolveram investir no nordeste, e o nordeste responde crescendo.

Kitagawa disse...

Ah, sim, não acho que o governo deve pilhar a fortuna do Eike e sair distribuindo. Ninguém nunca nem propos isso, a não ser, talvez, um ou outro partido de extrema esquerda. Mas o EIke, deve, sim, pagar devidamente seus impostos, e numa proporção à altura de sua fortuna. O que o próprio faz com prazer (quase 700 milhoes só de imposto de renda, segundo ele). Ele paga e não ve problema que esses recursos sejam usados para investir em pessoas pobres. isso põe em risco o capitalismo? Será ele um socialista?
E naõ sejamos preconceituosos com os pobres. Dadas as condições eles subiram de vida, mais de 30 milhoes chegaram à classe média, trabalhando, suando. Já colocam seus filhos nas faculdade (ainda ruinzinhas, mas já e um avanço). Alguém aqui acha isso de alguma forma, errado? Ou o porblema é só o BF?

Ebert disse...

Não vejo aonde os pobres chegaram tanto assim na classe média, até mesmo porque estão considerando renda de R$ 2.000,00 como classe média hoje em dia.
Esse igualdade que você menciona como sendo mérito do governo só exite porque o cenário de crescimento mundial contribuiu para isso, e como o Rodrigo menciona o PT pega o trabalho do governo anterior para a imprensa diz que foi uma porcaria, mesmo tendo se beneficiado com tudo o que o governo anterior fez. E toma para ele, como se sozinho tivesse feito tudo. Daqui a pouco o Lula vai dizer que o plano Real foi criado pelo PT.
Essa falta de carater do barbudo já é motivo suficiente para para que não mereca nenhum voto. Fora os absurdos que aconteceram nesse governo. Aí depois você ouve um petista dizendo que o Maluf não presta.
O petista vota no PT pelo mesmo principio, Rouba mas Faz.
O barbudo ficou 8 anos fazendo o povo acreditar que o governo do FHC foi uma porcaria e que tudo foi feito no governo dele, e muita coisa que o governo do FHC criou o Lula copiou e tomou como feito por ele, só alterando o nome. Até programas sociais e educacionais que você cita começaram no governo FHC´.
É de se lamentar ver que as pessoas acreditam que o Barbudo fez alguma coisa, já que praticamente não criou nada. Esse seria o unico mérito dele não atrapalhar o que estava dando certo.
Só que ficou muito abaixo do que poderia.
Mas em casos como o do Celso Daniel o PT foi perfeito. Outro motivo para não votar nessa máfia.
Claro que para o partido pode tudo, você não acha Kitagawa?

André disse...

Apenas lamento, que uma pessoa com um grande grau de leitura e conhecimentos ditos "economicos", finalize um artigo dizendo, com outras palavras, que o povo brasileiro é Burro. Infelizmente, você simplesmente criticou o fato da economia ser o único "motivo", na qual as pessoas analizam para votar. Veja bem, só o fato do FHC aceitar a "cartilha do FMI" já é motivo para ser deplorável seu governo. Não perderei tempo explicando o NEO LIBERALISMO, pois creio que você o conheça e também conheça suas mazelas.
Bom no ambito social, é inegavel as melhorias que aconteceram, não sou economista, entretanto é sabido que essas bolsas que o idiota do Serra e toda a sua companhia PSDB criticam auxiliam na economia. BOm mas fica ai pra vocês pesquisarem o que siginifica IDIOTA. E tenham certeza, mais ignorante é você que simplesmente reduz questoes sociais a meros numeros estatísticos.

Clarice disse...

Cadê o gráfico que mostra o crescimento do Brasil comparado com o resto do mundo entre 1994 e 2002?
Sem ele, sua análise fica incompleta.