sábado, setembro 18, 2010

O projeto petista



Rodrigo Constantino

O ex-ministro José Dirceu voltou à cena, fazendo um discurso no mínimo constrangedor para a campanha de Dilma, que tenta se manter estrategicamente afastada dele. Dirceu quis deixar claro que a vitória de Dilma nas eleições representaria a escolha popular do projeto do PT para o país. Segundo ele, a vitória de Dilma será ainda mais importante para o partido do que a de Lula, uma vez que o presidente seria "duas vezes maior" que o PT. Representantes do PMDB chegaram a se manifestar, lembrando que Dilma representa uma coligação, e não apenas o PT. Mas para o poderoso Dirceu, os eleitores estarão votando no projeto petista de governo. Resta perguntar: que projeto é esse?

Afinal, o projeto enviado para o TSE pelo PT, contando com a rubrica de Dilma, era uma compilação dos sonhos autoritários dos petistas, na linha da "revolução bolivariana" feita por Chávez na Venezuela. O controle da imprensa, para dar um exemplo de fundamental importância, estaria na ordem do dia segundo este projeto. Como a própria Dilma não desmentiu nem rebateu as afirmações de Dirceu, e como este ainda parece apitar bastante dentro do partido, não temos porque duvidar de suas palavras. O recado está dado, e de forma um tanto clara. Os eleitores, pela ótica dos próprios petistas do alto escalão, estariam dando seu aval ao projeto autoritário de poder no dia 3 de outubro. Será que o povo está ciente disso? Não falo dos mais ignorantes que trocam seu voto por migalhas e promessas vazias, mas dos eleitores de maior escolaridade e renda que votam em Dilma. Eles não são poucos!

Caso o PT seja bem-sucedido em seu projeto de poder, será difícil alegar surpresa. Quem tem acesso aos jornais, quem viu a fala de Dirceu, quem tem um mínimo de capacidade de compreensão dos fatos não poderá fingir que não sabia de nada depois, se caminharmos mais alguns longos passos em direção ao modelo venezuelano. Dirceu avisou. E Dirceu ainda é PT. Não custa lembrar, já que a memória do brasileiro costuma ser fraca, o que Dirceu disse no auge do escândalo do "mensalão", sobre sua relação com o presidente Lula: "Não faço nada que não seja de comum acordo e determinado por ele". E se o recado não estivesse cristalino ainda, Dirceu fez questão de dissipar quaisquer dúvidas: "Sou um soldado do partido e do governo".

O simples fato de José Dirceu ainda ter a relevância que tem dentro do PT, e de fazer as articulações políticas para a campanha de Dilma, demonstra que ele falava a verdade na época. Não aparecer em público na campanha é apenas uma estratégia de marketing, uma vez que sua imagem ainda está arranhada perante o grande público – tanto que a oposição tem batido nesta tecla, lembrando que o eleitor vota em Dilma e leva Dirceu. Mas não existe confissão maior de culpa do PT como um todo no escândalo do "mensalão" do que a permanência de Dirceu na cúpula de poder do partido. O presidente Lula chegou a dizer que tinha sido traído na época; mas sabemos que não foi por Dirceu. Afinal, quem é traído e mantém o traidor por perto, repleto de poder? Somente aquele que não foi traído de verdade, mas sim cúmplice. Dirceu sabe demais. Ele é um "soldado" do partido, e fez tudo de "comum acordo" com o presidente Lula.

O projeto petista é, portanto, aquele defendido por estas mesmas pessoas poderosas dentro do PT. O projeto é o mesmo que contou com o "mensalão" para comprar deputados e concentrar o poder político. O projeto é o mesmo que colocou Erenice Guerra, braço-direito de Dilma, no cargo poderoso que já foi de Dirceu. A explosão de novos escândalos que culminou na saída de Erenice do ministério, mas não do círculo de confiança de Dilma e Lula, representa apenas mais um capítulo desta novela proibida para menores de idade. O projeto petista, enfim, é um só e o mesmo de sempre: tomar o poder total de uma vez, calar a imprensa independente que ainda incomoda muito, e partir para a "revolução bolivariana" brasileira. Hugo Chávez sabe disso e aplaude abertamente o projeto, declarando seu regozijo com a quase certa vitória de Dilma. Seus eleitores não poderão, insisto, alegar desconhecimento dos fatos no futuro.

