quinta-feira, outubro 28, 2010

Incêndio na PUC



Rodrigo Constantino

A PUC foi "incendiada" hoje, e o incendiário fui eu, modéstia à parte (até porque modéstia demais costuma ser arrogância hipócrita). Fui convidado pela turma do Juventude DEM, de última hora (mesmo!), para um debate no pilotis da PUC. O debate foi organizado pelo DCE, sobre as eleições de domingo. Para defender o voto no Serra, tinha eu e o deputado tucano Luiz Paulo. Do lado indefensável da Dilma, tinha o deputado Carlos Minc e o "intelectual" Emir Sader. Para debater com petistas não é preciso se preparar. Aceitei de pronto o convite. E foi um massacre!

Emir Sader, aquele que defende a ditadura cubana, foi de dar pena mesmo. Só não morri de pena dele porque não dá para ter pena de quem defende Fidel Castro. Mas que vergonha alheia! Apenas repetição de chavões vazios, o retrato da campanha demagógica de Dilma na TV, para enganar o povão. Mas os alunos da PUC sabem melhor! As balelas ideológicas de Emir Sader não conquistaram os estudantes da PUC, como era de se esperar. A exceção foi uma claque de petralhas, daquele tipo conhecido, que sabe apenas xingar os outros de "fascistas".

Enquanto eu respondia uma pergunta sobre Ancinav e necessidade ou não de intervenção do Estado no setor de filmes, supostamente para "proteger" filmes nacionais, esta claque se exaltou mais que o normal. Foi quando eu disse que quando o produto é bom, não é preciso a mão estatal ajudar, vide "Tropa de Elite". Os fascistas não gostaram (talvez com medo de perder as boquinhas), e me atacaram, chamando-me de... "fascista", claro! Foi quando puxei Ayn Rand da memória e respondi: "O argumento da intimidação é uma confissão de impotência intelectual". A turma foi ao delírio!

Perguntas sobre porque o PT votou contra o Plano Real ou outras coisas incômodas não foram respondidas, naturalmente. Erenice Guerra? Nem uma vez citada. Chega a ser tragicômico ver os petistas defendendo o PT apenas com base no crescimento econômico. Eles não têm nada mais a oferecer! Tive que explicar que tal crescimento não é mérito do governo Lula. Na verdade, nossa economia melhorou a despeito de Lula, não por causa dele. O PT conta com a miopia dos eleitores, mas notei, para minha felicidade, que muitos alunos da PUC não precisam de óculos novos!

Deixei claro que não tenho partido, e que sequer gosto de Serra. Mas expliquei que o país vive um momento delicado, e que o projeto lulo-petista de poder precisa ser barrado. Esta "revolução bolivariana" em curso tem que ser abortada nas urnas, antes que seja tarde. Quem diz é um dos fundadores do PT, o jurista Hélio Bicudo. Nossa democracia corre perigo de verdade!

Citei Ancinav, Confecom, PNDH-3, tentativa de expulsão do jornalista Larry Rother, simbiose com ditadores e caudilhos mundo afora, Foro de São Paulo, aparelhamento de toda a máquina estatal, mas mesmo assim o deputado Carlos Minc se disse "espantado" com meu discurso "paranóico". Para ele, o PT e Dilma são defensores ferrenhos da democracia. Como evidência, ele citou a luta contra a ditadura na década de 1960. Que bola levantada! Dilma lutava não pela democracia, mas por outra ditadura, ainda pior! Aquela existente em Cuba até hoje. Obrigado pela oportunidade de explicar isso aos alunos, Minc!

Nas minhas considerações finais, usei minha veia política (que eu nem sabia ter), e disse: "Se você gosta dos invasores criminosos do MST; se você gosta do caudilho proto-ditador Hugo Chávez; se você gosta do ditador Fidel Castro; se você gosta das máfias sindicais; se você gosta de Collor, Renan Calheiros, Jader Barbalho e Sarney; se você gosta de Dirceu; se você gosta de Ahmadinejad; se você gosta do Tiririca; então vote na Dilma. Mas se você gosta da democracia e das liberdades individuais, então é Serra!"

O incêndio se alastrou neste momento. A PUC "serrou". Se depender daqueles alunos, Dilma não ganha nem para síndica. Infelizmente, sabemos que o Brasil não é formado por gente assim. O PT conta com isso. O PT conta com a ignorância. Quem pensa, vota Serra!

PS: Assim que eu conseguir o vídeo do evento (Pedro, isso é contigo!!!), coloco no meu canal do YouTube. Aí cada um poderá julgar por conta própria se foi ou não um massacre. Pela reação do público, acho que pedaços do Emir Sader estão sendo recolhidos até agora naquele pilotis...

Reportagem da VEJA sobre o evento.

Reportagem da Folha sobre o evento.

Reportagem de O Globo sobre o evento.

69 comentários:

Anônimo disse...

