quarta-feira, setembro 29, 2010

Lançamento do novo livro do Bira



Eu vou.

2 comentários:

ITAGUAÇÚ disse...

ABRIGANDO CRIMINOSOS E TERRORISTAS

Segundo o governo da Repubblica Italiana, o benefício concedido pelo governo Lula a Cesare Battisti - condenado à prisão perpétua por quatro assassinatos na década de 1970, época em que militava no grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC) - tem "o indisfarçável objetivo de obstruir o seguimento do processo de extradição de Battisti, que tramita no Supremo", além de afrontar a Constituição Brasileira e os tratados internacionais. A informação é da Agência Brasil.

STATUS DE ASILADO

Olivério Medina, ex-guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), a quem o Brasil deu amparo, foi beneficiado pelo instituto do asilo político.Se um monge tibetano fugindo das atrocidades chinesas, vier para o Brasil, será considerado refugiado. Medina é asilado, tem um status mais elevado do que refugiado, no Brasil. Em seu país de origem, ele foi condenado por homicídios, seqüestros, roubos etc, tudo corporificando ações terroristas. Em 1991, comandou um ataque a uma base militar, disto resultando vários mortos e feridos, além do seqüestro de 17 militares. O curioso é que, antes de entrar para a guerrilha, fora padre. Trocou a batina pela farda e a bíblia pelo fuzil.

MAS NÃO PROTEGENDO ESPORTISTAS

Erislandy Lara e Guillermo Rigondeaux são pugilistas cubanos. Eles integravam a delegação cubana nos jogos Panamericanos do Rio de Janeiro em 2007. Nunca roubaram, nunca tiveram posições políticas. Eles se retiraram da delegação e pediram asilo ao governo brasileiro. O governo negou e passou a procurá-los. Erislandy e Ghillermo precisaram se esconder no litoral norte do Rio de Janeiro. Duas semanas depois foram encontrados, presos e imediatamente deportados.

TERIAM SIDO EXECUTADOS?

Não se tem notícias concretas de seus paradeiros. Podem estar mortos, executados pelo regime cubano. Outra possibilidade é que tenham conseguido fugir numa segunda tentativa, desta vez para a Flórida, primeiro Erislany (em 2008) e depois Guillermo (em 2009). Da Florida teriam seguido para uma das nações da União Européia onde estariam, livres, praticando e ensinando esporte. Talvez alguma informação sobre eles possa ser conseguida, desde que pertinente, junto a representações diplomáticas da Bundesrepublik Deutschland, da République française ou do Reino de Espanha.

EM FRENTE, CAMBALEANDO

Em tempo, o governo Lula ainda não prestou constas das despesas dos jogos Panamericanos do Rio. Cerca de 2 bilhões de reais teriam sido roubados na organização dos jogos. Na semana passada, o presidente Lula apresentou-se, cambaleante, na cerimônia de lançamento da copa 2014 e não trouxe nenhuma informação sobre o caso.

livemusic disse...

Rodrigo, gostaria que você comentasse sobre o relançamento em Português do clássico "Atlas Shrugged" de Ayn Rand, agora com o título "A Revolta de Atlas", pela editora Sextante.

http://www.imil.org.br/destaque/a-revolta-de-atlas-2/

Grato!