É muito triste vivenciar uma época em que as futuras vítimas escolhem de bom grado o caminho da servidão. Resta apenas o consolo do filósofo Schopenhauer, cuja morte faz 150 anos dia 21 de setembro: “É preciso ser paciente, pois um homem de intelecção justa entre pessoas enganadas assemelha-se àquele cujo relógio funciona com precisão numa cidade na qual todos os relógios de torre fornecem a hora errada”.

20 comentários:

Erick disse...

Desculpe-me por discordar com sua opinião a respeito do PT. Concordo com parte dos seus posts como estes se referem aos artistas, mas, com relação ao PT eu discordo de sua opinião!
Com o Lula na presidência as vagas em universidades públicas aumentaram muito (me formei nesse ano num CEFET) que aliás dobrou a quantidade de vagas. Lembro-lhe ainda das FATECs. Não bastasse ainda temos o ProUni e o FIES. Um país que oferece oportunidade de estudo, faculdade é um país que está se desenvolvendo. Trabalho num centro de pesquisas da USP e lá é possível ver inúmeros bolsistas com seus projetos de mestrado, doutorado e pós-doutorado. Não se comparam a quantidade de bolsas de estudos para pesquisadores com as que tínhamos disponíveis há 12 ou 15 anos atrás.
Veja a quantidade de empregos com carteira assinada. É impossível ver a situação atual do país e não votar no PT. Sou PT para Presidente e Governador. Quanto aos demais ainda não escolhi e estou analisando cada um deles.
Essa é a minha visão.
um abraço,

Anônimo disse...

Boa sorte Erick...Agarre sua migalha com unhas e dentes. Num futuro proximo eh tudo que voce vai ter.

Anônimo disse...

Rodrigo

Se os petisitas fossem burros não teriam se assentado no poder.
O Erick tá se lambuzando no mínimo que o lulismo fez.
Oh Erick sem alicerce não se constrói uma casa. Sem os 8 anos do PSDB o lulismo não estaria navegando em águas tranquilas até a marolinha que ele diz superou...
Estão passando manteiga na venta (narina) do gato.
A verdade verdadeira: ainda estão faltando técnicos em nosso país. O empresariado é unânime em reconhecer que NÃO HÁ MÃO DE OBRA QUALIFICADA no Brasil

Trabalhar num centro de pesquisa numa universidade é muito bom: todos os que precisam ser capacitados para produzir o dinheiro que lhes paga também dão um dia de suor para bebericarem uisque em Brasilia sem prestar conta a ninguém. Assim determinou o decreto lulista.
É muito bom ter o seu sem se preocupar com o mercado: confecção de projeto, produção, venda mercado fraco, recebimento incerto.
O Lula deu muita sorte e o Brasil deu azar.
Perdemos mais uma década e pelo andar da carruagem vamos perder os próximo cinquenta anos...
Se para vacinar o povo paga-se a quem está chegando uma propina de 200 mil o que é que você acha que vai acontecer com as construções dos elefantes brancos para a copa de 2014? O pan que o diga.
Ou seja, Erick, o governo poderia ter feito muito mais se roubasse menos; poderia ter realmente ALFABETIZADO os brasileiros se roubasse menos.
Com menos analfabetos funcionais - técnica e politicamente - o Brasil poderia estar muito melhor.
Ah, ia esquecendo: ainda deu de presente o que não lhe pertence
Cuidado para não perder as calças...

Filipe Altamir disse...

Impressionante o nível de aceitação do colega acima! Não adianta falar da máfia que o PT, dos seus projetos que ameaçam nossas liberdades e direitos civis e proprietários. O brasileiro é completamente cego se tem bolsa família ou uns concusinhos completamente falhos. Isso é de um nível de egoísmo tão grande que eu fico preocupado, é óbvio que a sociedade brasileira está completamente corrompida, e isso vem sido estimulado desde 1985.

ntsr disse...