"A puc" não existe, existe uma parcela mínima de estudantes que se interessa por política, e uma parcela menor ainda que se interessa em assistir debates deste tipo.

Extrapolar que "A puc" se incendiou é vaidade ou igenuidade demais.

Mas parabéns, verdades devem ser ditas, e apesar de eu detestar os tucanos tanto quanto os petistas, não há outra escolha que não Serra.

Luiza Licory disse...

Rodrigo, sem palavras. A onda azul virou tsunami! Muito obrigada por ter vindo, você fez a diferença.

Anônimo disse...

Aguardo ansiosamente o video!

Anônimo disse...

Rodrigo, qual o teu canal no youtube?

Anônimo disse...

quero muito esse vídeo!

Rodrigo Constantino disse...

Meu canal do YouTube está logo aqui ao lado, primeiro link dos links.

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

JUROS E ARRECADAÇÃO SOBEM, MAS GERAÇÃO DE EMPREGOS NÃO DECOLA ENQUANTO DÍVIDA CRESCE 1 BILHÃO POR DIA.
´i`

Mesmo com a alta taxa de juros e carga fiscal, a geração de empregos não consegue decolar e o aumento descontrolado da dívida pública, à razão de 1 bilhão de reais por dia, forma um panorama sombrio.


Juros, o paraiso da agiotagem internacional

Em junho, a taxa média de juros cobrada nos financiamentos à pessoa física subiu pela terceira vez consecutiva. No sexto mês do ano, os juros médios ficaram em 6,9% ao mês, registrando a maior taxa desde fevereiro de 2010 (6,92%). Em maio, a taxa era de 6,86% -uma diferença de 0,04 ponto percentual. O números reforçam o Brasil como o paraíso da agiotagem internacional.


Impostos: Mesmo esbulhando o povo, o total arrecadado já não paga nem 1/3 da dívida pública

Por outro lado, a arrecadação federal de tributos somou R$ 382,9 bilhões no primeiro semestre de 2010, montante 12,48% superior ao verificado no mesmo período do ano passado, de R$ 340,4 bilhões. Pelas projeções, o total que será arrecadado pelo governo em 2010, não chegará a 35% do total da dívida pública, o que mostra claramente que o Brasil está falido.

Desemprego fechará o ano em quase 8%

A economia do país teve uma geração histórica de empregos formais no semestre, com 1,473 milhão de vagas criadas neste período, batendo o desempenho registrado em 2008, quando foram criados 1,361 milhão de postos de trabalho. O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, prevê que em todo o ano de 2010 sejam gerados 2,5 milhões de empregos formais. O Brasil devará fechar o ano com uma taxa de desemprego em torno de 8%, como já era previsto, ou talvez um pouco abaixo.

Irresponsabilidade: A explosão descontrolada da dívida pública

A dívida pública brasileira está crescendo sem controle à razão de 1 bilhão de reais por dia. Ela era de 1,58 trilhão de reais no final de abril e subiu 30 bilhões de reais em 30 dias, chegando a inimagináveis 1,61 trilhão de reais no final de maio. No fim de 2009, a dívida pública somava R$ 1,49 trilhão. Para 2010, a expectativa do Tesouro Nacional é de que a dívida pública suba entre R$ 103 bilhões e R$ 233 bilhões, podendo atingir até R$ 1,73 trilhão.


`i´

Lucas Mendes disse...

Parabéns, Rodrigo! Queria estar aí. Se tiver o vídeo, não corta os pronunciamentos do Emir dos Crentes. Tem que deixar ele exposto ao ridículo na íntegra.

abraço
Lucas

Maristela Simonin disse...

Parabéns, Rodrigo! Vale a pena ouvir você.
Abraço,
Maristela

Anônimo disse...

Como eu gostaria de ter acompanhado esse encontro! Li o texto, e fiquei imaginando a cena.

Parabéns, muito bom, tenho certeza que os filhos da puc agradecem!


Abrç.
André N.

Robson disse...

Isso, coloca o vídeo.

Mas não corta os oponentes, porque fica sem credibilidade e muito enviesado pro seu lado.

Anônimo disse...

Rodrigo,

Gostaria de ver a cara do Minc, caso fosse (não sei se foi) perguntado a ele sobre o que ele acha da atual política Externa do Brasil apoiando o Irã e indo contra Israel. o porque dessa colocação não preciso nem comentar né .... rsrsrs

carlos disse...

Mas não corta os oponentes, porque fica sem credibilidade e muito enviesado pro seu lado.[2]

e po... foi na puc rio ne???? se soubesse teria ido...

Paulo disse...

Grande Constantino, parabéns! Forte abraço do seu admirador, Uebel.

kitagawa disse...

