quinta-feira, setembro 16, 2010

Demissão é "confissão de culpa"



Andrea Jubé Vianna, da Agência Estado
BRASÍLIA - O líder em exercício do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR), afirmou à Agência Estado que a demissão da chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, deve ser interpretada como uma "confissão". Para ele, trata-se de uma "consequência natural dos fatos" que, segundo Dias, são "tão graves que tornaram insuportável" a permanência dela no governo. O senador acrescentou que Erenice não pode despontar isoladamente no epicentro do escândalo, porque há uma parceria dela com Dilma Rousseff a ser lembrada.

"Ela quer ser mãe do PAC, mãe dos brasileiros. Mas quando o filho é feio ela despreza, não quer ser nem madrasta?", provocou o tucano, em alusão à parceria entre Erenice e a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff. A parceria de trabalho se iniciou ainda quando Dilma era ministra de Minas e Energia e consolidou-se na Casa Civil, a ponto de Erenice ser indicada para suceder a presidenciável no posto.

No entanto, desde quando as denúncias de que o filho de Erenice, Israel Guerra, promovia tráfico de influência no governo vieram à tona, Dilma segue empenhada em se desvencilhar do escândalo. Ela chamou as denúncias de "factoides" e de mais uma tentativa do PSDB de ganhar a eleição "no tapetão".

Mas segundo Álvaro Dias, Dilma não tem como se dissociar do escândalo envolvendo Erenice, porque segundo as denúncias, os fatos começaram quando ela ainda chefiava a Casa Civil. "Erenice só foi valorizada no governo depois do episódio do dossiê dos cartões corporativos", acusa o tucano.

Em 2007, Erenice foi acusada de confeccionar um dossiê sobre os gastos com cartão corporativo da ex-primeira-dama Ruth Cardoso. Depois foi cogitada para uma vaga de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) e acabou chefiando a Casa Civil. "Dilma é responsável pela indicação da Erenice, tem de dar explicações sobre o comportamento dela", cobrou.

[...]

Comento: Dilma pode tentar o quanto quiser manter distância de Erenice, mas só mesmo alguém muito alienado para pensar que ela não tinha total conhecimento de causa. Erenice É Dilma! Qualquer um sabe do relacionamento estreito entre ambas. O PT abusa da estupidez do povo. O pior é que consegue bons resultados! Lembram que Lula chegou a se dizer traído na época do escândalo do "mensalão"? Pois é; traído por quem? Por José Dirceu, que assumiu a responsabilidade do crime? Só pode. Mas tem um detalhe: Dirceu ainda está mandando e desmandando dentro do PT. Dilma vai repetir a aula do mestre: "eu não sabia de nada". E tem otário que ainda acredita nisso?

8 comentários:

ITAGUAÇÚ disse...

O LULA 'EXTIRPOU' A 'CUMPANHEIRA' DA DILMA. QUANDO O POVO VAI EXTIRPAR ESTE ENGANADOR ALCOOLATRA E A CANDIDATA LADRA ?

Anônimo disse...

Erenice e filha da candango q ajudou a construir Brasiília.

Se formou em Direito e logo tratou de se infiltrar nos poderes da cidade dos ladrões do colarinho branco.

O problema é a parentada (irmãos e filhos) q junto com ela tentaram lavar a égua o mais q puderam.

Erenice , assim como a burguesa Dilma, é 'conselheira' de outra empresa: o BNDES (algo como 100 mil merrecas/mês), q virou um aparato petista q distribui dinheiro p meia dúzia de gatos pingados q depois reembolsam polpudas e generosas contribuições p campanha da broaca comuna. Além disso, saqueiam o nosso BNDES para financiar metrôs na Venezuela (claro, eles lá precisam mais do que nós, certo?, aqui estamos ricos e bem de vida), estrada na Bolívia p escoar a pasta de coca que fabrica o crack, inferno q está varrendo a juventude de nossos jovens, reformas em porto e hotéis de Cuba, além de frota de ônibus novinha...fora o que não sabemos, ah tem tbm o túnel nos Andes q vai beneficiar Argentina e Chile (KKKK....)

entenderam agora, pq petista não gosta de privatizar? ele prefere 'privatizar' o patrimônio público entre amigos....

Corruptocracia: Roubar é poder! disse...

Essa tal de CASA CIVIL tinha que mudar de nome. Devia se chamar CASA VIL...
Já passaram por ali o José Dirceu, a Dilma, a Erenice...

Anônimo disse...

"E tem otário que ainda acredita nisso?"

Tem otário que nem liga pra isso, outros nem sabe disso.

Isso não me surpreende. São poucos, analisando em termos proporcionais, que se interessam por política...

Quinta da Canoa disse...

Estou confiante de que finalmente o povo acorda. Caramba, até ontem Lula estava na TV defendendo com aparente convicção que era tudo factóide, chegou a alegar que não passava de “preconceito contra a mulher”! Agora, a Erenice caiu. Que bonito que ficou para cara dele. O eleitorado vai ligar uma coisa com a outra dessa vez ou vai continuar nadando de braçadas na ignorância.

Menos um disse...

Menos um ninho dessa corja de bandidos....
Obrigado revista Veja!
Hora da virada

fejuncor disse...

Sem duvida confessou. Se eu sou acusado de algo mas sou inocente, não arredo o pé de jeito nenhum. Mas parece que não é o caso aqui.

niro disse...

Nós estamos à mercê de um estado parapolicial. Nada mais me surpreende. O grau de impunidade no país é muito grande. Quando vai terminar o processo do mensalão ??? Nem Deus sabe .....