@Erick, espere terminar de estudar e encarar o mundo real pra poder comparar se essas migalhas são proporcionais ao que os petralhas arrancam

ntsr disse...

Faltam engenheiros e vai continuar faltando por muito tempo, nem cota nem prouni nem nenhuma dessas besteiras vai resolver.Não tem moleque que saia de um ensino fundamental tosco, sem nem saber fazer uma raiz quadrada direito, que consiga encarar uma integral ou derivada sem se borrar.

Erick disse...

bom, prefiro viver num país onde os pobres podem fazer faculdade do que num país vendido, enriquecendo os estrangeiros e os políticos. Cadê as CPIs que não foram adiante no estado de SP? GOverno que nao tem vergonha na cara... são maioria na bancada, né?! No DF as CPIs vão adiante, pois o PT não é a maioria.

Governar para o empresário nunca mais!
Governo bom é quando se governa para os pobres, dano oportunidades. Integral e derivada em governos passados, o pobre não sabia nem da existência dessas coisas. Hoje o pobre conhece até sobre PLASMA, ESTADO SUPER-CRÍTICO DA MATÉRIA,... com isso integral e derivada a gente tira de letra!

vamos adiante aguardando os 51% da pesquisa.

Anônimo disse...

Eu iria deixar passar mas não consegui!!! Esse tal de erick é muito desinformado. Debater sobre política com ele é como tentar explicar para uma criança porque pelé é melhor que romário!! Explicar para um moleque que nasceu depois da copa de 94 porque FHC foi o melhor presidente do Brasil é muito díficil!!
Esses moleques nunca viveram num pais onde a inflação era de 80% ao mês!!! Onde se pagava 10 mil reais por um celular!! Onde um telefone fixo custa de 3 mil reais e ainda tinha que esperar 5 anos para ser instalado!!!
Esses idiotas falam que o lula abaixou a inflação e os juros mas o rei da mentira baixou uma inflacao que havia subido por causa da propria eleição e os juros continuam o mesmo!!
Alias ... em 2000 o meu cartao de credito cobrava 11% AO MES ... Agora cobra 12,5% ...

E os empresários e banqueiros desse pais nunca ganharam tanto dinheiro quanto no governo lula!!!
O Bradesco e o Itau lucram BILHOES todo ano!!!

Entao moleque para de falar merda e vai acessar o site do PT ou do carta capital ... ou qualquer outro blog comunista!!!!

Von Mises disse...

O objetivo do Erik eh fazer faculdade. Pra ele, desde que o governo "de faculdade" pro pobre, ele eh bom. Nao importa se ninguem tem emprego depois ou se todo o salario vai parar no bolso de um politico no governo. As engenheiras ou medicas cubanas que se prostituem por um prato de comida nao devem estar de acordo com isso. Mas tai pq o Brasil nao tem jeito mesmo. Sao 180 milhoes de Ericks.

ntsr disse...

'Hoje o pobre conhece até sobre PLASMA, ESTADO SUPER-CRÍTICO DA MATÉRIA,... com isso integral e derivada a gente tira de letra!'

dá pena...

ntsr disse...

'Governar para o empresário nunca mais!'
Já pensou que assim ele vai criar empregos em outro lugar?

Anônimo disse...

Esse rapaz me amedronta com sua tamanha ingenuidade.

O PT n governa pros empresáios e nem pros banqueiros? Faça-me o favor...

Adalberto Evangelista disse...

A Opinião do Erick, representa exatamente o que pensa uma grande dos eleitores da Dilma ou melhor do PT (Lulismo Bolivariano) ou do (Lulismo Venezualizado).

Respeito seu oposicionamento, entretanto ele ainda não tomou consciência do perigo que vivemos hoje com o endeusamento do LULA, que segundo pesquisas, sua popularidade é maior do que a do CRISTO.

Vamos viver para ver....