Eu também acho paranóia essa coisa de "revolução bolivariana" via aparelhamento. Isso não passa de uma tese claramente exagerada e alarmista da enviesada Veja, e mais ninguém. E pode-se dizer que o MINC tem mais conhecimento de causa sobre o que se passa na máquina pública, afinal, ele é ministro. E até onde eu sei, o funcionamento das instituições não está comprometido, mesmo que, claro, acha falhas, nada é perfeito. Agora, é claro que o Estado cresceu, mas isso faz parte da política de um governo eleito democraticamente. Só com a quantidade de universidades criadas dá pra imaginar no batalhão de gente que tem que ser contratada.

Então, vamos deixar claro, o cerne no fundo é este: o tamanho do Estado. Eu pessoalmente acho loucura pregar um regime de Estado mínimo num país pobre e mal distribudo como o Brasil. O mercado livre gera riquezas, mas não resolve problemas estruturais como a má distribuição de renda e demais desequilíbrios. Vcs receitariam essa receita pra salvar o Haiti? Pois então, nó ainda somos meio Haiti. E convenhamos, a má distribuição é um problema em si, em qualquer lugar, época ou regime. Tanto FHC quanto Lula são e foram cobrados duramente pela imprensa internacional, sejam midias de direita ou esquerda: "Por que vc ainda não resolveu o problema dos dois Brasis?"; "Por que ainda há tanta pobreza?". Mas, aqui, quando se toca no assunto, já acham que voce quer instituir o socialismo. Come on!

Rodrigo Constantino disse...

Distribuir renda pelo governo???

Tá maluco?

Brasília é a maior renda per capita do país, de longe!!!

VIRIATO disse...

Não conheço uma única pessoa laboral, trabalhadora mesmo, que seja petista.

Perseguidor da Ética disse...

Erenice é laranja de Dilma, que é laranja do Ze Dirceu que é laranja do molusco.Chega de achaques, chega de extorsão.O PT banalizou a corrução.A Dilma nem mulher é, até no sexo ela mente.Tem que assumir as posições, não ficar mentindo para a população.Sai do armário Dilma.

011.06.119341-9 disse...

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMARCA DE SÃO PAULO
FORO REGIONAL XI - PINHEIROS
2ª VARA CÍVEL
RUA JERICÓ S/N, São Paulo - SP - CEP 05435-040

Ademais, o autor, sendo filho do Presidente da República, tornou se uma pessoa pública notadamente, mais uma vez deve ser dito, após a comparação, feita por seu pai, com o “Fenômeno”. Como pessoa pública, deve estar consciente de que sua imagem será exposta. E, se tal exposição está ligada a assunto de interesse público e, aqui, está -, jamais a imprensa terá que lhe pedir licença para fazer uso de sua imagem.

O autor precisa compreender que é de interesse de toda a população brasileira saber como o filho do Presidente da República obteve tamanha ascensão coincidente ao mandato de seu pai. E há de concordar que uma imprensa livre para investigar tais fatos é fator essencial para que vivamos num Estado Democrático de Direito, ideal outrora defendido por tantos que, agora, ao que se vê, parecem se incomodar com ele.

Processo Nº 011.06.119341-9

Burocratoparasita da União disse...

O CONTO DO PAGAMENTO DA DÍVIDA EXTERNA

A dívida externa do país, continua lá. Intacta. Quase 300 bilhões. O PT quitou apenas US$ 5 bilhões devidos ao FMI. Mas antecipou uma parcela desse pagamento (e não precisava fazê-lo) quando o câmbio estava em depreciação. Tivesse pagado sua dívida no prazo certo, teria desembolsado bem menos reais em razão da queda do dólar. Quem foi o “neoliberal” que obrigou o Brasil a fazer essa besteira?

...........................


BRASIL DESABA PELA FALTA DE INVESTIMENTOS

O aumento vertiginoso da corrupção, o pavoroso assalto aos cofres do Tesouro, neste atual governo, causaram uma diminuição dos investimentos. Com menos investimentos, a manufatura e a tecnologia nacional perdeu competitividade. Como consequência, cairam as exportações de bens com maior valor agregado e o país voltou a ser predominantemente exportador de mercadorias primárias a granel - soja, ferro, açúcar. Os compradores deste granel pagam suas compras com bugigangas eletroeletrônicas, lixo cultural e capital financeiro para o brasileiro se distrair no consumo interno.

Além de ter redirecionado o Brasil para a extração, com aumento da degradação ambiental e o avanço sobre o que resta de áreas nativas, este governo inunda o país com o lixo que os compradores externos mandam para cá. Voltamos ao ciclo do pau-Brasil, da cana-de-açúcar, trocada por espelhos e bugigangas. Incrível.

O retrocesso é evidente. Este governo é um desastre.

João disse...

Só uma coisa, Rodrigo: eles não chamam os adversários de "fascistas", mas de "facistas", sem o primeiro S, pois não sabem escrever.

Xupacabr@ disse...

Rodrigo, fique com toda a minha inveja... adoraria ter uma oportunidade dessa e claro, ser um pouco menos cuidadoso com a fala...

Gustavo disse...

kitagawa said...
"Vcs receitariam essa receita pra salvar o Haiti?"

Com certeza, seria a unica receita possivel para salvar o Haiti! Eh a unica receita para salvar qualquer pais.

Anônimo disse...

pra se orgulhar da puc-rio!!!

http://www.facebook.com/#!/event.php?eid=162713587086164

João disse...

Sader, aliás, não só defende a ditadura cubana como foi o enviado do PT ao aniversário de 80 anos do ditador fidel castro. Ele também pode vir a se tornar senador nos próximos anos, pois é o segundo suplente de lindberg farias.

Anônimo disse...

Parabéns!!
Gostaria de estar por lá para assistir. Pena que não passa no horário nobre da Globo.

Anônimo disse...

COMPRA DE VOTO A PRESTAÇÃO

Pesquisa prova que beneficiários não utilizam Bolsa Família para comprar alimentos, mas sim, eletrodomésticos. O Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas - IBASE publicou recentemente um relatório que mostra a face real dos atuais programas assistenciais.

A pesquisa foi encomendada pelo governo e utilizou uma amostra de 5.000 beneficiários do programa Bolsa família em 229 municípios, entre setembro e outubro.

aliancaliberal disse...

A esquerda so esta onipresente por omisão da direita dos liberais.
....
Eles não veem contraditorio nunca começam a aceditar nas proprias mentiras.
....
Eu sempre dou o contra ponto nos site esquerdistas não podemos deixa-los sozinhos

tem um dicionario de termos esquerdistas tradutor
quando diz :
“FASCISTA” = Qualquer pessoa inteligente que vence um esquerdista em um debate.
“DESVIO ÉTICO” = É quando um político PETISTA ou de esquerda rouba.
ECOLOGIA” = Conceito que presume a lógica de que a humanidade destrói a natureza. Logo, defende a destruição da humanidade para que se poupe a natureza.
...
muito bom pra provocar Petistas.
.....
http://reporterdecristo.com/dicionario-do-petista-comunista-esquerdista-ou-coisa-ruim-que-o-valha/
....
Aguardo ancioso o video pra eu enviar na cara de uns que não sabem ler +de 3 linhas de argumento não leem.
...
Ideias são mais poderosas que exercitos.

Anônimo disse...

BOAAAAAAAAAAAAAA, Rodrigo!

Paulo R. de Almeida disse...

Fiz comentários extensos sobre o que disse aqui um dos comentaristas, Kitagawa, neste post do meu blog:

http://diplomatizzando.blogspot.com/2010/10/debate-eleitoral-na-puc-rio-e-o-meu.html
Paulo Roberto de Almeida

Leonardo Barcelos disse...

Parabéns Rodrigo,

Estou muito feliz por ter colocado a canalha em seu devido lugar.Rs!!!

Abçs!!!

Anônimo disse...

RC, deu no bol também!
Um abraço, Etel

eric.estevao disse...

Fiquei impressionado com o seu texto, Rodrigo. Acho que nunca vi tamanho onanismo em uma única lauda. Realmente, você passou longe da arrogância hipócrita e escancarou uma arrogância explícita como eu nunca havia observado.

Certamente o senhor não está envolvido diretamente no meio audiovisual e se sente no direito de arrotar qualquer asneira sobre assuntos que desconhece. Saiba o senhor que Tropa de Elite foi sim beneficiado pela Lei do Audiovisual. O mesmo não aconteceu com a continuação porque o sucesso estva óbvio para os patrocinadores, caso extremamente raro no Brasil, em especial para produtores iniciantes. Mesmo assim isso só foi possível depois do resultado do primeiro filme, do contrário, a Zazen nunca teria conseguido captar os 16 milhões necessários para esta produção.

É bom que fique claro também que os únicos países que não se valem de leis de incentivo ao cinema são os Estados Unidos, Índia e Nigéria e mesmo assim, nos EUA isso só acontece por lobby das grandes distribuidoras. TODOS os demais países do mundo (França, Argentina, Inglaterra, Alemanha e Itália inclusive) fazem uso deste recurso.

Menos, Rodrigo.

ntsr disse...

Minc é um judeu e defende um governo que apóia um cara que nega o holocausto.Até onde vai a falta de vergonha na cara desse povo é impressionante

Rodrigo Constantino disse...

Eric, talvez por isso ninguém queira ver os filmes franceses...

O que muitos querem são COTAS para filmes nacionais! Querem dar um jeito de OBRIGAR "nos otros" a ver os filmes sobre Olga e Che, aqueles LIXOS ideológicos feitos para agradar produtores, e não consumidores.

Quando o produto é BOM, não é preciso usar a força do governo.

cleber disse...

Parabéns, Rodrigo! Isso mais uma vez demonstra que bons argumentos podem convencer a classe média e desmascarar as mentiras do PT.

Anônimo disse...

Rodrigo
Vale a pena ver de novo

http://www.youtube.com/watch?v=2b0C527ShOo


Publicado por Reinaldo Azevedo.