Theresa disse...

Temos que levar em conta que o Erik é mais um dos "bolsista propaganda" do PT.
Êle é mais um dos muitos que há na net que ganham por comentário ou post enviados.
Mais um "prostituto ideológico".

Ronilson Sérgio disse...

LOBOTIZAÇÃO SOCIAL

O país passa por uma fase de anestesia de conciências, famigeração da moral, agressão aos valores em nome do poder. A classe pobre (não de recursos mas de conhecimento) hoje tem medo de um governo de um candidato a presidente que diz que vai melhorar o bolsa família, transformando-o numa oportunidade de emprego. Penso que os intelectuais pelegos devem estar vibrando com a oportunidade de 20 anos de poder, consequntemente a criação de uma classe de homens e mulhers inoperantes, raivosos quanto a idéia de estudar, apavorados com a possibilidade de trabalhar, rancorosos com a investidura dos oponentes, como será essa nova geração, esses que recebem as bolsas, como vão se comportar diante dos desafios tecnologicos e do trabalho dos anos a frente? Como vão fazer frente aos jovens altamente treinados de Bangalore. É desalentador que um país seja rico e transforme seu povo inoerantes parasitas do sistema de esmola institucionalizado.

Erick disse...

não sou bolsista não! sou CLT. Mas trabalho no ramo de pesquisa e vejo como são as coisas!
Sou trabalhador, aliás eu trabalho em 2 empregos.

Anônimo disse...

Olá ÉRICK,
Faz um favorzinho para nós que trabalhamos no setor privado e temos que pagar pelo nosso direito de existirmos pelo do governo e pelo seu também:
Por que se as empresas do setor privado que tem em seus quadros somente 20 % de mestres e doutores produzem mais de 90% das inovações do país, enquanto as nossas universidades ( ou fábricas de mestres e doutores) atualmente infestadas de socialistas e coletivistas de todas as espécies e ideologias com seus 80% de “ mestres e doutores” contribuem com menos de 10% das inovações. Por que será?
Vou dar uma dica: É que os bons e ótimos alunos que são melhores e mais competentes que não tem medo de enfrentar a concorrência vão trabalhar no setor privado. Já os regulares e ruins, viram concurseiros e partem para a carreira universitária para serem funcionários públicos, adquirirem empregos e estabilidades vitalícias e mamarem nas tetas do governo o resto da vida. Você acha que esses medíocres que se transformam em mestres e doutores através de monografias e teses que servem apenas para dar título para o medíocre tem condições de ensinar alguém? Em termos de engenharia e física, estamos tendo que formar o recém formado, tanto é que atualmente 76% das empresas de porte têm suas próprias universidades corporativas. Sabe para que tem servido a maioria das monografias desses pseudos mestres e doutores? Além de conceder títulos para medíocres que se tem em alta conta e abarrotar as prateleiras das universidades, aqui fora no setor privado tem servido no máximo para se usar em peixaria para embrulhar peixe, já que como o papel em que estão escritas é muito liso e não servem nem como papel higiênico.

Obs.: Estou me referindo as chamadas universidades de primeira linha e não aos shoppings centers de cursos que proliferam por aí e a maioria das federais.

Não acredita? Pois procure o CNPQ faça uma pesquisa e confirme se estou dizendo alguma mentira.
Edson vergilio (*)

(*) Estou tendo que comentar como anonimo porque minha conta no google está com problemas

Anônimo disse...

Olá ERICK
Somente para ilustrar: Veja o Email que recebi recentemente de um amigo meste e doutor pela UNESP que está trabalhando numa Universidade Federal:

Assunto: saudades!!
Para: "Edson Vergílio"
Data: Terça-feira, 31 de Agosto de 2010, 11:04

e ai, meu querido irmão,
que saudades de um bom amigo para conversar, sorrir, devanear,...., mas acima de tudo para crescer. Como estão todos por ai? espero que maravilhosamente bem. Estou em XXXXX/GO e descobri uma máxima: "O QUE ESTÁ RUIM, PODE PIORAR". Meu, parece que estou num colegião, portanto imagina como estarão saindo os formandos... Este final de semana estarei indo para Xxxxx e pensei que vcs pudessem ir tbem. Podem ficar em casa. Seria muito legal.
beijos para a xxxxx exxxxxx...
XXXXXX (*)

(*) Estou omitindo o nome da universidade para não expor a pessoa

José Carneiro da Cunha disse...