Anônimo disse...

rodrigo.....massacrar petista é sempre um esporte a ser praticado....é extremamente prazeiroso......SERRA NELES !

ntsr disse...

'É bom que fique claro também que os únicos países que não se valem de leis de incentivo ao cinema são os Estados Unidos, Índia e Nigéria e mesmo assim...'

E isso era pra ser um argumento contra? Por causa disso a Ìndia tem a boliwood, que é quase tão forte quanto a indústria de cinema americana

Bruno Leão disse...

Parabéns Rodrigo! É isso aí. Lenha nelas!

André disse...

Constantino, acompanho seu Blog desde o início. Li seu primeiro texto aqui.

Fico feliz em ver que você vem conquistando cada vez mais espaço na imprensa e no debate.

Continua na peleja!
Sucesso
Abraço

Ivan disse...

Parabéns Rodrigo, muito bom! Mas temos que admitir que você escolheu o caminho mais fácil. Falar mal da Dilma, do Lula do PT, do socialismo, da social democracia, é fácil. Defender a liberdade de expressão e todas as liberdades individuais, defender o estado mínimo, defender as privatizações isso é moleza.
O duro é defender o Serra, o candidato que vai reestatizar (sic) o Brasil, o candidato do estado "musculoso".
Temos que admitir que a única qualidade do Serra é ser oposição ao PT.

eric.estevao disse...

Não, Rodrigo, fale por você. Os franceses são craques do cinema e, inclusive, donos do mais respeitado prêmio do setor.

Você pode levar o assunto para o lado político e insistir na mesma tecla até o fim, ou pode continuar se vangloriando para os seus que "esculachou" esse ridículos "intelectuais" petistas com suas frases de efeito, arrebanhando um bando de seguidores que não fazem idéia que você não sabe nada do que estava falando. Deve ser uma galera "intelectual" que acha que cinema é Harry Potter.

O fato é que se existe o termo "retomada" do cinema nacional, isto se deve ao fato da existência da Lei.

Ainda sobre o seu exemplo, foram necessários Garapa, Estamira, Ônibus 174 e alguns outros filmes sem a mesma relevância comercial e até mesmo o Tropa 1 - todos filmes incentivados - para que a Zazen pudesse se dar ao luxo de produzir o Tropa 2 sem o incentivo.

Se você gosta de se sentir inteligente, não fica repetinda essas besteiras por aí não, que é feio...

Rodrigo Constantino disse...

"Os franceses são craques do cinema e, inclusive, donos do mais respeitado prêmio do setor."

Como eu disse, foco no PRODUTOR, não no consumidor. Os "intelectuais" adoram. Já o PÚBLICO...

Luisa disse...

Seu blog é muito bom e também adorei o seu canal no youtube !!!Adorei saber que a maioria dos estudantes da PUC RJ estão se posicionando a favor do Serra e contra essa república sindicalista mentirosa e corrupta.

eric.estevao disse...

Céus... a que público você se refere? Ao que busca o entretenimento ou ao que busca a reflexão? A sua idéia é ignorar a arte e o cinema autoral e só produzir blockbuster? Ainda que fosse esse o melhor caminho, ou o único, você acredita que seria possível formar profissionais capacitados a produzir filmes de qualidade com condição de competir com a enxurrada norte-americana sem qualquer incentivo econômico?
Tropa de Elite 1 foi um fenômeno de bilheteria e se pagou apenas, não trouxe qualquer lucro pros produtores. O 2 vai ter mais que o dobre de bilheteria e talvez eles riam um pouco mais, mas está longe de ter feito qualquer um rico.

O incentivo não é uma obrigação, mas abre oportunidades para a formação de uma geração de novos nomes. Até podermos chamar isso de indústria vai um tempo e ainda vai depender do combate à pirataria.

Seja como for não tem qualquer cabimento questionar os benefícios da Lei do Audivisual, como também não existe chance de questionar os programas de subvenção econômica às micro-empresas criados pelo Min. das Ciências e Tenologias, Finep e Faperj. Programas como o Prime, o Subvenção Econômica e tantos outros estão iniciando uma revolução econômica, abrindo o mercado da inovação tecnológica, multiplicando as oportunidades para formação de grandes empreendimentos e geração de empregos formais.

Fico impressionado como tem gente aparentemente inteligente que faz pose de conteúdo e deixa a vaidade ou a estética falar mais alto do que a razão. Gente que embarca em avacalhações sobre a forma como o presidente fala, o dedo que lhe falta, os erros de português e sequer presta atenção na quantidade de coisas que esse cara "ridículo" promoveu no país. E em seguida começam a repetir com um português muito alinhado um monte de besteiras pra justificar a sua posição reacionária. Ideologias que nada mais são do que egolatrias, devaneios estéticos de gente que nunca sequer pisou numa favela e está pouco se lixando para a distribuição de oportunidades, esse conceito arcaico criado por aquele barbudo fora de moda.

Leonardo Faccioni disse...

Oportunidade de ouro para descobrirmos o que passou pela cabeça de Minc, sentado ao lado de Dilma Rousseff quando esta disparou sua famosa máxima: "O meio ambiente é uma ameaça ao desenvolvimento sustentável".

Rodrigo Constantino disse...

"Céus... a que público você se refere? Ao que busca o entretenimento ou ao que busca a reflexão?"

Justo o que eu esperava! Apenas mais um autoritário que acha que deve ter o direito de IMPOR suas preferências aos demais.

Eric, Dostoievski, Kafka, Camus e Huxley são para poucos. Paulo Coelho, para muitos!

Cinema é diversão para a grande maioria sim, e cabe aos estúdios atendê-la. Mas vai haver espaço para nichos, para filmes "cult", mais "cabeça". Só que estes jamais serão mega-produções, pois não têm público para isso. E tampouco devem contar com dinheiro estatal para serem viabilizados. Que se sustentem por conta própria!

O que vc quer, de forma bem clara e direta, é o seguinte: o governo deve METER a mão na marra no bolso das pessoas e escolher quais filmes "cabeça" para "reflexão" (qual?) serão feitos. Piada! Isso é autoritarismo puro! Em Cuba é assim. Vc deve adorar as "reflexões" lá...

Acorda!

Iva disse...

Gostaria muito de ver esse vídeo, quero distribuí-lo na net, o ideal que fosse antes do dia 31.
Obrigada

Anônimo disse...

No aguardo do vídeo, é sempre muito satisfatório assistir à implosão de uma torre de petralhas mentirosos em praça pública.

eric.estevao disse...

Autoritarismo? Pensei que isso fosse chavão publicitário anti-petista, mas vejo que virou moda até entre pessoas esclarecidas. Quando a pessoa não quer entender um argumento contrário é difícil, mas eu continuo tentando... só porque acho que todos (inclusive eu e talvez você, ou algum amigo seu...) devem ser enquadrado no seu abrangente-restrito conceito de "público" eu sou autoritário? O que estou dizendo é que, sim, há espaço para todos e que devem ser criadas oportunidades para novos entrantes, para projetos experimentais e não apenas para os caciques consagrados.

Há espaço para quem queira seguir fórmulas consagradas de mercado e ganhar muito dinheiro e sim para aqueles que querm usar o cinema como algo a mais do que entretenimento, tem gente que faz cinema para promover IDÉIAS. Você gosta de idéias, não gosta?

O Governo não DÁ dinheiro para as produtoras através da Lei de Incentivo. Ele autoriza as produtoras a captarem recursos entre empresas patrocinadores em troca de desconto de imposto e publicidade da marca. Quem viabiliza a produção com recursos são os patrocinadores. É de interesse do patrocinador que o filme tenha sucesso para ganhar mais visibilidade. Por isso, mesmo com a Lei, os maiores sucessos continuam tendo muita vantagem. A Lei é só um facilitador para que projetos com idéias possam romper as barreiras IMPOSTAS pelo mercado.

Acontece que as empresas tradicionalmente nunca destinariam qualquer parte do seu orçamento publicitário para investimento em cinema, mesmo os com grande potenciais de público. Isso só aconteceria para casos como o Tropa de Elite 2 e olhe lá. Só que infelizmente, o Tropa de Elite 2 nunca teria existido, já que, como eu disse, ele é fruto de anos de aperfeiçoamento subvencionado.

É matemático, para obter um filme com mais de 3 milhões de espectadores qualquer patrocinador master precisaria investir pelo menos 3 milhões de reais a fim de aparecer com a marquinha dele na abertura do filme, no cartaz, ou eventualmente mostrar o produto dele na tela em um momento de forte emoção. Ora, com este mesmo recurso ele faz uma super campanha na Globo com um filme de 15 segundos por um mês e aparece muito mais para mais de 50 milhões de espectadores. Você ainda acha que qualquer produtor teria alguma chance sem incentivo? Ou você acha que só a venda de ingressos banca um filme? Não se esqueça da máfia das grandes distribuidoras, que ficam com mais de 50% do retorno. O produtor só leva o que sobrar depois de pagos todos os custos e impostos. Se sobrar alguma coisa! Não se esqueça, o orçamento pra se fazer um filme, não é o mesmo de um livro, mesmo que só contasse com um ator recitando um texto num quarto branco.

Sem a Lei não teríamos hoje a retomada, nem teríamos qualquer perspectiva de crescimento do setor e nem tampouco teríamos essa discussão. Não teríamos Padilhas, Walters, Meirelles, Barretos ou Daniéis (não com a expressão que têm hoje), nem teríamos palmas ou ursos. Enfim, estaríamos na mesma porcaria.

Algum dia pode ser que este setor possa prescindir da Lei, mas se isso acontecer daqui a alguns anos, lembre-se que foi a Lei que abriu essa possibilidade.