"Governar para o empresário nunca mais!"
Prezado Erik já ouviu falar em um tal de BNDES? Ou na alteração da lei da Telecom para a fusão entre BrT e OI? Ou na atuação direta de Dilma nas negociações da VarigLog? Ou nos acordos do governo com Eike Batista? Ou nas "consultorias" do Dirceu e o PNBL, e as empresas que nele estão envolvidas? Etc...
Cara, o governo Lula governou para os empresários mais que qualquer outro.
Se trabalha com pesquisa, pesquise! Os programas de transferência de renda apropriados por Lula não foram criados por ele, mas sim pelo governo anterior e, em alguns casos, por governos estaduais. O Lula chamava esses programas de bolsa esmola!
"Governo bom é quando se governa para os pobres, dano oportunidades"
ERRADO! Governo é bom quando governa bem! Quando usa de forma eficiente os recursos públicos, quando zela pela ética e honestidade, quando PROTEGE a democracia, a liberdade e as leis. Sem isso não haverá oportunidades para os pobres.
A oportunidade existe quando há emprego, a mobilidade social depende de emprego privado e livre iniciativa (Cuba está aí como prova cabal). O emprego público é anti-mobilidade social, visto que as formas de seleção mais neutras, tais com concursos, acabam “distribuindo” as melhores vagas para aqueles que têm condições financeiras de estudar mais, ou seja, os já mais ricos. Para o crescimento de boas oportunidades privadas precisamos de Rule of Law, coisa que atual governo faz questão de destruir.
“Hoje o pobre conhece até sobre PLASMA, ESTADO SUPER-CRÍTICO DA MATÉRIA,...”
Essa foi piada, né? Você trabalha na USP, certo? Com pesquisa, certo? Então faça o seguinte, fundamente sua afirmação! Os resultados do Ideb mostram que a qualidade da educação piorou em 20% em 2009, comparação 2007. Os indicadores de qualidade, segundo o MEC, são piores hoje do que eram em 1995! Então, se o pobre sabe o que é Plasma, isso não se deve à “educação superior do lulu-petismo”, mas sim ao financiamento da Casa Bahia. Sobre o “estado supercrítico da matéria”... cara... VIVA o MANUAL da “tevelisão”!!! Pena que o sujeito é geralmente analfabeto funcional e não consegue lê-lo.
Sobre as várias universidades inauguradas... vamos com calma. Muitas não tem instalações físicas, ou as instalações são precárias. Outras federais estão caindo aos pedaços, sem condições mínimas de segurança. Vagas foram cridas sem que a estrutura física e de pessoal fossem ampliadas. Porém, em um ponto concordo com você, a USP, que é estadual e mantida pelo “nefasto” governo PSDB, é um exemplo para TODAS as outras universidades do país.
Há algo de engraçado em seu ponto. O governo federal é responsável pelo atual estado das federais, por isso você votará no PT, mas você elogia a USP, mantida, e bem mantida, pelo governo estadual, mas isso não afeta sua avaliação sobre o candidato do PT ao governo estadual. Que, aliás, ainda deve algumas explicações sobre um certo Hamilton!
Abs

José Carneiro

fejuncor disse...

O ProUni é um grande atestado de incompetência governamental, ERICK. Demonstra o quão fraco é o ensino ministrado nas escolas públicas brasileiras - além de dinheiro público investido em instituições particulares. E por saber que, se depender deste maravilhoso ensino nenhum pobre vai para a faculdade, criaram essa balela para enganarem esses universiOtários que entram nesse programa e pensam que saíram "gênios", só porque aprenderam a jogar bilharina em algum boteco perto da facul...