Não me venha com esse papo de autoritarismo. Minha indignação é com a irresponsabilidade dos que tentam destruir, com base em teorias generalistas de livre concorrência, ou sei lá, vaidade, o bom trabalho realizado por gente que entende.

fejuncor disse...

GOLEIRO BRUNO POR FAVOR, engravida a Dilma e depois avisa para o macarrão!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

voce perde credibilidade de argumentos pela prepotência, arrogância e radicalismo do seu discurso. quem tem razão não precisa desqualificar o adversário. sua atitude 'não-hipócrita de arrogância' prova os discursos radicais contra Serra.

ntsr disse...

'O que estou dizendo é que, sim, há espaço para todos e que devem ser criadas oportunidades para novos entrantes, para projetos experimentais e não apenas para os caciques consagrados.
'

Seja honesto e fale a conversa inteira, vc quer que o espaço seja criado FORÇANDO os pagadores de impostos a sustentar isso, direta ou indiretamente.

ntsr disse...

Discordo do Anonymous, não tem nada de prepotência ou arrogância falar que é autoritarismo quando o governo mete a mão no meu bolso pra escolher quais filmes 'cabeça' serão feitos.

ntsr disse...

Se for pra depender de governo, quem vai representar o brasil no oscar? 'LULA O FILHO DO BRASIL'.
É isso que o povo 'cult' acha bonito, contanto que a conta fique pros otários pagadores de impostos.

eric.estevao disse...

"Seja honesto e fale a conversa inteira, vc quer que o espaço seja criado FORÇANDO os pagadores de impostos a sustentar isso, direta ou indiretamente."

Eu defendo a posição do governo de estimular o crescimento de uma base sólida em diversos segmentos, como na cultura, na indústria, na inovação de modo geral. É isto que vai alavancar o país.

Diga-se de passagem, é uma das táticas principais adotada por diversos países europeus para sair da crise atual.

Muito mais inteligente do que aplicar dinheiro público pra cobrir desventuras de banqueiros ou continuar com polítics de apoiar exclusivo às grandes empresas estabelecidas.

Anônimo disse...

Pelo que vejo aqui o DEM podia mudar o nome de novo e se chamar tea party brazil. A paranoia, o ódio por quem pensa diferente e falsos argumentos simplistas que nao levam em conta o resto do país condiz perfeitamente com o movimento de Sarah Palin e Glenn Beck.

Uma mudanca de nomes ate faria bem pra revigorar a marca ja tao desgastada!

Rodrigo Constantino disse...

O anônimo acima acha que está xingando os liberais, mas é um orgulho ser o Tea Party Brasil, uma vez que o Tea Party é um movimento que defende o resgate dos valores dos founding fathers americanos, valores estes que permitiram o progresso e a liberdade na nação mais rica do mundo.

Tea Party Brasil! Infelizmente, não temos muito o que resgatar por aqui, pois começamos errados, com Coroa e séquito de burocratas e apaniguados controlando tudo...

Anônimo disse...

Rodrigo Constantino , do alto da sua sabedoria gostaria que você me respondesse se há alguma possibilidade de uma travesti conseguir um emprego de alto nível na iniciativa privada ?

Morena Flor disse...

"Foi quando eu disse que quando o produto é bom, não é preciso a mão estatal ajudar, vide "Tropa de Elite"".

Em termos, Rodrigo. Em termos. Tem muita coisa q é boa, mas q, mesmo assim, não tem a mesma visibilidade, muito menos rentabilidade - enquanto produtos culturais de caráter questionável rendem muito mais. Sim, este é o mundo real. Vc diria q algo q é bom não precisa de propaganda? Pois é. Pois existem produtos bons que uma ajudinha básica do estado - mais alguns patrocínios - seria sim bem vinda(desde q os recursos sejam bem utilizados), assim como de uma boa divulgação(propaganda) - q, aliás, faz parte dos custos de uma produção de qualidade de um produto/bem cultural.

João Arthur Soares disse...

E com todo o discurso de ser contra o autoritarismo, fascismo e ditadura, você, no próprio blog, ESCOLHE quais os comentários que vão aparecer como públicos.

HAHAHA.
Que piada você é.
Símbolo da pessoa vaidosa que precisa de ignorantes que o idolatrem para se sentir inteligente e bem com as coisas que fala.

Rodrigo Constantino disse...

João, publiquei seu comentário idiota por dois motivos:

1- Expor sua contradição ao publicar seu ataque bobo;

2- Lembrar sempre que idiotas autoritários como vc confundem público e privado. Um blog é PROPRIEDADE PRIVADA. Na sua casa, eu creio, as pessoas não podem entrar e falar o que quiser. Ou posso? Portanto, é claro que eu filtro os comentários. Publico muitas críticas (como a sua idiota, agora), mas filtro, pois idiotice demais polui o blog. Como eu já disse e repito, comentários críticos COM FOCO NOS ARGUMENTOS serão sempre publicados. Ataques pessoais de idiotas, não. Entendeu? Se vc quiser, eu explico novamente... entendo como as obviedades nem sempre são compreendidas por certas pessoas.

Proponho. disse...

Mandatos executivos de quatro anos sem reeleição.

Anônimo disse...

Não podemos aceitar o terrorismo. Não podemos contemplar o terrorismo.

Roberto Rachewsky disse...

A qual povo sem-vergonha o "ntsr" se refere? Seja claro para não parecer preconceituoso. Se o Minc é judeu, é problema dele. Se o governo brasileiro apóia um ditador finaciador de terroristas, é problema da humanidade. Rodrigo, tenho certeza que mereces crédito e elogios pela luta incessante em prol da liberdade. Agora, bem que tu podia dividir um pouquinho os louros comigo pelo post que deixei no teu FB há dias atrás:
"Chico Buarque tá com Dilma...pfff..O Sarney também!
Fernando Morais tá com Dilma...óóó...O Hugo Chavez também!
O Osmar Prado tá com Dilma...nãoo...O Jader Barbalho também! A Dona Canô (??) tá com Dilma...quem?...O COLLOR também!
Alceu Valença tá com Dilma...ah éé???...O Ciro Gomes também!
...O Lula tá com Dilma...hmm...a Erenice e o Zé Dirceu, também! Diga-me com quem andas ou diga me em quem votas que te direi quem és".

Um grande abraço.

Sérgio disse...

Caro, desculpe, mas não se observou superioridade do seu "brilhante"discurso diante de Carlos Minc. O que você viu não é a PUC. Somos muito mais os que estudam naquela instituição.

Alguns simplesmente ignoram tentativas desastradas para aparecer.

Sim, observou-se chavões como "onda azul", "onda verde", "onda vermelha". Tudo fruto do show publicitário através de redes sociais que alguns buscam fomentar.

E NÃO, não há como negar que José Serra tenha fracassado na sua administração em São Paulo. Ele errou em tudo, menos no reforço ao caixa do PSDB. Foi o único governador da história da paulicéia que promoveu um histórico embate entre policiais militares e civis na porta do Palácio Bandeirantes.

Se você acha que Ancinav é uma tentativa de censura, saibam que muitos outros acham que não. O que NÃO É SAUDÁVEL para a sociedade brasileira é ter revistas, jornais que substituam a figura dos partidos políticos de oposição. Imprensa imparcial é um sonho, mas mecanismos para punir exageros é defendido em diversos país do mundo, inclusive na Europa, onde o INTERESSE PÚBLICO NÃO PODE SER FERIDO POR INTERESSES DE UM PEQUENO GRUPO DE EMPRESÁRIOS.

E não, na Europa isso NÃO é chamado de censura. Porque isso é gerenciado PELA PRÓPRIA SOCIEDADE.

Para a sua informação, dentro da própria PUC, quase 5000 alunos estão ali por causa de um programa criado pelo governo LULA chamado PROUNI. Pode ser insuportável para alguns ver alunos da classe C, D e E disputando em condições de igualdade com quem sempre teve tudo. Eu não vi os senhores debatedores (Luiz Paulo, Min, Sader e VOCÊ) dando voz a estes bolsistas. Talvez eles tenham uma realidade um pouco diferente das que foram ditas de forma tão poética aos microfones.

Em relação ao DCE da PUC-Rio: trata-se de um grupo de estudantes profissionais, farristas e oportunistas. Claro, HÁ RARAS EXCEÇÕES. O DCE não é uma entidade representativa. A maior parte dos alunos sequer sabem das ações do DCE. Muito menos foram a qualquer reunião marcada por eles. Sua utilidade era a de fazer chopadas e eventos no passado. Hoje em dia a coisa mudou de figura e a importância do DCE se apequenou, obrigando aos que querem disputar eleições para a entidade a recorrer aos amiguinhos de curso e aos recursos arrecadados em festinhas e nos gabinetes de deputados e vereadores canastrões que buscam apoio no futuro, que sonham se infiltrar na PUC-Rio na época de eleições.

Aconselho mais humildade a você, ex-aluno da PUC-Rio. Não se constrói consenso com palavras arrogantes que generalizam.

Respeito seus pontos de vista. Mas essa superioridade não existiu.

Um grande abraço. Qualquer coisa, mande e-mail: sergiotoller@yahoo.com.br

prissy disse...

Seu texto ajudou a preencher um importante vácuo na esfera blogueira militante.
Me senti realizada ao terminar a leitura.

ntsr disse...

'A qual povo sem-vergonha o "ntsr" se refere? Seja claro para não parecer preconceituoso.'

Me refiro à quadrilha dos petralhas.Feita de indivíduos como o Minc tão sem vergonha que A DESPEITO de ser judeu apóia um cara que nega o holocausto.
Não sei se fui claro, pra mim é como alguém que vende um membro da família, poucas coisas são tão baixas.